São João del Rei Transparente

Publicações

Efemerides . Jota Dangelo

Descrição

A psicóloga Alzira Barbosa Simões Coelho acaba de dar um presente à cidade: fez publicar em nova edição o minucioso trabalho de José Victor Barbosa, de 1930, intitulado "São João del-Rei através de suas efemérides". A obra original, impressa na "Typographia da Casa Assis", registra fatos e acontecimentos relevantes ocorridos entre 1684 e o dia 25 de abril de 1930. Cuidadoso, o historiador coloca, depois de 1684, a data de 1702, seguida de interrogação, para registrar a fundação do arraial do Rio das Mortes por Tomé Portes del-Rei, no que acerta, já que é impossível documentar a data exata em que isto ocorreu. Já a data final da obra, 25 de abril de 1930, registra "a inauguração official do Grêmio Theatral Américo dos Santos".

O resgate desta publicação tão antiga, raridade de colecionadores, material cuidadosamente guardado por historiadores sanjoanenses, estava fazendo falta às novas gerações que se interessam pela história de nossa cidade e região. As curiosidades acumulam-se nas páginas do pequeno opúsculo e é um deleite inteirar-se delas numa leitura agradável e, quase sempre, pitoresca, vistas com os olhos do presente. Abundam os exemplos: "em 18 de junho de 1853, a lei 658 autorizou a Câmara Municipal a contrair um empréstimo de dez contos para a "factura de um caes"; "no dia 18 de junho de 1842 as Câmaras Municipais de São João del-Rei e São José del-Rei aderem ao movimento revolucionário da Província"; "no dia 6 de setembro de 1842, acompanhado de seu Estado Maior, o General Caxias passa por São João del-Rei, a caminho do Rio de Janeiro e procedente de Ouro Preto"; "em 3 de outubro de 1853 o Ministério do Império concede à Santa Casa de Misericórdia de São João del Rei o benefício de uma loteria anual, pelo prazo de dez anos".

A nova edição das "Ephemerides" inclui também fotos antigas da cidade e, mais curiosos, alguns anúncios de casas comerciais que eram publicados nos jornais da época. Por eles ficamos sabendo, por exemplo, da existência da Fábrica Santa Helena, fabricante das Méias Poly que conquistaram a Medalha de Ouro na Exposição Internacional do Centenário, 1922, e anunciavam "o perfeito fabrico de meias de seda, fio de Escossia e mercerizadas"; ou do Bazar Japonez, onde podia-se comprar "bolas e pertences de foot-ball"; ou as ofertas do Instituto Padre Machado, fundado em 1921 por Antônio de Lara Resende: "não cuida só da instrucção, e sim da Educação sob o tríplice aspecto moral, intellectual e physico – adopta o excellente Regime de Educação em Família, residindo o Director no próprio estabelecimento – é colégio pequeno, que não aceita mais de 70 alumnos internos – ministra instrucção militar e fornece carteira de reservista – exige contribuições muito módicas".

Alzira Barbosa acertou em cheio. O resgate destas publicações, hoje nas estantes de alguns poucos historiadores, é uma necessidade. São lacunas que a Internet não consegue preencher e nenhum Google tem sequer conhecimento.

Fonte: Gazeta de São João del-Rei

Compartilhar Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA DE SÃO JOÃO DEL-REI.
Contribua ajudando-nos a atualizar dados, ações, leis, agenda cultural etc. Todos os créditos serão registrados.