São João del-Rei | Tiradentes | Ouro Preto
Transparentes

ser nobre é ter identidade

Publicações

Tipo: Artigos | Cartilhas | Livros | Teses e Monografias | Pesquisas | Lideranças e Mecenas | Diversos

Escopo: Local | Global

 

Tadeu Nicolau Rodrigues | Banda Theodoro de Faria, desde 1902

Descrição

Veja também:
Banda de Música Theodoro de Faria
A música em São João del-Rei
"Uma família de musicistas" de Abgar Antônio Tirado
Fotos antigas e atuais da Banda Theodoro de Faria
Facebook da Banda Theodoro de Faria/vídeos etc
Semana da Música 30 anos . Banda Theodoro de Faria . 110 anos/2012 . artigo
30ª Semana da Música 2011 . 14 a 22 de Novembro de 2011 . Programação
Semana da Música 30 anos . Banda Theodoro de Faria . 110 anos/2012 . Alzira Agostini Haddad
Banda Theodoro de Faria espalha noite e dia música e alegria pelas ruas de São João del-Rei . Antônio Emílio da Costa
30 anos de Semana da Música . Walquíria Domingues
Centro de Referência Musicológica José Maria Neves - CEREM
Theodoro de Faria ensina música e preserva tradição . Walquíria Domingues
Dicionário Musibiográfico de S. João del-Rei e região
Concertos Musicais . Projeto MAS-Museu de Arte Sacra: atividades culturais
Homenageados | Atitude Cultural


Tadeu Nicolau Rodrigues entre familiares e amigos em 15/11/2023
Foto: Alzira Agostini Haddad



Teatro Municipal de São João del- Rei, no dia 15/11/2023, durante o Concerto da Banda, na 42ª Semana da Música, homenagem lida pelo músico e grande amigo Juanito André Sacramento. Foto Alzira Agostini Haddad


Fim de ano e Férias Cultural 2010 . São João del-Rei
Homenagem da Atitude Cultural aos irmãos Tadeu Nicolau Rodrigues, Anizabel Rodrigues de Lucas (Bebel da Escola de Música Cantábile), Teófilo Helvécio Rodrigues e Hélvio Antônio Vasconcelos da Cemig | Foto: SandimKolor . Arquivo Cemig


Natural de São João del-Rei, nasceu a 06 de dezembro de 1946, Tadeu Nicolau Rodrigues é filho do maestro Teófilo Inácio Rodrigues e de Glória Nunes Rodrigues. Irmão das também musicistas Rosa Flora Rodrigues Benedito, violinista, Margarida Rodrigues Leite, orfeonista, Anizabel Rodrigues de Lucas, flautista, soprano e professora de música e do maestro e compositor Teófilo Helvécio Rodrigues, Capitão Músico reformado do Exército.

Fez sua iniciação musical com o seu pai, aos 7 anos, tendo ingressado na Banda aos 10 anos de idade, tocando saxforne Mib. Aos 12 anos passou também a colaborar na Orquestra Ribeiro Bastos tocando trompa Mib, sob a regência do Maestro Emílio Viegas. Em breve, já com 14 anos, passou a tocar Trombone e Bombardino, começando a destacar-se no cenário musical da cidade. Aos 18 anos, em 1964, prestou o serviço militar inicial obrigatório no 11º RI, Regimento Tiradentes, na esperança de servir na Banda de Música do Regimento. Como a Banda do Regimento tinha acabado de ser dissolvida e não havia de sua parte, interesse em permanecer na ativa, como combatente, deu baixa, ao final do período do serviço militar obrigatório.

Posteriormente, tentou seguir a carreira militar, tendo feito concurso para a Banda da Força Pública de São Paulo e para a Banda da Aeronáutica em Barbacena, sem obter sucesso. Ingressou depois na Banda da Polícia Militar de MG onde serviu pelo período de 01 ano no 9º BPM, na cidade de Barbacena/MG, sob a regência do Tenente Francisco Leitão.

De retorno a São João del-Rei, casou-se em primeiras núpcias com a sra. Haydée, com quem teve 2 filhos: Geraldo Magela e Vagner. Após o falecimento de sua primeira esposa já nos anos 1980, contraiu matrimônio com a sra. Vânia Lombelo, neta do também Maestro Telêmaco Neves e portanto, sobrinha da Maestrina Stella Neves Vale e do Maestro José Maria Neves. Do seu segundo matrimônio nasceu mais um filho: Alan Teófilo, que aprendeu ainda criança a tocar clarineta com seu pai, tendo participado por muitos anos da Banda Theodoro de Faria. Estudou o curso primário no Grupo Escolar João dos Santos e posteriormente fez o curso de Torneiro Mecânico no SENAI.

A partir de 1969, na administração do prefeito Dr. Milton Viegas, ingressou no serviço público municipal, indo trabalhar no DAMAE. Ali iniciou sua carreira na posição mais humilde que era a de serviços gerais, compondo as turmas que são responsáveis por cavar buracos nas vias públicas, à procura de sanar vazamentos nas redes de água e esgoto. Permaneceu nessa função por vários anos, enquanto retornava aos bancos escolares, tendo frequentado o curso noturno da Escola de Comércio Tiradentes, onde concluiu o curso de Contabilidade dando depois continuidade à sua formação na Fundação Municipal de Ensino Superior, tendo aí concluído o Curso Superior de Contabilidade.

Como consequência desse seu esforço pessoal em buscar uma formação acadêmica, foi promovido e passou a trabalhar na seção de contabilidade do DAMAE, onde ficou até aposentar-se tendo inclusive, exercido em diversas administrações, a Chefia da Contabilidade. Ali teve oportunidade de evidenciar suas virtudes morais e Cristãs, notabilizando-se pela competência e por uma conduta honesta, dedicada e impoluta, sendo admirado por seus superiores, pares e subordinados. Em reconhecimento aos seus méritos, serviu por anos seguidos, a administradores de diversos partidos e de diferentes ideologias.

Sua carreira como Mestre da Banda Theodoro de Faria iniciou-se em 1973, logo após a morte do seu pai, o saudoso Maestro Teófilo Inácio Rodrigues. Com a morte do Maestro Teófilo, verificou-se um vazio na liderança da Banda, o que a levou a uma crise tão grande que cogitou-se inclusive pelo encerramento de suas atividades. Houve um grande esvaziamento em seu efetivo, de músicos que se afastaram, desanimados com a falta de uma liderança que os conduzissem como antes, nos tempos do Sr. Teófilo. Inclusive, encerraram-se as atividades de Escola de Música, responsável pela formação de seus quadros.

Foi quando o Tadeu, de retorno a São João del-Rei, depois de ter tentado sem sucesso, uma carreira de músico militar em outras localidades, decidiu assumir o papel de professor e Mestre da Banda, apoiado pelos demais companheiros que permaneceram fiéis à Banda, dentre eles o Sr. Oscar Gonçalves Filho, conhecido pelo apelido de “Cazinho”, com quem passou a dividir a regência da Banda.

Para o cumprimento dessa tarefa, teve que aprender a tocar Clarineta e Saxofone, instrumentos que têm técnicas totalmente diferente dos instrumentos que até então dominava, transformando-se assim em multi-instrumentista. E assim o fez por entender que Mestre não é apenas o professor, o sábio que ensina. Ele também deve fazer as práticas pedagógicas junto com os alunos e demais liderados, mostrando-lhes que é possível realizar aquilo que ele está ensinando e orientando como fazer.

Com suas atitudes ele não apenas incentivava mas principalmente inspirava seus alunos a maiores realizações, dando cumprimento a uma filosofia que também aprendeu com o seu pai, o Maestro Teófilo: “Eu sei um pouco, para ensinar aos que não sabem nada. Depois que aprenderem esse pouco que lhes transmiti, eles devem seguir em busca de um aperfeiçoamento, porque eu devo voltar para ensinar aos outros que não sabem nada e trazê-los a esse patamar”.

E agindo assim, segundo essa filosofia, ele tem passado mais de 50 anos, tendo nesse período, formado milhares de músicos que depois vão buscar sua realização nos mais diversos conjuntos musicais, em Minas e pelo Brasil afora. É justo e oportuno destacar que milhares de alunos seus encontraram na atividade musical, uma oportunidade de construírem uma carreira profissional, sendo exemplo maior o do seu sobrinho, o Professor Celso Rodrigues Benedito, Doutor em Música, atualmente lecionando na Escola de Música da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Seu comprometimento com a tarefa de ensinar música a elevou ao sublime nível de missão. E sempre ensinando gratuitamente, sem nunca auferir nenhuma vantagem econômica, cumprindo assim, o preceito evangélico que ensina: “dai de graça o que de graça recebestes”. E quantas vezes a sua ação extrapolou suas funções artístico musicais, para atender às solicitações de pais que reconhecendo no Mestre da Banda uma ascendência moral sobre seus filhos, lhe pediam que intercedesse junto aos mesmos para que eles melhorassem de conduta no lar, na Escola e na sociedade. Pois o Tadeu preencheu todos esses quesitos integralmente, tendo angariado assim, muitos filhos adotivos, sempre tendo como inspiração o legado do seu Pai, o digno Maestro Teófilo Inácio Rodrigues, no que angariou a admiração, respeito e muito orgulho de seus familiares, que reconhecem nele o grande herdeiro das tradições do seu Teófilo, como Mestre da Banda Theodoro de Faria.

Não bastasse ser Mestre da Banda Theodoro de Faria ele também foi Mestre da Banda Ramalho, da vizinha cidade de Tiradentes, por cerca de 30 anos. De perfil empreendedor e agitador cultural, é o responsável juntamente com o saudoso Aluízio Viegas, pela criação da Semana da Música de São João del-Rei, festival que já se encontra na sua 42ª edição.

Tadeu, por tudo que você fez pela Banda Theodoro de Faria, dedicando a ela 50 anos ininterruptos de sua existência, nós, os atuais integrantes da Banda te agradecemos, em nosso nome e em nome dos que no passado integraram a Banda e que infelizmente não estão presentes nessa singela homenagem. Singela, mas sincera e conscientes de que quaisquer homenagens que lhe sejam prestadas, serão menores do que você merece.

Muito obrigado e que Deus te abençoe, hoje e sempre!

Texto de Teófilo Helvécio Rodrigues, seu irmão, lido em 14 de novembro de 2023, em face das comemorações dos seus 50 anos de Regência e ensino da música na Centenária Banda de Música Theodoro de Faria, no Teatro Municipal de São João del-Rei, no dia 15 de novembro de 2023, durante o Concerto da Banda, na 42ª Semana da Música, pelo músico e grande amigo Juanito André Sacramento.

Contribua para a criação de uma Rede de lideranças, grupos e instituições atuantes de nossa cidade. Cadastre ou atualize dados e imagens em MELHORES PRÁTICAS/ENTIDADES de SJDR e ganhe o SELO ODS/ESG SJDRT.

Cadastre lideranças engajadas, sua ação sociocultural, seu projeto, produto, entidade, pesquisa, agenda cultural etc - contribua, complemente, ajude a atualizar, curta e compartilhe!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Instagram Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA MUNICIPAL | CADASTRE GRATUITAMENTE A SUA AÇÃO SÓCIOCULTURAL