Publicações

Artigos / Cartilhas / Livros / Teses e Monografias / Personagens Urbanos / Diversos /

Centenário do nascimento de Gastão da Cunha

Faça o download do documento:
Embaixador_Gastao_da_Cunha_e_Sao_Joao_del-Rei_(Algumas_notas_Biograficas)_-_Andre_Guilherme_Dornelles_Dangelo.pdf



Casarão Gastão da Cunha . Semana Santa 2010 . Foto Alzira Haddad

Euclides da Cunha visto através de Gastão da Cunha . Notas de um diário inédito

Alocução proferida em 29 de junho de 1963, no ato inaugural da exposição comemorativa do centenário do nascimento de Gastão da Cunha em São João del-Rei


Seria justificada, neste museu, a comemoração do centenário do nascimento de um filho de São João del Rei que se tivesse distinguido notavelmente na vida pública. Mas a memória do homem que se deliberou homenagear aqui, por meio de uma exposição destinada a evocar os aspectos característicos de sua fascinante personalidade e as etapas de sua carreira luminosa, faz jus ao preito de reconhecimento que lhe é rendido, por títulos excepcionais.

Gastão da Cunha serviu relevantemente, primeiro, à comunidade de Minas Gerais; depois, à comunidade nacional; e, finalmente, à comunidade das nações civilizadas. Carreira de utilidade e benemerência raras, que muito poucos indivíduos, em qualquer país do mundo, terão possibilidade de igualar.

Ao estado e ao povo mineiros ele prestou serviços memoráveis no exercício do ministério público, da magistratura, da administração e do ensino superior: em cada um desses campos sua ação deixou marca fulgurante.

Ao país ele beneficiou com uma obra de valor e cintilação ainda não esquecidas, tanto no Congresso Nacional, quanto em tribunais de arbitramento de litígios de fronteiras com Estados vizinhos e em numerosas missões diplomáticas junto a governos da América e da Europa. Foi um dos deputados mais insignes que já teve o parlamento brasileiro e um dos embaixadores mais capazes e prestigiosos de que nossa diplomacia se pode orgulhar no regime republicano.

À sociedade internacional Gastão da Cunha beneficiou com o papel destacado que exerceu na primeira organização dos Estados soberanos, criada visando à instituição e à garantia assim do equilíbrio, como da equidade nas relações entre todos os povos da terra. Na qualidade de membro da Assembléia e do Conselho da Liga das Nações impôs-se por trabalhos de qualidade e alcance transcendentes, dos quais o de maior repercussão foi o que elaborou, como relator da escabrosa questão sobre a Bélgica e a Alemanha, por motivo dos territórios de Eupen e Malmédy, pronunciamento cujas conclusões mereceram aprovação unânime dos delegados àquele conclave internacional. Sua autoridade e as aptidões extraordinárias que possuía se destacaram ainda mais ao ascender ao posto de presidente do Conselho da Liga das Nações, que lhe proporcionou não só oportunidade de orientar magistralmente as deliberações do órgão ao qual cabia então a suprema responsabilidade de manter o convívio e a paz entre as nações, como também ensejo de proferir alguns dos mais belos e exemplares discursos que já foram pronunciados com o objetivo de sensibilizar a opinião universal.

A menção sumária, feita assim, dos serviços prestados pelo sanjoanense Gastão da Cunha comprova a excepcionalidade de seus méritos e de sua carreira, que a exposição, a ser agora franqueada à população desta cidade, procura evocar, através de documentos originais e imagens elucidativas do homem, de sua família e dos círculos em que agiu.

Penhorou muito aos organizadores desta exposição e a mim, em particular, emocionou extremamente a presença honrosa que nos foi concedida das gentilíssimas netas do grande brasileiro, as sras. Ercília Penido Duarte Guimarães e Elisa Pedido de Almeida Magalhães, acompanhadas do distinto marido da primeira, dr. Jaime Duarte Guimarães. Eles tiveram a generosidade de ceder, para a presente mostra, a quase totalidade do precioso acervo documental aqui apresentado, requintando a benevolência que manifestaram com a deliberação significativa de trazer a esta cidade e a este recinto os dois pequenos bisnetos de Gastão da Cunha, aos quais desejamos augurar, na vida pública do Brasil recuperado e radioso do futuro, carreiras dignas do ilustre bisavô.

Cumpre terminar esta alocução singela por um conceito que, embora adequado às circunstâncias do ato discreto aqui realizado, tenha sentido mais amplo.

A perenidade da pátria mantém-se, acima de tudo, pela memória de seus filhos insignes. São João del Rei forneceu à nação brasileira algumas de suas figuras aureoladas. Gastão da Cunha procurou seguir na esteira alvinitente dos pró-homens da nacionalidade. A exposição, que ora vai ser inaugurada, oferece o exemplo de sua vida e sua obra como inspiração à mocidade de São João del Rei, de Minas Gerais e de todo o país.

Colaboração: André Dangelo . arquiteto

Dr. Gastão da Cunha . Deputado Federal por Minas Geraes
Dr. Gastão da Cunha . Diputado Federal por Minas Geraes (Brasil)Pocas veces se reunen aptitudes morales y aspecto físico en consonancia y perfecto acuerdo com la voz pregonera de la fama. Ya la prensa diaria, repitiendo una y mil veces el renombre del orador, nos habia dicho que el diputado por Minas Geraes se distinguió por un notable discurso sobre matrimonio civil, revelando erudición y talento. Ya otros ecos, también nos hablaron de su actuación fructífera en la legislatura de Minas Geraes, de donde es natural. Y vino... Y lo tratamos; simpático, atrayente, de verba fácil, cautiva á quien le escucha, y seduce, y encanta, por su naturalísimo y fácil trato. Sin pose, sencillo, impulsivo, perspicaz, con ingenio meridional que tiene pronta la réplica en toda discusión, debe ser hábil polemista. Habría que verle en un torneo discursivo. Aqui, sus palabras, llenas de fuego, al visitar nuestra Cámara de diputados, y en sus antesalas, después del general Mitre y de una brillante peroración del representante del Pará, Sr. Serzedello Correa, nos revelaron al tribuno de imágenes bellas, de frase dulce y persuasiva, inquiriendo una -nota brillante- que lá alcanzó, saliendo, en breve oración, del giro convencional de las frases consagradas en estos casos.Entre otros efusivos períodos de amistosa confraternidad de Brasil y la Argentina, hizo resaltar la importancia de la unión de ambos pueblos, y como se previera el alcance futuro de las sesiones del Congresso Ibero-Americano (terminadas al salir este número) expuso elocuoentemente en estas palabras, el vuelo de su pensamiento, y el alcance de sus nobles ambiciones, la paz y la concordia con la unión de los pueblos de idéntico origén é idénticas aspiraciones sociales. En el continente americano todo es nuevo, y una nueva intuición política y social está ahi preparando un nuevo orden jurídico y econónimo, cuya influencia, superior á la de las viejas naciones europeas, impieza á sentirse en estas naciones jóvenes, y con las cuales la cuentan ya en aquellos cálculos de sus gobiernos. Nuevas unidades van surgiendo en el concierto internacional, y las naciones nuevas, á ejemplo de las viejas, sienten la necesidad de aproximarse par ala lucha.Tienen suelo desocupado, inmensas extensiones territoriales, que la superabundancia humana y el movimiento comercial del nuevo mundo miran con codicia; en esas regiones, existe una raza fuerte, varonil, esclarecida, que acepta el concurso de todos, pero que no acepta la supremacia de ninguno. Las fronteras desaparecen para el intercambio del trabajo, pero se yerguen inexpugnables ante el imperialismo egoísta y ávido, metempsícosis, del antiguo cesarismo. La raza latina necesita afirmarse en este continente e nosotros somos de esa noble raza. Hizo votos por que sea permanente la alianza entre los dos pueblos argentino y brasileño, y referiéndose después al princípio de derecho público consagrado por la política internacional argentina, según el cual la victoria no da derechos, dijo que este princípio se hermanaba con otro que contiene la constitución brasileña, según el cual las cuestiones internacionales deben ser resueltas por medio de arbitraje. Agregó después que la naturaleza ha dotado á las dos naciones de productos diferentes, y que esto era una causa más que hacía necesaria la unión de los destinos de ambas llamadas á complementarse mútuamente.

Fonte: jornal argentino . Colaboração André Dângelo

***


O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados