Agenda Cultural - Evento

Carnaval de antigamente Atitude Cultural 2013

Data
10 Fev 2013  
Hora
16h  
Cidade
SJDR  
Mais informações


Fotos . Carnaval de antigamente Atitude Cultural 2013 . São João del-Rei
Vídeo . Carnaval de antigamente Atitude Cultural 2013 . São João del-Rei
Carnaval de Antigamente . Atitude Cultural 2013 . TV Campos de Minas
Carnaval de Antigamente . Atitude Cultural . 2013 . Truecom Portal de Notícias
Carnaval de Antigamente 2013 . Atitude Cultural . Especiais JR
 
***

Aquarela da ponte da cadeia do selo 300 anos: Bruno Grossi
Programação completa do Carnaval de São João del-Rei 2013, Blocos e Escolas de Samba/Carnaval das Cidades Históricas
Mapa de São João del-Rei turística
Hotéis, pousadas, restaurantes e bares
Imagens do Carnaval de antigamente Atitude Cultural . São João del-Rei . resumo
Carnaval de São João del-Rei e região . Memórias, dados e imagens
Carnaval em São João del-Rei por Antônio Emílio da Costa . Diversos artigos

PROGRAMAÇÃO ATITUDE CULTURAL
Concentração: Largo do Rosário
Tema 2013: 300 anos, eu amo São João del-Rei
Declare o seu amor por São João del-Rei na sua fantasia e em suas atitudes! 
Fantasia da equipe Atitude Cultural: Anjinhos Barrocos

. 7º Encontro de Bandas de Marchinhas Antigas: Banda Theodoro de Faria, Banda Zé Pereira e Banda de Marchinhas Orquestra Popular Livre
. Baile/Matinê de Máscaras 
. Pernas de Pau e Malabares
. Palhaços, palhaçadas e palhacinhos com Minduim e sua turma
. Batalha de Confetes e Serpentinas (leve o seu Kit)
. Oficina viva de Máscaras para crianças . Grupo Calanquê (32) 8833 3556
. Exposição de Máscaras . Grupo Calanquê
. "Exposição de fotos "Memórias do carnaval de São João del-Rei" . Acervo: Cenyra Rocha e Theresa Martha Rocha Faleiro
. Exposição de fotos "Memórias do carnaval de São João del-Rei . Acervo: Foto João Ramalho
. Exposições virtuais "Carnaval de antigamente": Portal www.saojoaodelreitransparente.com.br
. Bonecos Gigantes do Mestre Quati e da Atitude Cultural
. Tapete de Rua de Confetes
. Projeto Delícias de antigamente
. Corso e cortejo: foliões e carros antigos decorados seguem pelo Centro Histórico
  (Largo Rosário, Rua Prata, Largo São Francisco)
  Se você tem carro antigo participe do nosso corso!


Homenagens
. Grêmio Recreativo Escola de Samba Bate Paus: Escola de Samba mais antiga de São João del-Rei, desde 1933/80 anos! . Contato: Alessandro Andrade 32 9932 8475
. Bloco Tipico Os Caveiras: Bloco caricato mais singular de São João del-Rei . Contato Alan Rios 032 9941 1084
. Cenyra Rocha (in memorian) . João Ramalho Neto

. A Exposição Virtual interativa “Carnaval de antigamente em SJDR” do Portal www.saojoaodelreitransparente.com.br continua: fotos de arquivos pessoais podem ser enviadas para alzirah@gmail.com (032 3371 1208).

CARDÁPIO CULTURAL DO CARNAVAL DE SÃO JOÃO DEL-REI:

Prêmio Estandarte Del-Rei 2013 . contato Jota Dangelo ou Antônio José (032 3371 3198)
Idealizado por Antônio José, logo teve a adesão de Jota e Virgílio Dangelo. Trata-se de uma reaplicação do Estandarte de Ouro, criado em 1972 pelo jornal O GLOBO, do Rio de Janeiro, que premia o que de melhor acontece nas Escolas de Samba do Grupo Especial. Do mesmo modo, o Estandarte Del-Rei vai premiar, com um troféu em estanho, os melhores em dez itens, a saber: Escola de Samba, Intérprete, Samba Enredo, Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Alegorias, Comissão de Frente, Bateria, Enredo, Ala de Baianas e Madrinha de Bateria. Entrega dos prêmios dia 14/02, 20:30h, na Sede do Esporte Club Bonfim.

Rua de Lazer: Fecomércio. SESC . Senac . Fecomércio e Sindcom

. Oficina de bijuterias
  Confecção de pulseiras com variadas cores e modelos de missangas e molas para pulseiras.
. Pintura Facial
  Pinturas infantis no rosto ou nos braços, feitas com material apropriado e dermatologicamente testado.
. Espaço Colorir
  Área para as crianças colorirem desenhos impressos e soltarem a imaginação.

. Exposição Cores Coringas . Centro Cultural da UFSJ-Universidade Federal de SJDR
. Esquina da Marchinha de Carnaval e Samba: Banda de Marchinhas da Orquestra Popular Livre, na tradicional esquina do Kibom. Todos os dias de carnaval 'as 21h . Prefeitura Municipal de SJDR
. Baile de Carnaval com a Banda de Marchinhas da Orquestra Popular Livre: Centro Cultural da Orquestra Popular Livre . Reseva de mesas 32 9954 9154/3371 6711 . Todos os dias de carnaval 'as 21h
. "Bloco Sem Compromisso 2013" de Roberto Carvalho: dia 11 de fevereiro, segunda-feira de carnaval, reserve o seu Kit e caia nesta folia! (032 9107 0343 . 032 3373 3824)

Cadastre gratuitamente a sua ação cultural, sua arte e o seu artesanato em nosso portal

. Imagens e dados dos carnavais de antigamente em SJDR:
Carnaval de antigamente Atitude Cultural 2012 . São João del-Rei
Carnaval de antigamente Atitude Cultural 2011 . São João del-Rei Carnaval de antigamente Atitude Cultural 2006 . São João del-Rei 
 
VEJA MAIS:
Exposição Virtual . Memórias do carnaval de São João del-Rei . Arquivo João Bosco dos Reis Teixeira
Exposição Virtual Relembranças . Arquivo Jota Dangelo
Exposição Virtual Carnaval de São João del-Rei década de 70 . fotos Victor Bello

Carnaval de antigamente São João del-Rei: exposição interativa virtual - envie suas fotos, participe!

Vídeos::
Carnaval de antigamente 2013 por TV Campos de Minas . Meg
Carnaval de antigamente 2013 por Instituto Apoiar
Carnaval de antigamente 2013 no Youtube por Tutti Fonseca
Carnaval de antigamente no Youtube

Conheça
. Blog São João del-Rei 300 anos
. Artigo Carnaval São João del-Rei 300 anos . São João del-Rei Momo . Quanto riso oh quanta alegria!...
. CD Marchas Mineiras para banda . Companhia dos Inconfidentes e Marcelo Ramos

Patrocínio Carnaval de antigamente
Cemig
Governo do Estado de Minas Gerais 

Apoio Cultural: 
Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de SJDR

Apoio:
Associação Amigos de São João del-Rei
Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural de São João del-Rei
Sociedade Sanjoanense de Arte e Cultura . Polícia Militar . Confraria NS Rosário . Unisilk
AESBRA-Associação das Escolas de Samba Blocos e Ranchos
Centro Cultural Feminino
Jornal Vertentes . Gazeta de SJDR . TV Campos de Minas

Agradecimento especial:
Andrea Neves . Valéria Cordeiro . Jota Dangelo . Antônio Emílio da Costa . Maria Carmem Abdalla

Realização: 
Atitude Cultural
Projeto e Coordenação: Alzira Agostini Haddad
Equipe de apoio: Eliane Agostini Monteiro, Walquíria Domingues, Michele Sena, Bernardo Berg

MINC . Ministério da Cultura


PROGRAMA DE ARTE E CULTURA LOCAL: SÃO JOÃO DEL-REI É 10! . Histórico

AllaaôÔÔÔÔÔÔ, use camisinha sim senhôÔÔÔÔÔÔ!!!
Campanha “Bote camisinha nas suas histórias de carnaval”

. Matérias e artigos sobre o Carnaval de São João del-Rei
Tencões e Terentenas . Antônio Emilio da Costa
Mineirando . Marina Mazzoni
Portal Uai

Site da Prefeitura Municipal de SJDR

Em algum lugar . Jota Dangelo
São João del-Rei tem "Carnaval de Antigamente" . Antônio Emílio da Costa

. Utilizamos material reciclado em nossas fantasias e adereços: Recicla São João . Por um futuro sustentável
. Colabore com a limpeza de nossa cidade: São João del-Rei limpa - Eu faço a minha parte! . Atitude Cultural e Associação Amigos de SJDR

Clippings de Notícias . Carnaval de Antigamente 2013

Bloco Bandalheira abre pré-Carnaval de SJDR

O pré-Carnaval estava previsto para começar no último fim de semana de janeiro, mas a festa foi adiada para o dia 2 de fevereiro. Ainda assim a animação é garantida para os foliões adeptos à maior festa do país.

Bandalheira percorre várias ruas do Centro Histórico - Foto: Blog Hoje tem Foto / André N. P. Azevedo / Divulgação

Bandalheira percorre várias ruas do Centro Histórico – Foto: Blog Hoje tem Foto / André N. P. Azevedo / Divulgação

O Bandalheira abrirá o Carnaval de São João del-Rei, em 2013, no sábado, 2 de fevereiro, com concentração a partir das  14h na Rua Ministro Gabriel Passos, Centro. A partir dessa data, mais de 40 blocos irão percorrer vários espaços da cidade até a terça-feira de Carnaval, 12 de fevereiro, quando sete deles estarão presentes, desfilando.

Segurança
Para a comemoração não perder o ritmo, um mutirão de pessoas estará nos bastidores para garantir uma festa segura e tranquila aos participantes. A Polícia Militar, inclusive, ampliará seu efetivo que já estaria nas ruas no dia 26 de janeiro, com o Cachaça com Mel Chora Boréu. Porém, devido à desistência do bloco de participar da festa, a segurança da polícia militar para a folia começa a partir do dia 2 de fevereiro. “No período do pré-Carnaval até o dia 7 de fevereiro contaremos com o reforço de 20 policiais que virão de Barbacena (MG). Depois dessa data, até o fim da festa, ainda teremos a colaboração de 60 homens de Belo Horizonte”, afirmou Sandro José Tavares, o capitão Tavares, responsável pelas equipes dos agentes no Carnaval.

Estrutura
Se a segurança está acertada entre os organizadores, o presidente da Associação de Bandas e Blocos Carnavalescos, Luiz Carlos Rodrigues, o Guti, se diz preocupado com alguns pontos na estrutura. “A nossa maior preocupação está com os ambulantes. Temos hora para finalizar os blocos e muitas vezes a quantidade de ambulantes na nossa frente é tão grande que trava o fluxo do caminhão de som e atrasa tudo. A Prefeitura terá que fazer uma fiscalização mais rigorosa para impedir que isso ocorra”, disse.

O secretário municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Pedro Leão, garantiu que a estrutura está sendo avaliada para atender a todos. “Estamos mais organizados e garantindo segurança, luz e água, além de fazer um trabalho de conscientização com os ambulantes por meio da associação deles, que está verificando os locais e números de profissionais que trabalharão nos dias de Carnaval. Na próxima semana faremos uma reunião com eles e vamos sanar todos esses pontos”, finalizou.

Dia dos desfiles dos blocos
Sábado – 2 de fevereiro: Bandalheira; Pérolas – Matinê da Rua Selma; Zero Hora Osmar; Trem Bão;
Domingo – 3 de fevereiro: Só Não Vai Quem Não Quer; Bloco No Alambique;
Segunda-feira – 4 de fevereiro: Deixa o Mundo Girar;
Terça-feira – 5 de fevereiro: Vasco Folia; PSF – Saúde; Se Mamãe Deixar;
Quarta-feira – 6 de fevereiro: Lesma lerda;
Quinta-feira – 7 de fevereiro: Unidos do Gato de Botas; Domésticas; Pirulito; Roll
Sexta-feira – 8 de fevereiro: Cordão da Zona; Arrasta o Resto; Bloco dos Maia; Boi Cego; Copo Sujo; Largo do Carmo; Unidos do Barro Preto;
Sábado – 9 de fevereiro: Bire Saturday; Alvorada; Unidos da Cambalhota;
Domingo – 10 de fevereiro: Trinca-Ação; João Alvarenga; Carnaval de Antigamente; Unidos da Ponte; do Bambu; Coração Rubro Negro; Piranhas; Banda Mole; Santa Casa; Turma da Chácara;
Segunda-feira – 11 de fevereiro: Birinight, Vamos a La Playa
Terça-feira – 12 de fevereiro: Arroz com Vinagreti; Pantanal; da Caixinha; Cura Ressaca; Unidos da Ponte; Birinight; Cachaça Acumulada.

* programação sujeita a alteração
Fonte: Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer de São João del-Rei



Bloco Caveiras
Por Gazeta de São João del-Rei . 23/02/2013

O bloco caricato Os Caveiras desfilou revitalizado. Quem não assistia há muito tempo se surpreendeu com o grande número de componentes, os efeitos sonoros, as motos e triciclos como abre alas, a presença de crianças e muita gente conhecida, desfilando anonimamente, é claro.  Um dos integrantes, o são-joanense e superintendente interino do Ibama em Minas Gerais, Marco Túlio, que desfilou ao lado da filha Olga, 11, acha que  se o bloco alternasse samba à receita fúnebre, ficaria ainda mais original. Único do gênero no Brasil o bloco típico que há décadas desfila no Carnaval são-joanense foi homenageado pela Atitude Cultural.

Mais Caveiras
Nas palavras do jornalista são-joanense  Antônio Emílio da Costa (blogs Tencões e Terentenas) “…. o Bloco dos Caveiras é inquietante. Mesmo desprovido de sua dramaticidade e seriedade anterior, fruto dos tempos modernos, mais voltado para o escracho e para o deboche, em meio à cerveja, à cachaça com mel, à batucada e ao som eletrônico que são agora o Reino de Momo, o Bloco dos Caveiras ainda traz flashes de um universo misterioso e sombrio: o outro lado da vida, o mundo obscuro da imaginação, o hades, o limbo, a des-ordem, o caos, o avesso, o antes, o que pode vir depois”. Parabéns aos organizadores, ao presidente Alan Rios e ao veterano integrante, Péricles Pereira de Lima (Neném Meinha), hoje na organização. Entre muitos, estavam lá, Júlio César Rizzutti e o filho Luca, Marcos El-Corab e o e o filho Gabriel, Marcelo Valadão, Emanuel Martins, Márcio Carvalho e o filho Paulo Vitor, José Carlos Neves, Juninho Cordeiro, Alfredo Guimarães e até o prefeito Helvécio Luiz Reis.

Banda Theodoro de Faria brilhou no Carnaval de Antigamente: a nova geração e o maestro Tadeu Nicolau Rodrigues (ao centro) - Foto: Alessandro Carvalho / DivulgaçãoBanda Theodoro de Faria brilhou no Carnaval de Antigamente: a nova geração e o maestro Tadeu Nicolau Rodrigues (ao centro) – Foto: Alessandro Carvalho / Divulgação

***

Carnaval São João del-Rei 300 anos. São João del-Rei Momo. Quanto riso. Oh! Quanta alegria!...
Sempre que é tempo de Carnaval, São João del-Rei bem poderia mudar de nome. Chamar-se São João del Rei Momo, tamanha é a entrega que a cidade se faz à brincadeira, à folia, à fina ironia, ao saudável deboche, à crítica necessária a tudo o que é socialmente instituído, a todos os modelos e construções sociais que regulam a vida do homem moderno. Em muita coisa - e à muita coisa - São João del-Rei subverte, se subverte, se vira pelo avesso, para logo em seguida se reestruturar, se recompor, se reorganizar, resgatando então, ora reforçados e fortalecidos, ora renovados, seus valores tradicionais.
Mas o Carnaval de São João del-Rei não é só isso. Em meio à espontaneidade dos blocos e à esforçada estética das escolas de samba, que a todo custo buscam na linguagem carnavalesca uma didática que torne educativos os seus enredos, uma ideia se destaca. É a Atitude Cultural com o seu Carnaval de Antigamente.
Pode parecer estranho uma entidade tão sedimentada denominar-se "atitude" e um bloco carnavalesco batizar-se de "carnaval", mas não é. O que a Atitude Cultural, por meio do Carnaval de Antigamente, promove é a conscientização de são-joanenses e turistas sobre a riqueza cultural de São João del-Rei: seu patrimônio histórico, seus valores culturais, seus artistas e protagonistas, principalmente ligados ao universo do samba e do Carnaval. Tudo a partir da alegria natural e espontânea, que em outros tempos era a pedra mais brilhante na coroa do Rei Momo.
Em 2013, por exemplo, o Carnaval de Antigamente tem como "enredo" os 300 anos de instituição da Vila de São João del-Rei e, à lembrança deste fato histórico, acrescenta publicamente uma saudação: São João del-Rei, eu te amo! Neste clima, renderá homenagens à mais antiga agremiação carnavalesca de São João del-Rei ainda em atividade - o octogenário bloco / escola de samba Bate Paus.
Certamente, todos os que amam São João del-Rei estarão, na tarde do domingo de Carnaval, no Largo do Rosário, para engrossar o cordão que, entre antigas marchinhas carnavalescas e retumbantes toques de clarins e trombetas, farão ecoar nas pedras da Serra do Lenheiro sua declaração de amor à cidade tricentenária.
Inclusive a lua nova, que todo carnaval brilha vespertina como fina aliança de prata no céu de cetim azul claro para o qual apontam as torres brancas da igreja mais antiga de São João del-Rei. Em silêncio sideral, ela também dirá: São João del-Rei, eu te amo!
Fonte: Blog Tencões e Terentenas . acesso em 05/02/2013

***

Por Gazeta de São João del-Rei . 16/02/2013


***

Carnaval de Antigamente
Por Gazeta de São João del-Rei . 16/02/2013
O Largo do Rosário nunca viu tanta alegria como no último domingo, 10, na matinê do Carnaval de Antigamente. A multidão de foliões evidenciou o sucesso do bloco que começou há sete anos pelo idealismo de Alzira Agostini Haddad e conquistou a preferência de famílias inteiras. O tema 300 anos: eu amo São João del-Rei foi coerente com as homenagens  aos Caveiras e à Bate Paus, agremiações genuinamente são-joanenses. Exposição de fotos antigas homenageou também a saudosa Cenira Rocha, da Escola de Samba Falem de Mim, e aflorou saudades dos carnavais daqueles tempos. O espaço dedicado à confecção de máscaras conquistou as crianças. O charme a mais ficou por conta da fantasia de anjo barroco com a qual as meninas da Atitude Cultural exibiram sua criatividade sem limites. No embalo das bandas Theodoro de Faria, Zé Pereira e Orquestra Popular Livre, a multidão seguiu o corso até o Largo de São Francisco e com gosto de “quero mais” permaneceu na praça muito tempo depois da despedida dos músicos. Sucesso total!
No Carnaval de Antigamente, Esther Neves (Teka) e Cláudio Eduardo de Souza, gerente de Serviços de Distribuição da Cemig, com a filha Júlia, ladeados por Alzira Haddad e Eliane Agostini, da Atitude Cultural - Foto: Walquíria / Divulgação

No Carnaval de Antigamente, Esther Neves (Teka) e Cláudio Eduardo de Souza, gerente de Serviços de Distribuição da Cemig, com a filha Júlia, ladeados por Alzira Haddad e Eliane Agostini, da Atitude Cultural – Foto: Walquíria / Divulgação


***

Carnaval de antigamente é opção para toda família

E finalmente é Carnaval, a data mais esperada pelos foliões durante todo o ano. Mal acaba um, e já é possível ouvir as pessoas falando “tomara que chegue logo o outro”. Mas felizmente essa festa está só no começo e promete muita animação, de várias formas e para todos os gostos.

O corso de carros antigos é um dos destaques da programação do Carnaval de Antigamente - Foto: Mauro Nuno / Divulgação

O corso de carros antigos é um dos destaques da programação do Carnaval de Antigamente – Foto: Mauro Nuno / Divulgação

Quem vai para a folia nos tempos de agora não pensa em como essa festa era antigamente, no tempo em que realmente havia confetes e serpentinas colorindo as ruas. O Carnaval de Antigamente, que já acontece há cerca de cinco anos na cidade, serve para resgatar as memórias e brincadeiras de um tempo de fantasia e ingenuidade. A organizadora do bloco, Alzira Agostini Haddad, mostrou sua admiração pelo trabalho realizado. “É como uma viagem no tempo. É preciso ter o cuidado de fazer um trabalho de pesquisa, de como era a festa de antigamente, para recuperar detalhes e torná-los evidentes. É a preservação da memória”, disse Alzira.

O evento
O bloco que se concentra amanhã, 10, a partir das 16h, no Largo do Rosário, promete resgatar todas as sensações do Carnaval dos tempos dos avós e contará com uma programação intensa, para divertir toda a família. Entre oficinas que ensinarão as crianças a confeccionarem máscaras, encontro de bandas e exposições fotográficas, a presença de animadores como palhaços, malabares, pernas de pau e bonecos gigantes será responsável por trazer a magia para os olhos do público.
Outra opção será a Rua de Lazer que o SESC, em parceria com o SindComércio de São João, irá oferecer para as crianças e adolescentes. “Espaço colorir, oficina de bijuterias e pintura de rosto são mais atrativos que teremos no dia”, afirmou Alzira.
A música fica por conta de três bandas da cidade, que irão reproduzir marchinhas antigas e conhecidas por todos. O projeto Delícias de Antigamente, composto por doceiros independentes, que trabalham e conhecem as receitas mais antigas de doces, leva os doceiros para o Largo, para que eles vendam as delícias que produzem. “Tem pirulito de mel, amêndoas e até beijo quente”, garantiu Alzira.

Exposição
Uma das atrações mais esperadas e importantes para mostrar às pessoas a tradição da festa na cidade é a exposição de fotos antigas de Carnaval. Segundo Alzira, a exposição que também fica disponível permanentemente no portal www.saojoaodelreitransparente.com.br  é oportunidade para que escolas, instituições e até a curiosidade das pessoas tenham acesso a essa parte da história de São João. “Nós recebemos muitos telefonemas, muitas pessoas procurando para oferecer seu acervo de fotos. Percebemos que era essencial tornar essa exposição uma realidade permanente na vida da população são-joanense. Não seria justo guardar um material tão rico como este, sendo que se trata da história de toda a cidade”, disse.
A exposição, que geralmente acontece em uma única edição, contará com dois acervos, de Cenyra Rocha e Theresa Martha Rocha Faleiro; e de João Ramalho. Além de expor fotos, as máscaras de Carnaval do grupo Calanquê estarão expostas e disponíveis para a compra do público.
E como se toda essa programação não fosse suficiente, as pessoas poderão ser divertir na batalha de confetes e serpentinas, e se encantar com o corso dos carros antigos decorados que passarão pelo Largo do Rosário, pelo São Francisco e pela Rua da Prata.

Homenagens
Todo evento realizado pela Atitude Cultural tem um tema histórico e social, e aproveita para reconhecer e valorizar o trabalho de pessoas que são importantes para a cidade. Nesta edição, os homenageados serão o Grêmio Recreativo Escola de Samba Bate Paus, por ser a escola mais antiga da cidade; o bloco Os Caveiras, pela singularidade e pelo sucesso que faz com as pessoas; a memória de Cenyra Rocha, grande colaboradora do Carnaval em São João durante sua vida; e João Ramalho, fotógrafo que dedica sua carreira para registrar o município há muitas décadas.


***

Blocos atraíram milhares de pessoas

Na terça-feira, 12, a frase “todo Carnaval tem seu fim” se transformou em clichê nas redes sociais. Para os foliões, quatro dias de festa foi pouco. “Devia durar uma semana”, comentou o educador Renato Silva, de Belo Horizonte (MG), enquanto fazia maratona para encerrar a festa na maioria dos seis blocos programados na terça-feira, 12. Mas fez ressalvas: “Sorte de quem mora em São João del-Rei. Aqui o calendário foi bem maior, né?”, questionou.
E como. Foram 11 dias de folia ininterrupta com mais de 40 blocos temáticos compondo a programação que integrou o Carnaval das Cidades Históricas em 2013. A expectativa da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), era de que 500 mil visitantes passassem por dez cidades do circuito, incluindo São João del-Rei e Tiradentes. Desse número, quase 10% pode ter se deslocado para os dois municípios. Ainda não há dados concretos quanto ao número de turistas que circularam nesse eixo.
Só o La Playa, que saiu pelas ruas na tarde de segunda-feira, 11, arrastou mais de 25 mil foliões. “O número nos surpreendeu, foi maior do que no ano passado. E a tendência é que essa participação aumente ainda mais”, explicou um dos idealizadores do cortejo, Tutti Fonseca, também responsável pelo Lesma Lerda, que desfilou no pré-Carnaval. “Nesse o público foi bem menor, de 12 mil pessoas. Na época todos estavam receosos com a violência e experimentando como seria o cenário durante a festa em si”, comentou Fonseca, em referência a cinco homicídios registrados na cidade no final de janeiro e no início de fevereiro. Três deles durante o ensaio de uma escola de samba.
A tensão e a desconfiança foram amenizando ao longo dos dias, mesmo com polêmicas perpassando alguns blocos. No Só Não Vai Quem Não Quer, que circulou pelo Bairro Bonfim no domingo, 3, impasse entre polícia, organização e alguns foliões ganhou notoriedade com acusação de desrespeito e incitação á violência de um lado, abuso e agressões militares de outro.
A folia virou caso de polícia, mas na última segunda-feira, 11, o organizador do bloco, Luís Carlos Rodrigues, Guti, amenizou a situação e evitou falar sobre o assunto. “É melhor pensar no que foi bom, no que deu certo. E o Carnaval em São João foi magnífico. Você olha para as avenidas e ruas e vê famílias inteiras desfilando, acompanhando tudo. Eu mesmo saio com meu bebê de 10 meses sem nenhum receio. O município é muito tranquilo e a festa aqui só tem a melhorar. Já estamos pensando em 2014”, disse Guti, também responsável pela Associação de Bandas e Blocos Carnavalescos da cidade.
O Carnaval de antigamente também fez sua parte na festa com o tema “300 anos, eu amo São João del-Rei”. Nos cordões, marcas, homenagens, bonecos, fantasias e marchinhas fizeram a alegria de foliões de todas as idades.

Região
As cidades da região também foram pontos de atração na festa momesca. Em Prados, os desfiles da União Consumidora de Álcool (UCA), que figura no Carnaval da cidade há mais de 50 anos, e do Gato Preto, ganharam destaque. Esse último teve temática voltada à natureza. “A gente passa a vida associando desfiles a São Paulo e ao Rio de Janeiro até descobrir que no interior também é possível fazer um espetáculo desses. Lindo demais”, comentou a publicitária Sandra Limeira, que saiu do Centro-Oeste mineiro para aproveitar o Carnaval no Campo das Vertentes. Ela e uma turma de seis amigos também passaram por Santa Cruz de Minas, a 5km de São João, onde nove blocos garantiram a programação momesca da cidade, além da escola de samba Unidos da Ponte, que voltou à ativa com o tema “Consciência Negra”.
Em Tiradentes, a tradição em eventos de destaque serviu como chamariz para atrair turistas e colocar em prática a ideia de resgatar carnavais antigos. “Sempre ouço falar dos festivais da cidade e imaginei que com o Carnaval não seria diferente. Além disso, o município fica muito perto dos outros e é até difícil escolher o que fazer com tantas opções. Valeu a pena vir pra cá”, disse William Dias.
O prefeito de Tiradentes, Ralph Justino (PV), afirmou que algumas medidas foram tomadas para beneficiar os foliões. “Pela primeira vez fechamos a Rua Direita e enfeitamos para as pessoas poderem brincar o Carnaval. Além disso, as pessoas não podiam parar seus veículos nas ruas históricas. Também criamos uma linha verde que consistiu na rua principal para quem chega pela estrada antiga, seguindo até a rodoviária e finalizando no posto. Nesse local não podia parar carro em nenhum dos lados da pista o que auxiliou na agilidade do fluxo de veículos. Também fizemos cinco novas áreas de estacionamento para atender os visitantes”, destacou o prefeito.
Justino ainda afirmou que o planejamento para a festa momesca de 2014 já vai começar. “Vamos reunir no final de fevereiro com os municípios do Carnaval das Cidades Históricas para criarmos uma associação e definirmos algumas diretrizes para o próximo ano”, disse.

***

São João del-Rei 300 anos . 1713-2013: Compartilhe o seu arquivo de documentos e fotos, colabore e participe desta celebração
Em 2013 São João del-Rei comemora 300 anos e vários artistas, instituições e entidades estão preparando as celebrações ao longo de todo o ano. A Atitude Cultural também participará destas iniciativas através de diversas ações culturais, entre elas o Carnaval de antigamente, a Semana Santa Cultural e o portal São João del-Rei Transparente. E solicita que todas as pessoas e famílias que tiveram o carinho e o cuidado de guardar documentos e fotos antigas de São João del-Rei, que disponibilizem, compartilhem os seus arquivos e passem a integrar o Banco de Imagens e exposições que serão feitas ao longo deste ano. Exemplos de vários arquivos e exposições de antigos carnavais e da cidade já estão no portal wwww.saojoaodelreitransparente.com.br (arquivo de fotos antigas, galerias virtuais, como de André Bello, Jota Dangelo, etc).
É a nossa história contada através de nossos registros antigos e por cada um de nós. Conheçam as várias exposições virtuais sobre São João del-Rei e região que já estão disponibilizadas que tanto contribuem para pesquisas, escolas, universidades, etc, de acervos assinados gentilmente cedidos para este portal. Por tratar-se de  um Banco de Dados e Imagens, todas as informações são registradas interativamente – integrando através de hiperlinks e em rede – ações e pesquisas que estão sendo registrados há cerca de 15 anos.
A coordenadora deste projeto, Alzira Agostini Haddad, reconhece que a contribuição de todos ao longo deste trabalho é que tem garantido a qualidade e quantidade de dados e imagens que já integra o grande acervo digital do site. Ela espera conseguir principalmente neste ano memorável, um acervo bem representativo de arquivos pessoais, institucionais e de famílias, que possam enriquecer ainda mais este mapeamento cultural de São João del-Rei.
Podem enviar os arquivos para alzirah@gmail.com ou ligar para Atitude Cultural (032 3371 1208) para agendar um horário para scanear o material, que será devolvido na mesma hora.  Serão registrados todos os créditos pessoais e de famílias. Na oportunidade, a Atitude Cultural doará cartazes e agendas de São João del-Rei, do projeto Ser nobre é ter identidade para os colaboradores. Conheçam a estrutura, equipe, colaboradores do portal e o acervo digital de dados e fotos, cadastre-se para receber semanalmente a agenda cultural e permanente da cidade e região, mapeamento cultural da cidade. Registre também suas ações e projetos no portal. Participe!
Fonte: Jornal Tribuna Sanjoanense . Janeiro de 2013

***

 

Mais de 500 mil foliões devem passar pelas cidades históricas mineiras a partir deste final de semana. Mas enquanto a festa não começava oficialmente, foram as cidades históricas que passaram pela capital do Estado na quarta-feira, 6. Aliás, uma pequena mostra delas e do que podem oferecer aos turistas em quatro dias de festa momesca.

São João del-Rei e Tiradentes participaram do lançamento oficial do Carnaval das Cidades Históricas em Belo Horizonte - Foto: Carlos Alberto / Imprensa MG / Divulgação

São João del-Rei e Tiradentes participaram do lançamento oficial do Carnaval das Cidades Históricas em Belo Horizonte – Foto: Carlos Alberto / Imprensa MG / Divulgação

No lançamento do Carnaval das Cidades Históricas 2013, em Belo Horizonte, dez municípios integraram a vitrine promovida pelo Governo de Minas. Número crescente em relação ao ano passado, quando São João del-Rei, Tiradentes, Ouro Preto, Diamantina, Mariana e Sabará integraram o grupo. Desta vez, outras quatro cidades foram incluídas na divulgação de roteiros turísticos para a festa: Cambuquira, Caxambu, Lambari e São Lourenço.
Em reunião na capital, a Secretaria de Estado de Turismo contou com representantes dos dez locais para realizar divulgação conjunta de blocos, bailes e atrativos de cada espaço. Para isso, diversas atrações passaram por palco montado na Cidade Administrativa, incluindo a banda de marchinhas da Orquestra Popular Livre (OPL); integrantes da Unidos de São Geraldo; a rainha do Carnaval, Fabíola Silva; bonecos gigantes confeccionados por Mestre Quati e peças ligadas ao Carnaval de Antigamente.
A ideia da Secretaria de Estado do Turismo, ao realizar anualmente o evento, é permitir divulgação conjunta dos pólos atrativos nesta época do ano.
Além disso, mais do que um show de potencialidades e chamarizes, o Carnaval das Cidades Históricas representa a consolidação de compromissos firmados entre o Governo de Minas e as prefeituras na preservação do patrimônio histórico e na consolidação de ações de segurança, por exemplo. “São João del-Rei foi bem representada em todos os sentidos. Pudemos mostrar ao público o que somos capazes de oferecer, que tipo de Carnaval o turista encontra aqui. Foi uma apresentação importantíssima”, explicou o secretário municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Pedro Leão.
E não foi por menos. Além de aproveitar a festa para comemorar e rememorar 300 anos de história com mais de 40 blocos e oito escolas de samba, São João presidirá a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais e deve ser beneficiada, ainda, por investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas (PAC CH). Tudo isso às vésperas de eventos esportivos com grande apelo turístico: Copa das Confederações, em junho; e a Copa do Mundo de 2014.

Tiradentes
Por enquanto, porém, os olhos serão voltados para a folia. E o mesmo vale para Tiradentes. Com previsão de R$150 mil em verbas, o município espera que números de visitantes em eventos como a Mostra de Cinema e o Festival de Cultura e Gastronomia se repitam. “Esperamos que 45 mil pessoas possam circular pela cidade nesses dias e isso significa possibilidade de deslocamento, também, para São João del-Rei. E vice-versa. Daí a importância da boa estruturação e de exposições como a realizada no lançamento do Carnaval das Cidades Históricas. Toda a região ganha”, disse a secretária de Turismo tiradentina, Mariana Cavalcanti.
Em 2013 o município terá como foco o resgate dos carnavais antigos, com marchinhas e decorações de época.

Números
Para este Carnaval, não só nas cidades históricas, mas em todo o Estado, o Governo de Minas garantiu a promoção de campanhas preventivas à saúde, ao patrimônio e, claro, aos foliões.
A matemática nesse sentido é intensa: serão mais de 5 milhões de preservativos distribuídos em todo o território mineiro, além de mais de 1,5 milhão de folders de conscientização e prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).
O policiamento militar também será intensificado, com mais de 30 mil agentes do Estado circulando pelos municípios. Só em São João del-Rei, 140 policiais farão vigília aos foliões nos quatro dias de festa principal e realizaram operações preventivas no período de pré-Carnaval, iniciado na semana passada.

***

Carnaval de Antigamente
Por Gazeta de São João del-Rei em 09/02/2013
O charme, a delicadeza e a criatividade dos carnavais passados, com a roupagem dos novos tempos está no Carnaval de Antigamente. A matinê, a partir de 16h, no Largo do Rosário, tem oficina de máscaras, exposição de fotos antigas do carnaval e já se tornou ponto de encontro de todas as gerações. “É uma alegria ver famílias inteiras se divertindo. Conseguimos resgatar esse carnaval com bandas, fantasias, confete e serpentina” diz a organizadora Alzira Agostini Haddad, da Atitude Cultural, cuja equipe se inspirou nos anjos barrocos das igrejas são-joanenses para a criação da fantasia. O bloco, que caiu no gosto popular, tem entre os diferenciais, jardineira e carros antigos num desfile de corso que segue até o Largo São Francisco. Este ano a homenagem é para a Escola de Samba mais antiga da cidade, a Bate Paus, para o bloco típico Os Caveiras e para a saudosa Cenyra Rocha.  As bandas Zé Pereira, Theodoro de Faria e a Orquestra Popular Livre animam os foliões. Imperdível! Saiba mais no www.saojoaodelreitransparente.com.br

***

Estrutura está pronta para receber os foliões
Por Gazeta de São João del-Rei em 09/02/2013

Som, iluminação, segurança, entre outros, são elementos que compõe a estrutura da maior festa cultural do país. Carnaval é festa e diversão, mas muitas vezes, as pessoas se esquecem do quão trabalhoso é proporcionar à população tanta alegria.
Quem passa pela Avenida Presidente Tancredo Neves já pode ver a estrutura por onde as pessoas assistirão o desfile das escolas de samba hoje e amanhã, 9 e 10.
O secretário de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Pedro Leão, diz que apesar de não ter o orçamento certo para a estrutura deste ano, eles estão trabalhando com base nos gastos do ano passado, que giram em torno de R$600 mil. Para quem olha, o trabalho de montagem das arquibancadas para o Carnaval pode parecer fácil, mas o secretário explicou o processo e disse que “depois de montada, a estrutura que já hávia sido enviada para aprovação dos Bombeiros, como projeto, é novamente vistoriada por eles. Além de passar por sinalização e checagem.”
Segundo Leão, a quantidade de pessoas que a arquibancada da Avenida Presidente Tancredo Neves suporta foi reduzida por questões de segurança e, agora, tem capacidade para 1.080 pessoas. Assim como o camarote, que antes suportava 180 pessoas e neste ano receberá 150.
Ainda segundo o secretário, quem quiser assistir aos desfiles com o conforto da arquibancada terá que pagar um ingresso popular, no valor de R$4. Os ingressos podem ser adquiridos no Teatro Municipal desde a última quarta, 6. Pedro assegura que o dinheiro arrecadado com a venda dos ingressos será inteiramente revertido para a festa. “Usaremos esse recurso para melhorar o conforto do público, como por exemplo, aluguel de bancos para os idosos e alimentação da segurança privada; e também para a compra de materiais usados na estrutura, como cordas e fios”, afirmou.
A Avenida Tiradentes também receberá uma estrutura especial para alegrar os foliões. Na esquina da avenida com a Rua Ministro Gabriel Passos será montado um tablado para apresentações da banda da Orquestra Popular Livre (OPL), que reproduzirá marchinhas tradicionais e inaugurará outras inéditas. A partir de hoje, 9, e até a terça-feira de Carnaval, 12, as pessoas poderão se divertir e relembrar as músicas que embalavam a festa de antigamente, a partir das 21h. Segundo Leão, a escolha do tablado ao invés de um palco se deu pelo tamanho e pela comodidade.

Confira a programação dos blocos
Hoje, 9
Alvorada – a concentração começou ontem, 8, e o término do bloco está previsto para hoje, 9, às 10h;
Bire Saturday – concentração a partir das 20h no Distrito de Rio das Mortes; e saída prevista para 22h;
Raposão – concentração no Largo do Carmo a partir das 13h30 e término às 17h;
Unidos da Cambalhota – concentração no Largo de São Francisco a partir das 13h e saída às 15h30.

Domingo, 10
Trinca-Ação – concentração a partir das 14h, na Praça Eduardo Vale, no Senhor dos Montes; e saída prevista para às 17h;
João Alvarenga – concentração a partir das 14h na Rua Martins Ferreira e saída prevista para às 17h;
Carnaval de Antigamente – concentração a partir das 16h no Largo do Rosário até às 20h;
Unidos da Ponte – concentração a partir das 20h no Distrito de Rio das Mortes e saída às 21h;
Bambu – concentração em Caquende a partir das 15h e saída prevista para às 17h;
Coração Rubro Negro – concentração no Largo do Carmo a partir das 13h30 e saída às 17h30;
Piranhas – concentração a partir das 13h30, no alto das Águas Férreas, e saída às 14h30;
Banda Mole – concentração na Praça Afonso Dali, na Rua Paulo Freitas, a partir das 14h, e saída prevista para as 18h;
Santa Casa – concentração na Rua Antônio Onofre da Rocha, Bonfim, a partir das 14h; e saída às 17h;
Turma da Chácara – concentração na Rua Frei Estevão a partir das 19h e saída às 22h.

Segunda-feira, 11
Birinight – concentração na Rua João Silvério a partir das 20h e saída às 22h;
Vamos a La Playa – concentração na Avenida 8 de dezembro a partir das 13h e saída prevista para às 18h.

Desfile dos blocos na Avenida Presidente Tancredo Neves:
20h – Bloco Sem Compromisso
21h – Recordar é viver
22h – Os Caveiras
23h – Ferverão

Terça-feira, 12
Arroz com Vinagreti – concentração às 12h na Rua Operário Luiz Andrade e saída às 14h;
Bloco do Pantanal – concentração na Rua Getúlio Vargas a partir das 12h e saída prevista para às 16h;
Bloco da Caixinha – concentração na Rua João Magalhães a partir das 14h e saída prevista para às 17h;
Cura Ressaca – concentração na Avenida Trinta e Um de Março a partir das 14h e término às 20h;
Unidos da Ponte – concentração a partir das 20h na Avenida Ernesto Braga, distrito de Rio das Mortes, e saída às 21h;
Birinight – concentração a partir das 15h na área central do Distrito de Rio das Mortes e saída às 21h;
Cachaça Acumulada – concentração na Rua Getúlio Vargas a partir da 1h da manhã de segunda para terça-feira e saída prevista para às 2h.

 

O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados