São João del-Rei | Tiradentes | Ouro Preto
Transparentes

ser nobre é ter identidade

Publicações

Tipo: Artigos | Cartilhas | Livros | Teses e Monografias | Pesquisas | Lideranças e Mecenas | Diversos

Escopo: Local | Global

 

Terezinha Sacramento Viriato . Integrante da Orquestra Lira Sanjoanense desde 1942

Descrição

Com 10 anos, D.Terezinha Sacramento Viriato, são-joanense,  começou a cantar na Orquestra Lira Sanjoanense, fundada em 1776.  Foi aluna do professor Agostinho Mateus de Assis, que dava aulas gratuitamente, ensinando e traduzindo o latin.
Era criança e viajava para cantar na Semana Santa com a Orquestra para Ouro Preto e São João Nepomuceno, alternadamente durante seis anos. 

Viajavam também para concertos em Belo Horizonte, Barbacena, Juiz de Fora, Brasília, Cabo Frio  - diversas cidades de Minas Gerais e outros estados, levando a música sacra de compositores são-joanenses das novenas de Nossa Senhora de Boa Morte, Nossa Senhora do Rosário, Nossa Senhora das Mercês.
Foi professora na extinta Companhia de Estanho de São João del-Rei, onde dedicou sua vida aos alunos por 15 anos. Esta empresa tinha como presidente Dr. Martin e como diretor o Dr. Pierre Cartianu, sediada em Nazareno. Dava aulas para os filhos dos funcionários da empresa e dedicava-se também ao teatro e ao folclore, tendo preparado uma Festa Junina com os alunos, que contou com a presença do Governador Rondon Pacheco. 

Escreveu, dirigiu e apresentou a opereta "O castigo da Bruxa", "O circo no interior", entre outras.
Auto-didata, aprendeu a tocar órgão para ensinar e acompanhar as crianças da escola no ensino do canto. Toca este instrumentos na Catedral Nossa Senhora do Pilar e em diversas igrejas da cidade.
Consira-se realizada, pois a Orquestra sempre fez parte de sua vida. 
O Regente Pedro de Souza, filho do grande compositor João Feliciano de Souza, dentista formado que trabalhava na Receita Federal, dedicava-se de corpo e alma 'a Orquestra. 

Recebeu a homenagem de Honra ao Mérito da diretoria da Orquestra Lira Sanjoanense, composta pelo presidente Roberto Sade, secretária Lúcia Lourdes Lara e Aluízio José Viegas, diretor regente, reconhendo sua valiosa participação como integrante da entidade, procurando sempre elevar-lhe o nível e o conceito artístico como sociedade musical cultora da Música Sacra, como registra em seu diploma, no dia 29 de agosto de 2009, na sede social da entidade.

Cadastre lideranças engajadas, sua ação sociocultural, seu projeto, produto, entidade, pesquisa, agenda cultural etc - contribua, complemente, ajude a atualizar, curta e compartilhe!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Instagram Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA MUNICIPAL | CADASTRE GRATUITAMENTE A SUA AÇÃO SÓCIOCULTURAL