São João del-Rei | Tiradentes | Ouro Preto
Transparentes

ser nobre é ter identidade

Melhores Práticas

Prados, Vila Carassa e Bichinho

Descrição

Galeria Virtual Prados, Vila Carassa e Bichinho

Mais informações:

Prados . Minas Gerais . Brasil
Situada na região de Campos das Vertentes, a cerca de 190 km da capital mineira, Prados conserva belas e antigas construções setecentistas que transportam o seu visitante direto ao século XVIII.
Suas tortuosas ruas abrigam anosos casarões e igrejas coloniais da época do circuito do ouro e da escravidão. O Casarão de Dona Hipólita lembra a primeira mulher a integrar o grupo dos Inconfidentes.
A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição possui o interior em estilo rococó, contrastando com a sobriedade de sua fachada. Seus opulentos altares dourados misturam-se a figuras bíblicas. 
Com uma grande diversidade de flora e fauna, o mais belo cartão postal da cidade de Prados é a imponente Serra São José.  Com 12 km de extensão marcados por cerrado, mata atlântica, campos rupestres e escarpas, a serra se tornou uma Área de Preservação Ambiental (APA).
O carnaval, o Boi Mofado, a Semana Santa, a Festa do Pradense Ausente, o Festival de Música, entre outros, fazem parte de um tradicional acervo cultural que a cidade se orgulha de conservar até hoje. Recheadas de muita animação e entusiasmo, as festas envolvem todos os turistas que passam por lá.
Fonte: Instituto Estrada Real, acesso em 05/08/2013

Vitoriano Veloso (Bichinho) . Prados . Minas Gerais
O distrito de Vitoriano Veloso (Bichinho) pertence a cidade de Prados desde 1938, e é conhecido também pelo sugestivo nome de “Bichinho”, um povoado que se formou com a descoberta de ricas lavras de ouro nos princípios do século XVIII. O nome atual é uma homenagem ao inconfidente Vitoriano Gonçalves Veloso, negro, escravo alforriado e alfaiate que nasceu e viveu na região. Ele era vizinho e compadre de D. Hipólita, a única mulher a participar ativamente no movimento revolucionário (Inconfidência).
A Igreja de Nossa Senhora da Penha (foto acima) revela as origens setecentistas do distrito. Sua construção foi iniciada por volta de 1732, sendo concluída somente em 1771. As torres foram acrescentadas no início do século XX. Sua fachada simples não evidencia a riqueza de seu interior, dominado por belíssimas pinturas em estilo rococó. A ornamentação pictórica é atribuída a Manoel Victor de Jesus, que soube valorizar, sobretudo, os forros e púlpitos da igreja.
Hoje, o povoado é uma seqüência de casas antigas que servem tanto como residências quanto como oficinas, ateliês, lojas de artesanatos. Sem falar na produção artesanal de doces, tradição que é passada de geração em geração.
Bichinho se orgulha de ser uma das grandes concentrações de artesãos do Circuito Trilha dos Inconfidentes. A criatividade e simplicidade desses artesãos chamam a atenção dos visitantes. As peças e pinturas nascem do aproveitamento de material de demolição, madeira, ferro, lata, plásticos e tecidos de algodão. A qualidade das peças é que garantem as exportações para vários estados do país e até para o exterior.
Móveis, telas, bordados, fuxicos, crochês, tapetes, esculturas e adornos em geral estão por toda a parte. O histórico povoado fica a 7km de Tiradentes, com acesso pela estrada de terra que liga esta cidade a Prados (12km) e que proporciona um visual encantador da Serra de São José.
Fonte: Tiradentes.Net, acesso em 05/08/2013

Artesanato da Vila Carassa . Prados

A Vila Carassa, do município de Prados (MG) é um celeiro de grandes artistas. O forte da região é o artesanato em madeira, com lindas esculturas, principalmente de animais.


A Vila Carassa  é conhecida nacional e internacionalmente como polo de lojas de artesanato em madeira, mas nem sempre foi assim. Foi um caminho longo traçado à base de muito esforço e perseverança.
Ainda lá, no início dos anos 80 , uma época em que o turismo na região era pouco difundido, Juca e seus familiares construíram um pequeno galpão em um terreno baldio afastado da cidade onde começaram seus trabalhos. Vieram outros familiares e construíram outros galpões. Com o tempo vieram outros artesãos de outras famílias, até que se formou uma verdadeira vila.
Os artesão se organizaram, investiram em divulgação e hoje a Vila Carassa é uma realidade, que se tornou um ponto turístico, parada obrigatória de todos que visitam Prados e as cidades históricas no Campo das Vertentes MG. (Fonte: www.artesanato5irmaos.art.br)

Alguns artesãos:

. Artesanato Cinco Irmãos

José Firminiano de Andrade (Juca) . 032 8431 1388
Ricardo . 032 8412 2154
Telefones: 032 3353 6404 . 032 3353 6743
www.artesanato5irmaos.art.br
ricardo@artesanato5irmaos.art.br

. Valdir Gomes Ribeiro . artista em madeira
Telefones: 032 3353 6838 . 032 8441 5617

. Atelier João Julião
Telefones: 032 3353 6702 . 032 8421 2993 (Marlene) . 032 8468 0765 (João Julião)

. Artes Carassa . Artesanato em madeira
Irmãos Guto e Tiago
Telefones: 032 3353 6840 . 032 3353 6357
032 9922 0345 . 032 8426 2536 (Guto)
032 84153440 (Tiago)
gutoprados@ibest.com.br
www.gutoprados.art.br

***

Restauração do forro da Matriz de Nossa Senhora da Conceição . Prados

O Ministério da Cultura concedeu mais prazo para a reforma do forro da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Prados, Campo das Vertentes. De acordo com o padre Dirceu de Oliveira Medeiros, pároco da matriz, as obras deveriam ter sido encerradas no último dia 31 de dezembro. Por causa do estado das madeiras do teto da igreja, o prazo para a restauração teve que ser dilatado. "O estado do forro era tão ruim que tivemos que solicitar ao MinC uma dilatação do prazo e conseguimos mais tempo para concluir a restauração. As obras devem terminar até o dia 31 de março", afirmou.
A restauração, ainda segundo o religioso, também pode colocar em destaque a história do pintor Bernardo Pires, que teria atuado na região no século XVIII em igrejas de Ouro Preto e Congonhas. De acordo com o artista plástico Carlos Magno de Araújo, existe a suspeita de que a pintura original do forro da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, tenha sido obra do autor.
"Essa é uma igreja muito importante para Minas Gerais. Sua construção data do início do século XVIII. Possui obras de artistas importantes como o escultor Manoel João Pereira e dos pintores Joaquim José da Natividade e Manuel Victor de Jesus. Recuperando a igreja, recuperamos uma importante parte da história e do patrimônio cultural do Brasil", disse.
As obras não estão atrapalhando a rotina dos fiéis. As missas e novenas continuam acontecendo normalmente. De acordo com o pároco, também foram feitas restaurações com recursos do dízimo pago pelos fiéis da própria cidade não só da Matriz, mas também da Capela de Nossa Senhora do Rosário.
"Temos um sentimento de muita satisfação e alegria em ajudar a recuperar parte da cultura e da arte da cidade. Acredito que o belo também pode nos conduzir ao divino. É um privilégio poder contribuir para que a Casa de Deus tenha um ambiente digno, belo e preservado", afirmou.

As obras de restauração do forro da Matriz de Nossa Senhora da Conceição começaram em março de 2007. A recomposição da pintura original do forro e tratamento das madeiras que estavam sendo corroídas por cupins foi orçada em R$274.594. Os recursos, de acordo com o pároco, são da Cemig, que repassou a verba por meio da Secretaria de Estado de Cultura, conforme a Lei do Mecenato.
"O forro da nave da igreja é do século XVIII e estava muito descaracterizado. Sofreu duas pinturas, uma em 1910 e outra em 1954. Com a restauração, vamos poder conhecer a pintura original que é anterior a essa data. Não há ninguém vivo em Prados que tenha visto essa pintura original. Graças à obra, vamos recuperar parte dessa história", afirmou.  

Cemig . Governo do Estado de Minas Gerais . Ministério da Cultura
Entrega da Restauração o Forro da Matriz

Cadastre lideranças engajadas, sua ação sociocultural, seu projeto, produto, entidade, pesquisa, agenda cultural etc - contribua, complemente, ajude a atualizar, curta e compartilhe!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Instagram Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA MUNICIPAL | CADASTRE GRATUITAMENTE A SUA AÇÃO SÓCIOCULTURAL