São João del-Rei | Tiradentes | Ouro Preto
Transparentes

ser nobre é ter identidade

Melhores Práticas

Projeto Conspiração Gastronômica: culinária e produtos regionais

Descrição

Projeto “Conspiração Gastronômica" divulgará culinária e produtos regionais

São João del-Rei que se prepare para a nova leva de turistas que poderá vir prestigiar a culinária local. No que depender do projeto Conspiração Gastronômica, os queijos, doces, legumes e pratos típicos serão apreciados por um número cada vez maior de pessoas de todo -país, e – por que não? – do mundo.
A Conspiração Gastronômica, cujo nome remete à ideia de que mineiro não conversa, conspira, foi apresentada à cidade no da25 de maio, no auditório, do 38º Batalhão de Polícia Militar.
Na ocasião, os três responsáveis pelo projeto se reuniram com produtores regionais e demais interessados, para divulgaras propostas por trás da empreitada e, desde já, captar sugestões que possam vir a ser usadas.

O projeto
Lançada na 2ª Feira de Fórum de Gastronomia Mineira, realizada e Belo Horizonte em abril deste ano, a Conspiração é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que visa divulgar a culinária regional mineira, bem como incentivar o pequeno produtor rural e, claro, o turismo em cidades que ofereçam bons produtos gastronômicos – fazendo com que o turista permaneça por mais tempo nestes locais.
O projeto, que já conta com o apoio do Ministério do Turismo, é dividido em seis pólos – Montes Claros, Ouro Preto, São Lourenço, Cataguases, Diamantina e agora passa por São João del-Rei. Atualmente, a Conspiração está em fase de mapeamento, buscando na região os produtos com potencial de qualidade e sabor a serem usados pela OSCIP.

Objetivos e idealizadores
De acordo com o secretário municipal de Cultura, Turismo e Lazer, idealizador do tradicional Festival de Gastronomia de Tiradentes e uma das mentes por trás da Conspiração, Ralph Justino, essa será a oportunidade de mostrar o todo o país a força culinária presente em Minas Gerais. “Tiradentes, que sempre foi conhecida pelo contexto histórico, hoje é muito conhecida pela gastronomia que o Festival ajudou a divulgar. Queremos fazer isso em outras cidades, também”, afirmou.
Segundo o chef e criador do Comida di Buteco, Eduardo Maya, outro dos três “conspiradores” como os próprios se denominam, as expectativas são as melhores possíveis. “Assim como no Comida di Buteco, nós queremos divulgar a região. Temos o problema de ainda preferir muitas coisa que vem de fora. Muitas vezes temos vergonha de trazer um convidado em casa e oferecer um cozido de galinha caipira. É essa vergonha que temos de perder”, observou.
Já o terceiro dos conspirados, o chef e responsável pelo Guia Sabores de Minas, Eduardo Avellar, ressaltou outro dos objetivos da Conspiração Gastronômica. Sendo Avellar, trata-se e um modo de acrescentar um toque moderno e sofisticado à cozinha mineira. “Será trabalhado, com os produtores, meios de deixar a comida mais suave, saborosa e sofisticada, mas sem perder, é claro, a originalidade, as raízes”, ressaltou o chef.

Fonte: Folha das Vertentes, 2ª quinzena de Junho de 2011

Cadastre lideranças engajadas, sua ação sociocultural, seu projeto, produto, entidade, pesquisa, agenda cultural etc - contribua, complemente, ajude a atualizar, curta e compartilhe!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Instagram Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA MUNICIPAL | CADASTRE GRATUITAMENTE A SUA AÇÃO SÓCIOCULTURAL