São João del Rei Transparente

Melhores Produtos e Serviços

Minas Gerais é o primeiro estado a obter denominação de origem para produção de própolis verde

Descrição

Minas Gerais estabeleceu no mês de maio a primeira denominação de origem para a própolis verde no Brasil, através da Portaria nº 1.138 de 2011 do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA). Cento e dois municípios mineiros localizados em áreas de produção dos associados da Federação Mineira de Apicultura (Femap) compõe a região da Própolis Verde. A denominação de origem é uma certificação que reconhece produtos cujas qualidades ou características se devem essencial ou exclusivamente, ao meio geográfico, incluindo os fatores naturais e humanos, e cuja produção, transformação e elaboração ocorrem numa área geográfica delimitada. A denominação é considerada como indicador de preferência no sistema comercial nacional e internacional. O diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, explica que o objetivo deste reconhecimento é de agregar valor ao produto, tipificando-o para a exportação e valorizando o potencial brasileiro. 

“A denominação de origem vai trazer desenvolvimento para a região, que poderá beneficiar o produto e garantir a qualidade”, afirma. A região da Própolis Verde é caracterizada pela alta presença de alecrim do campo. Esta planta é responsável pela secreção de substâncias que são aproveitadas para produção da própolis verde. 

Os produtores inseridos na região deverão submeter-se aos controles regulamentados pela Femap e IMA. Antibiótico A própolis é considerada um antibiótico natural e é muito utilizada no combate a enfermidades causadas por micro-organismos. Atualmente, a própolis produzida em Minas Gerais é comercializada, em sua maior parte, em países asiáticos. Os municípios contemplados com a denominação de origem são: Abaeté, Alvinópolis, Acaiaca, Alto Caparaó, Andrelândia, Antônio Dias, Arcos, Bambuí, Barbacena, Barão de Cocais, Barra Longa, Bela Vista de Minas, Belo Horizonte, Belo Oriente, Belo Vale, Betim, Bias Fortes, Boa Esperança, Bom Despacho, Bom Jardim de Minas, Bom Jesus do Amparo, Bonfim, Brumadinho, Cabo Verde, Cachoeira da Prata, Caetanópolis, Caeté, Campanha, Campo Belo, Campos Gerais, Candeias, Caratinga, Carmo da Mata, Carmo do Paraíba, Carvalhos, Catas Altas, Catas Altas da Noruega, Caxambu, Cláudio, Coluna, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Coronel Fabriciano, Cristiano Otoni, Crucilândia, Curvelo, Cruzeiro da Fortaleza, Diogo de Vasconcelos, Dionísio, Divinópolis, Dom Joaquim, Dom Silvério, Entre Rios, Esmeraldas, Ferros, Florestal, Formiga, Guaraciaba, Guimarânia, Guaxupé, Ibirité, Ipatinga, Itabira, Itaguara, Itamonte, Itapecerica, Itatiaiuçu, Itaúna, Jaboticatubas, Jeceaba, João Monlevade, Lagoa Santa, Lamim, Mariana, Marliéria, Mateus Leme, Matias Barbosa, Matipó, Matozinhos, Moeda, Muzambinho, Nepomuceno, Nova Lima, Nova Era, Nova União, Oliveira, Ouro Branco, Ouro Preto, Pará de Minas, Passa Quatro, Passos, Passa Tempo, Patos de Minas, Patrocínio, Piedade do Rio Grande, Pimenta, Piracema, Pitangui, Piumhi, Ponte Nova, Prados, Presidente Bernardes, Resende Costa, Rio Manso, Rio Vermelho, Ritápolis, Sabinópolis, Santa Bárbara, Santa Rita de Caldas, Santa Rita do Ibitipoca, Santana do Jacaré, Santa Luzia, São Gonçalo do Rio Abaixo, São Gonçalo do Sapucaí, São João del-Rei, São José da Varginha, São Pedro da União, São Tiago, Senhora de Oliveira, Timóteo, Três Corações, Três Pontas, Varginha, Vespasiano e Viçosa.

Fonte: Agência Minas
Compartilhar Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA DE SÃO JOÃO DEL-REI.
Contribua ajudando-nos a atualizar dados, ações, leis, agenda cultural etc. Todos os créditos serão registrados.