São João del Rei Transparente

OGs e ONGs

Associação dos Moradores e Amigos do Bairro São José Operário

Data de início das atividades

1986

Responsável pelo órgão/cargo

Edson Maciel, presidente da Associação

Endereço

Rua Dom Delfim Ribeiro Guedes, s/n.

Telefone

032 3371 7496

Email

crechecelina@ig.com.br

Atividades/Serviços

Projetos de inclusão social, como o Centro Infantil Celina Resende Viegas, que cuida de 50 crianças durante a manhã e a tarde; sala de informática, biblioteca e cursinho pré-vestibular. A associação cedeu um terreno de 2 mil e 600 metros para a construção da Escola Dr. Kléber Filgueiras (início da obra teve recurso da Prefeitura municipal e acabamento com verba do Estado) e outro espaço para a Fiemg fazer a biblioteca e a sala de informática do bairro. Há dois anos, foi montado um pré-vestibular com 40 alunos, apoiado pela UFSJ. Desenvolve, ainda, uma horta comunitária, em parceria com o CRAS. Tudo aberto à comunidade.

Público alvo para comunicação de atividades da entidade

Comunidade do Tejuco e parceiros interessados no desenvolvimento social.

Agenda

Atividades culturais beneficentes ligadas aos grandes eventos do calendário.

Melhores Práticas

Alianças entre as associações de bairro, desenvolvimento urbanístico da periferia, possibilitando mais oportunidades de lazer, esportes e cultura aos jovens; e políticas públicas de inserção social.

Projetos . Melhores práticas desenvolvidas:

- Centro Infantil Celina Resende Viegas: Cuida de 50 crianças das 07h30 às 17 horas. A ordem de atividades é: café da manhã, troca de fraldas, atividade recreativa ou educativa, almoço, higiene dentária, descanso, banho, lanche com suco e frutas, recreação, sopa e recreação. As crianças passam por atividades educativas e pedagógicas, como educação pela música, higiene e sentido das datas comemorativas. A procura é grande. As entrevistas são feitas por ordem de chegada, com prioridade às mães que estão trabalhando.

- Pré-vestibular noturno: Prepara estudantes da comunidade para os vestibulares das universidades. Conta com estrutura para 40 alunos e tem apoio de alunos de cursos de licenciatura da Universidade Federal de São João.

- Oficina do Conhecimento: A associação cedeu espaço para a Fiemg construir a biblioteca e sala de informática. O espaço conta com 10 computadores com acesso à internet e alguns livros de pesquisa escolar e literatura. Os serviços podem ser utilizados pela comunidade em geral.

Publicações

Movimentos sociais oferecem serviços de creche e pré-vestibular

Passo a passo para o cidadão ter acesso às atividades ou serviços

Procurar Edson Maciel, ligando para o telefone da Creche 032 3371 7496, onde funciona, também, a Associação. São poucas as vagas para a creche, em vista da grande demanda. Contudo, para o pré-vestibular, há a possibilidade de inscrição devido a frequente evasão, considerada normal.

Perfil dos membros

Edson Maciel – Presidente
José Maurílio de Carvalho – Vice-presidente
João Aureliano de Ávila – Primeiro-tesoureiro
Maurício Saldanha – Segundo-tesoureiro
Jonathan Nathan – Primeiro secretário
Carlos Eduardo Freitas da Silva – Segundo secretário
Luiz Gonzaga Gouvea – Diretor Social
Clécio José de Moura – Diretor de Patrimônio
Tarcísio de Almeida – Conselho Fiscal
Geovane Alves – Conselho Fiscal
Fábio da Silva – Conselho Fiscal
Geraldo Antônio Pinto – Suplente
Rogério Lucas de Carvalho – Suplente
Pedro Santos Neves - Suplente

Parceiros

Fiemg
Sesi
Prefeitura Municipal de São João del-Rei
Estado de Minas Gerais.

Histórico

A ideia de criar uma associação no Tijuco surgiu em meados da década de 1980. Alguns moradores se uniram para oferecer um sopão comunitário às famílias mais carentes. Dessa atividade, constituiu-se um núcleo de pessoas interessadas em melhorar o acesso à cultura e o desenvolvimento social do bairro. Em 1986, surgiu a Associação dos Moradores e Amigos do Bairro São José Operário.
Os participantes da associação são escolhidos por meio de assembleia de dois em dois anos. Desde a sua fundação, ela conseguiu um terreno de 12 mil e 600 metros, concedido pelo Estado de Minas Gerais. Nele, a associação desenvolve seus projetos, com a intenção de consolidar um Centro de Inserção Social.

Principais problemas/dificuldades da área atuante

A comunidade precisa se envolver mais com a Associação. As assembleias têm envolvimento de, cerca de, 50 pessoas. Segundo Edson Maciel, a comunidade, muitas vezes, é pouco interessada. Para ele, falta um trabalho de conscientização dos moradores.
A comunidade carece de um trabalho de lazer direcionado às crianças e adolescentes: quadra comunitária, salão, campo de futebol. Além disso, os moradores pedem aulas de artesanato, dança, música e teatro.
A associação desenvolve muitos projetos, mas esbarra na dificuldade na liberação de verbas e na falta de políticas públicas direcionadas à inserção social.

Info

Tipo de sustentabilidade econômica:
Doações de moradores, arrecadação em festas, venda de rifas e projetos de financiamento. A associação recebe, ainda, uma subvenção mensal de R$ 2 mil reais do Sesi.

A organização não desenvolve projetos na área cultural por falta de verba. Mas tem atividades pedagógicas da creche, biblioteca e sala de informática. Na creche, há um anexo de enfermagem todo mobiliado, com mesas, aparelhos de saúde e até uma sala de odontologia. Contudo, os equipamentos não são utilizados, porque a associação espera que um profissional seja deslocado pela Prefeitura Municipal para atender a comunidade.

Data da coleta dos dados

14 de agosto de 2010

Responsável pelas informações

Marcelo Alves e Edson Maciel.

Galerias

Compartilhar Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA DE SÃO JOÃO DEL-REI.
Contribua ajudando-nos a atualizar dados, ações, leis, agenda cultural etc. Todos os créditos serão registrados.