Pesquisas

O trote na UFSJ – Universidade Federal de São João del-Rei

Pesquisa

O RESULTADO

Participaram 384 alunos (calouros), e este foi o resultado:

Primeira pergunta:

Como foi o trote que você recebeu?

Muito desagradáve l28%
De mau gosto 31%
Cordial l26%
Criativo 13%

Segunda pergunta:

Você acha que o trote deveria continuar?

44% optaram pela extinção da prática do trote
56% foram favoráveis pela sua permanência.

Terceira e última questão

Foi socitado, caso o aluno fosse favorável a continuação do trote, idéias e sugestões. Para efeito da pesquisa relacionamos as sugestões que apareceram com maior frequência:

- Grande festa de boas vindas, acolhimento, integração, confraternização e recepção entre veteranos e calouros
- Torneios entre os alunos, gincanas,competições criativas
- Trote mais organizado e participativo
- Reverter a criatividade dos alunos para reais benefícios para os calouros e a sociedade
- Doação de sangue
- Pagar prendas
- Trote cultural, educativo, com oficinas para integrar o aluno, shows, semana cultural, aluno tocar instrumentos, cantar ou recitar poemas
- Ritual cordial, com alegria e bom humor
- Sem agressões como lamber língua de vaca, pedir esmolas, etc.
- Arrecadar coisas para o curso ou para a faculdade
- Tour pela UFSJ – Universidade Federal de São João del-Rei com orientações sobre sua estrutura, tour pela cidade
- Palestras sobre a realidade de SJDR, para integrar mais o aluno com a comunidade
- Formar comissão de trote trotes sem agressões físicas ou morais, menos humilhantes e violentos, limites para as brincadeiras
- Trote solidário de caráter social e filantrópico: ajuda à instituições e entidades carentes, doação de alimentos, material escolar, roupas, livros, dinheiro, remédios, brinquedos (desde que se saiba sobre seu destino)
- Técnicas de desenvolvimento interpessoal, dinâmicas de entrosamento
- Plantio de árvores
- Respeito à opção do aluno quando não quer participar do trote, mais respeito e moderação nas brincadeiras
- Concurso de idéias para um trote mais artístico e humano
- Deveria se estender para as ruas, ter a participação dos professores

Alguns alunos se manifestaram a favor do trote tradicional.

Histórico

Nos anos 60, no Brasil, o trote foi uma contestação social, os calouros eram convidados para manifestações a favor de reformas de base ou em defesa da universidade pública, em 68 o trote foi reprimido e houve a degeneração de sua versão cultural para a violência de hoje.(Paulo D.Fraga, 1998)

Nos meses de junho e agosto de 1999 foi feita uma pesquisa com os alunos calouros da UFSJ – Universidade Federal de São João del-Rei, para se fazer o levantamento sobre a questão do trote na instituição. A pesquisa foi realizada por Alzira Agostini Haddad e Alzira Barbosa, na época da pesquisa, alunas do curso de psicologia; sob a supervisão da prof. Nivalda Carvalho de Freitas. Contou-se com a participação do DCE e SEAPE e foi realizada nos dois Campi com o objetivo de apurar a opinião e as sugestões dos alunos sobre o trote na instituição.

Coordenação

Nivalda Carvalho de Freitas

Realização

Alzira Agostini Haddad  
Alzira Barbosa

***

Trote Solidário nesta sexta-feira no Santo Antônio

Acontece nesta sexta-feira, 2, às 19h, no campus Santo Antônio, o 3° Trote Solidário promovido pelo Programa de Educação Tutorial (PET) de Materiais e Inovação Tecnológica e pelas empresas juniores Ômega Júnior, Sempre e EJEL. “Desde 2009 a UFSJ proíbe o trote dentro ou fora da instituição, como uma forma de proteger os calouros contra possíveis aborrecimentos, danos morais ou físicos, nos casos mais extremos. Porém, o trote ainda vinha acontecendo, muitas vezes defendido como uma oportunidade de integração entre calouros e veteranos” contou o aluno de Engenharia Mecânica e integrante do PET, Lucas Carvalho.
O Trote Solidário reunirá todos os calouros do Campus Santo Antônio. “Um trote consciente, bem organizado, em um ambiente de descontração e de grande responsabilidade social”, promete Lucas. Farão parte os cursos de: Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção, Matemática e Ciências Econômicas. “Nada de sujeira nas ruas e constrangimento para os calouros, eles irão recolher alimentos não perecíveis e materiais de limpeza por diversos bairros da cidade e esses materiais serão posteriormente doados a instituições filantrópicas da região” explica Lucas.
A concentração será no teatro do campus Santo Antônio, os calouros serão instruídos e divididos em grupos para andar pela cidade buscando os donativos. ”Se você é calouro, venha participar e mostrar seu lado solidário. Além disso, os que mais se empenharem na arrecadação de alimentos ganharão prêmios, como bolsas para cursos de capacitação profissional na Compuway e de idiomas no programa de extensão da UFSJ, o Expressions. Também haverá sorteio de ingressos para a festa de acolhida que ocorrerá ao lado da piscina do campus Santo Antônio no sábado 03/03. E se você é veterano, venha também se solidarizar com os mais carentes. Você ajuda na organização do trote e também se familiariza com seus novos colegas” convida Lucas.

Fonte: www.ufsj.edu.br . 03/2012

***

Mais informações
Veterano pode ter de pagar R$ 100 mil por trote violento
Lei que Proíbe o Trote nas Universidades, Faculdades e outros estabelecimentos de ensino nas vias públicas municipais de São João del-Rei


O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados