São João del Rei Transparente

Publicações

Festa do Divino revela transformação social . Antônio Emílio da Costa

Descrição

O Jubileu do Divino Espírito Santo, tal qual é realizado na Paróquia de Bom Jesus de Matosinhos, em São João del Rei, este ano no período de 21 a 31 de maio, além de sua finalidade religiosa e de seu caráter cultural, é expressão de avançada evolução sociocultural, por congregar e integrar manifestações tão diversificadas. Aliás, diversidade é atualmente uma das palavras de ordem mais proclamadas, porque significa valorizar e incentivar o convívio harmonioso entre diferentes, sejam pessoas, culturas ou opiniões. Recusar ou resistir à diversidade é abrir caminhos para a intolerância, ameaça perigosa para a solidariedade e para a paz.

A programação da Festa do Divino 2009 não deixa dúvidas que a celebração promove a união e a igualdade, ao garantir a participação das mais diversas organizações, segmentos, categorias, grupos, comunidades, bairros, muitos dos quais com linguagens e formas de expressão muito peculiares. Tão particulares que, em outros tempos, até seriam consideradas incompatíveis e antagônicas, o que impossibilitava acontecerem no mesmo tempo e no mesmo espaço. Ainda mais se tratando de tempo e espaço sagrados, controlados por grupo detentor e a serviço da ideologia dominante.

Cortejo, missa tradicional, toques de caixa, rasoura, romarias, folias, missa inculturada com elementos afrodescendentes, procissão, congada, missa solene, capoeira, bênção do Santíssimo Sacramento, folclore, coroação dos imperadores, Pastorinhas do Menino Jesus. Esta mistura seria possível em uma sociedade que não fosse evoluída? Com certeza não aconteceria em ambientes sociais onde prevalecessem limites rígidos de mobilidade e diálogo.

Mais do que a crescente e notória recuperação econômica de São João del Rei, talvez não seja exagero dizer que este seja, nos dias de hoje, o mais importante avanço ora vivenciado em nossa setecentista cidade: a relativa - mas crescente - flexibilidade social. Principalmente por se tratar de uma cidade tradicional, matriz e pilar da identidade mineira, surgida na mais turbulenta ambiência de brutalidade do período colonial, como a História prova terem sido as minas de ouro no século XVIII. Mas os tempos mudaram...

Avanço grande. Humanismo. Diversidade. Democracia. Tolerância. Pluralidade. Respeito. Sabedoria. Evolução. Estes são legados que o Divino Espírito Santo ano a ano fortalece, ao nos mostrar, em sua festa, quão longe vai o tempo em que se usava, com o indicador em riste, perguntar: você sabe com quem está falando?

*Sanjoanense, é jornalista, com especialização em Gestão da Comunicação Organizacional (USP), especializando-se para Docência em Turismo pela Universidade de Brasília

Fonte: Gazeta de São João del-Rei
Compartilhar Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA DE SÃO JOÃO DEL-REI.
Contribua ajudando-nos a atualizar dados, ações, leis, agenda cultural etc. Todos os créditos serão registrados.