Melhores Práticas - Ação

Garis criam biblioteca popular a partir de livros que recuperaram do lixo na Turquia

Texto
Garis criam biblioteca popular a partir de livros que recuperaram do lixo

Garis criam biblioteca popular a partir de livros que recuperaram do lixo na Turquia. Iniciativa já conta com mais de 6.000 obras. A coleção cresceu tanto que a biblioteca hoje empresta livros para escolas, programas educacionais e prisões
garis biblioteca turquia
 

Gabriela Glette, Balaio do Bem

Catadores de lixo estão acostumados a se deparar com inúmeros objetos em boas condições jogados no lixo. Roupas, móveis, alimentos em bom estado e livros, muitos livros. Tanto conhecimento sendo jogado fora, quando poderia servir para outras pessoas. Foi a partir deste questionamento que um grupo de garis turcos criou uma biblioteca popular com obras que recuperaram do lixo. Hoje a iniciativa já possui mais de 6.000 livros, incluindo uma seção infantil.

 

A biblioteca está aberta ao público desde dezembro de 2017, na cidade de Ancara. Tudo começou quando o trabalhador de saneamento Durson Ipek encontrou um saco de lixo repleto de livros em bom estado. Em seguida, ele e outros colegas começaram a recolher todos os livros que encontravam nas ruas e que eram destinados a aterros sanitários e, à medida que a coleção crescia, as pessoas começaram a procurá-los para fazer suas doações.

 
 

Inicialmente, a biblioteca tinha apenas 200 livros, mas logo se transformou em um paraíso dos amantes da literatura. Localizada em uma fábrica de tijolos vazia na sede do departamento de saneamento onde os garis trabalham, antes ela era disponível apenas para uso dos funcionários da empresa e suas famílias, mas o acervo cresceu e a biblioteca foi aberta ao público em 2017.

Para que tudo isso fosse possível, eles contaram com a ajuda do próprio prefeito Alper Tasdelen. “Por um lado, havia quem estivesse deixando esses livros na rua. Por outro lado, outros estavam procurando por esses livros”, explica. Segundo ele, desde o início a ideia ganhou o apoio do público. “Começamos a discutir a ideia de criar uma biblioteca a partir desses livros. E quando todos apoiaram, este projeto aconteceu”, afirma.

Frequentemente lotada, a biblioteca possui um lounge, salas de leitura, tabuleiros de xadrez e até mesmo um café. Com o volume de visitantes, a prefeitura precisou contratar um funcionário em tempo integral para gerenciar o espaço.

 
 

Curiosamente, não são apenas os livros que foram encontrados no lixo, mas também todos os móveis e objetos de decoração. A coleção cresceu tanto que a biblioteca empresta livros para escolas, programas educacionais e prisões. “Professores de escolas de vilarejos de toda a Turquia estão solicitando livros”, disse o gari orgulhoso em ver o sucesso de seu empreendimento. E as pessoas ainda afirmam que os livros estão morrendo!

Fonte: Pragmatismo Político . 2021

 

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto e coordenação: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados