Organização

Universidade Federal de São João del-Rei . UFSJ

Endereço
Praça Frei Orlando, 170, Centro, São João del-Rei, Minas Gerais, CEP: 36307-352  
Telefone
(32)3379.2376 (Reitoria)  
Email
reitoria@ufsj.edu.br  
Website
http://www.ufsj.edu.br  
Atividades/Serviços

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL- REI, instituída pela Lei 7555, de 18 de dezembro de 1986, como Fundação de Ensino Superior e transformada em Universidade pela Lei 10.425, de 19 de abril de 2002, é pessoa jurídica de direito público, com financiamento pelo Poder Público, vinculada ao Ministério da Educação, que tem sede e foro na cidade de São João del-Rei, Estado de Minas Gerais.
São finalidades da Universidade Federal de São João del-Rei a geração, o desenvolvimento, a transmissão e a aplicação de conhecimentos por meio do ensino, da pesquisa e da extensão, de forma indissociável entre si e integrados na educação do cidadão, na formação científica e técnico-profissional, na difusão da cultura e na produção filosófica, artística, científica e tecnológica.

 
Passo a passo para o cidadão ter acesso às atividades ou serviços

A admissão aos cursos de graduação, obedecida a legislação vigente, é feita mediante processo seletivo normatizado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, obedecidas as diretrizes estabelecidas do Conselho Universitário.
O processo seletivo é planejado, coordenado e executado pela Comissão Permanente de Vestibular, subordinada diretamente à Pró-Reitoria de Ensino de Graduação.
Independentemente do processo seletivo para admissão aos cursos de graduação e respeitado o número de vagas oferecidas, a UFSJ pode admitir alunos portadores de diplomas de curso superior de graduação, alunos oriundos de convênios internacionais e alunos transferidos de outras instituições de ensino superior para cursos de áreas afins.

 
Parceiros

Diversas instituições de São João del-Rei e região, assim como parceiras com universidades e órgãos internacionais. 

 
Data de início das atividades
18 de dezembro de 1986  
Histórico da entidade

A Universidade Federal de São João del-Rei - UFSJ originou-se das três instituições de ensino superior existentes em São João del-Rei na década de 1980: Faculdade Dom Bosco de Filosofia, Ciências e Letras; Faculdade de Ciências Econômicas, Administrativas e Contábeis; e Faculdade de Engenharia Industrial. É num contexto de resgate histórico que nasce a Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei - FUNREI, após a assinatura da lei nº 7.555 de 18 de dezembro de 1986 pelo então Presidente José Sarney. Finalmente, em 19 de abril de 2002, a instituição é transformada em Universidade Federal, lei 10.425.
A UFSJ conta com três campi em São João del-Rei: Santo Antônio, Dom Bosco e Tancredo Neves, além de um Centro Cultural "Solar da Baronesa". Em São João Del-Rei são oferecidos os seguintes cursos de graduação: Administração (integral e noturno), Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Educação Física, Engenharia Industrial Elétrica (integral e noturno), Engenharia Industrial Mecânica (integral e noturno), Filosofia, Física, História, Letras, Matemática, Pedagogia, Psicologia (integral e noturno), Química e Música. Os cursos de Educação Física e Música são oferecidos exclusivamente em turno integral; os demais são de oferta exclusiva no turno noturno.
Ainda em São João del-Rei, a UFSJ oferece, em nível de Pós-Graduação Stricto Sensu, os cursos de Mestrado Interdisciplinar em Física, Química e Neurociências e Mestrado em Letras. Já a partir de 2008, serão oferecidos os cursos de Mestrado em: Educação; Psicologia; História; e Engenharia de Energia. Desde 1997, a Universidade Federal de São João del-Rei vem ofertando Cursos de Pós-Graduação Lato-Sensu - Especialização - em diversas áreas, a exemplo de Administração, Economia e Gestão de Agronegócios, Matemática, Filosofia e História.
Um quarto campus está em fase de implantação para atender ao projeto de expansão do governo federal, situado no Alto do Paraopeba na cidade de Ouro Branco e abrigando, a partir de 2008, cinco cursos de graduação na área de Engenharia: Engenharia Civil, Engenharia de Processos, Engenharia Mecatrônica, Engenharia de Telecomunicações e Engenharia Química. Mais um quinto campus está em implantação no município de Divinópolis, com quatro novos cursos a partir de 2008 na área de Saúde: Medicina, Farmácia, Enfermagem e Bioquímica.
Para o desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão, a UFSJ conta em junho de 2007 com um quadro constituído de 216 docentes efetivos e 236 técnico-administrativos. Mais docentes e técnicos-administrativos serão concursados para atuarem nos novos campi de Divinópolis e Alto Paraopeba.
O alto padrão de formação de seu quadro profissional aliado à oferta majoritária de cursos noturnos fazem da UFSJ uma instituição pública de alta qualidade e destacadamente inclusiva, com cerca de 70% de seus alunos de graduação sendo egressos de escolas públicas de ensino médio.

***

Criação da Universidade Federal é fruto de luta e sonho de gerações

A história da criação da Universidade Federal de São João del-Rei pode ser divida em três fases distintas:

Origem e federalização
A primeira delas tem início na criação da Fundação Municipal de Ensino Superior e da Faculdade Dom Bosco, pertencente aos Padres Salesianos. Essas instituições forneceram a base para que a UFSJ desse os seus primeiros passos.
A fase inicial vai até o ato do ex-presidente José Sarney, que federalizou a instituição e cumpriu, assim, o compromisso histórico do ex-presidente Tancredo Neves com São João del-Rei.

Da implantação à transformação em universidade
A segunda fase dessa história começa no dia 14 de janeiro de 1987, quando o professor João Bosco de Castro Teixeira, encarregado pelo Ministério da Educação, chegou à cidade com a missão de constituir e implantar a Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei (Funrei).

Quem conta como isso ocorreu é o professor João Bosco: “Recebemos da prefeitura a Fundação Municipal e compramos a Faculdade Dom Bosco dos Padres Salesianos para implantarmos a Funrei. Outra ação foi a qualificação dos professores, encaminhando-os para fazerem mestrado e doutorado”.
Ainda conforme o professor, o passo seguinte foi criar o estatuto da nova instituição. “Durante três anos instituímos a fundação e estabelecemos todas as fases de implantação. Antes tínhamos duas instituições particulares e quebramos essa estrutura, passando para uma federal com a criação dos conselhos deliberativo, acadêmico e superior,” explicou.
Esse momento se encerra em uma segunda etapa histórica para a instituição. Se a federalização já trouxe benefícios extraordinários para São João del-Rei, a sua elevação à condição de Universidade abriu um mundo de novas oportunidades.
A solenidade de implantação da Universidade Federal de São João del-Rei aconteceu no dia 21 de abril de 2002, mesma data em que a Funrei completava 15 anos. Na época o então presidente Fernando Henrique Cardoso escreveu carta a Aécio Neves ressaltando o momento histórico. O documento foi, depois, entregue ao professor Mario Neto Borges, que dirigia a fundação.
No texto, FHC recordou o empenho do presidente Tancredo Neves para que enfim se concretizasse o sonho da universidade são-joanense: “Foi com enorme satisfação que eu assinei, nesta data, a lei que cria a Universidade Federal de São João del-Rei. Quero dividi-la com você porque sei do seu empenho nesse assunto, como em tudo o que diz respeito ao bem-estar e ao progresso de São João del-Rei. Sei também que compartilhamos um mesmo pensamento nesta celebração: a saudade de seu avô, Tancredo Neves. Que bom seria se ele estivesse presente para saudar, como nós saudamos, as perspectivas de desenvolvimento que a Universidade traz para a cidade que ele tanto amou e que lhe deu tantas alegrias na vida”.
“Nós trabalhamos muito nessa transformação. Assumi a instituição em 1998 e comecei a buscar os requisitos necessários para implantar a Universidade com 1/3 de professores com dedicação exclusiva, que já cumpríamos; e 1/3 de educadores com mestrado e doutorado. Além disso, criamos o primeiro mestrado, na área de Letras, em 2001, e logo em seguida aprovamos o mestrado de Química, Física e Ciência para começarmos o trabalho de pesquisa na instituição”, afirmou Mario Neto, hoje presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).
O professor recordou ainda que as condições técnicas para transformar a Funrei em Universidade já estavam resolvidas. Porém, o ex-ministro da Educação Paulo Rento Souza pretendia convertê-la em um centro universitário.
“Foi aí que a figura do Aécio foi importantíssima. Tínhamos todas as condições técnicas, mas na época não estavam sendo criadas novas universidades, apenas centros. Aécio Neves, com toda sua habilidade política, conseguiu marcar uma audiência com o ministro para apresentarmos nossa proposta e, posteriormente, levar o projeto a votação na Câmara, que foi aprovado graças à sua liderança junto aos parlamentares”, disse.
Mario Neto destacou também como Aécio Neves atuou para agilizar o processo de federalização. “Na Câmara, o projeto foi encaminhado em setembro e a votação ocorreu em dezembro. O Congresso entrou em recesso devido ao final de ano e a lei tramitou no Senado no primeiro trimestre de 2002. Em 19 de abril do mesmo ano, estava publicado no Diário Oficial”, afirmou.
No dia 21 de abril de 2002, no teatro do campus Santo Antônio, com a presença de Aécio, Risoleta Neves e outras autoridades, foi realizada a solenidade oficial de instalação da UFSJ. “Nesse dia todos os sinos tocaram, todas as Maria Fumaças apitaram. Finalmente estava então criada a Universidade, transformando em realidade um sonho que foi de Tiradentes, de Tancredo e de tantos outros são-joanenses e mineiros. Foi emocionante”, relatou o primeiro reitor da UFSJ.

O crescimento
O primeiro reitor da UFSJ, Mario Neto Borges, acredita que o processo de crescimento da instituição começou com a implantação da Funrei e se consolidou com a transformação em Universidade Federal. “Toda sua ampliação é consequência da federalização. Crescemos não só em tamanho, mas na qualidade. Tudo foi criado a partir do momento de 2002. Nossa Universidade é muito nova. É uma instituição recente, mas sólida, graças a esse importante trabalho de articulação feito na época”.
De acordo com o site da UFSJ, em 1987, quando a instituição se transformou em fundação federal, havia pouco menos de 140 professores, dos quais três doutores e 19 mestres. Muitos não tinham dedicação exclusiva. Havia cerca de 250 técnicos administrativos para aproximadamente 2 mil alunos. Eram nove cursos de graduação que funcionavam nos dois campi que deram origem à Funrei: Dom Bosco e Santo Antônio.
Em 2002, quando a instituição se transformou em Universidade, já tinha dois mestrados e eram 19 os cursos de graduação.
A Universidade, que hoje é motivo de orgulho para os são-joanenses, transformou-se em uma instituição de médio porte, com o aumento da população universitária, seja nos campi CTAN, Dom Bosco e Santo Antônio ou nos outros três fora de sede; Alto Paraopeba, Centro-Oeste Dona Lindu e Sete Lagoas. A UFSJ passou a contar com 57 cursos de graduação presenciais e três na modalidade à distância; dois doutorados e 15 mestrados; 650 professores, dos quais cerca de 500 são doutores; 450 técnicos e mais de 12 mil estudantes.

Fonte: Gazeta de São João del-Rei . 22 de Setembro de 2012

 
Número e perfil dos membros

São órgãos da Administração Superior da Universidade:

I. de deliberação:
a) Conselho Universitário (O Conselho Universitário é o órgão máximo, normativo, deliberativo e consultivo da Universidade);
b) Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão é o órgão superior de coordenação e supervisão das atividades de Ensino, pesquisa e extensão, com funções normativa, deliberativa e consultiva no campo didático, científico, cultural, artístico e de interação com a sociedade);
c) Conselho Diretor (O Conselho Diretor é o órgão fiscalizador, normativo, deliberativo e consultivo da UFSJ, em matéria de natureza administrativa e econômico-financeira).

II. de execução: a Reitoria (A Reitoria é o órgão de administração geral que coordena, executa e supervisiona todas atividades da Universidade, cumprindo e fazendo cumprir as Leis e as deliberações dos Conselhos Superiores).

III. suplementares: definidos e regulamentados no Regimento Geral (As Pró-reitorias são órgãos auxiliares da Reitoria, sendo seu titular designado e empossado pelo Reitor, para exercer suas funções em cargo de confiança).

Obs: Os docentes ocupam, no mínimo, 70% dos assentos em cada órgão colegiado, garantindo-se a proporcionalidade, o mais próximo de 30%, dos demais membros.
É órgão de deliberação intermediária: a Congregação (A Congregação, órgão consultivo, normativo e de deliberação superior da Pró-reitoria de Ensino de Graduação).

 
Agenda Cultural
Inverno Cultural  
Publicações
Editora UFSJ; Revista Vertentes; Revista Metanóia  
Responsável pelo órgão/cargo
Valéria Kemp (reitora)  
Observações e dados importantes que não solicitados

Tipo de sustentabilidade econômica: Os recursos financeiros da UFSJ são provenientes de:
I. dotações consignadas no Orçamento Geral da União, créditos especiais, créditos adicionais e transferências e repasses que lhe forem conferidos;
II. auxílios e subvenções que lhe venham a ser feitos ou concedidos pela União, Estados e Municípios ou por quaisquer entidades públicas ou privadas;
III. recursos provenientes de convênios, acordos ou contratos celebrados com entidades e organismos nacionais e internacionais;
IV. resultado de operações de crédito e juros bancários, nos termos da lei;
V. receitas eventuais a título de retribuição por serviços de qualquer natureza prestados a terceiros;
VI. saldo de exercícios anteriores, observado o disposto na legislação específica.


A Universidade Federal de São João del -Rei é constituída por seis campi e o Centro Cultural “Solar da Baronesa”. A sede localiza -se no Campus Santo Antônio em São João del -Rei. Na mesma cidade, localizam-se os campi Dom Bosco e Tancredo Neves e ainda o Centro Cultural. O Campus Alto Paraopeba abrange as cidades de Ouro Branco, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, São Brás do Suaçuí, Jeceaba, Entre Rios de Minas e Belo Vale; o Campus Centro-oeste Dona Lindu, em Divinópolis; e o Campus Sete Lagoas em Sete Lagoas.
Por meio do EXPANDIR, que busca fortalecer e interiorizar o ensino superior público no Brasil, em 2008 iniciaram-se nove cursos e em 2009 mais dois cursos. Já com o REUNI, que tem como objetivos principais a ampliação do acesso e a permanência do estudante na educação, a UFSJ deu início a dois cursos em 2008 e dez em 2009. Além de suas atividades de ensino de graduação, a UFSJ tem multiplicado suas ações com pós-graduação stricto sensu presencial, e lato sensu presencial e a distância.

 
Data da coleta dos dados
11 de fevereiro de 2011  
Responsável pelas informações
Dados coletados no site da UFSJ  
Telefones úteis da área

Pró-reitoria de ensino e graduação: Prof. Murilo Cruz Leal proen@ufsj.edu.br (0xx32)3379.2320A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação é o órgão da Reitoria para assuntos de ensino de graduação. Os titulares do órgão são o Pró-Reitor de Ensino de Graduação e o Pró-Reitor Adjunto de Ensino de Graduação, designados entre os docentes do quadro permanente da UFSJ pelo Reitor para exercer suas funções em cargo de confiança.

Pró-reitoria de pesquisa e pós-graduação: (32) 3379-2413
A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, órgão responsável pela gestão institucional da pesquisa, tem por finalidade a identificação, o registro, a certificação dos grupos de pesquisa; bem como a coordenação de programas de fomento, intercâmbio, avaliação e divulgação das atividades e produtos de pesquisa e de programas de qualificação.

Pró-reitoria de extensão e assuntos comunitários - Prof. Marcos Vieira Silva: (32) 3379-2503 / 2501 / 2510 / 2511
A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários é o órgão da Reitoria responsável pela gestão da extensão na UFSJ, visando à difusão, junto à sociedade, das conquistas e benefícios resultantes da sua produção acadêmica, seja através de programas, projetos, cursos, eventos, convênios, prestação de serviços, assessorias e consultorias.

Pró-Reitoria de Administração - Benedito Anselmo Martins de Oliveira: e-mail: otideneb@ufsj.edu.br (32) 3379 2311
A Pró-Reitoria de Administração é o órgão da Reitoria para assuntos de administração, no que diz respeito à gestão dos bens materiais e patrimoniais e do espaço físico; à execução orçamentária e financeira; ao registro contábil, bem como ao controle, distribuição e arquivo de documentos.

Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento: Neyla Lourdes Bello - 3379-2331 - neyla@ufsj.edu.br
A Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento é o órgão da Reitoria responsável pela elaboração do Planejamento Institucional, da proposta orçamentária anual, acompanhamento de sua aplicação e prestação de contas; pelo suporte a todos os órgãos da UFSJ, no que diz respeito à análise funcional de suas atividades, obtenção de informações, ao apoio na elaboração de planos, projetos, propostas de convênios, bem como pelas iniciativas de modernização administrativa.

Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas: Maria Anália Catizane Ramos Tel: (32) 3379-2342
A Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas é o órgão da Reitoria para assuntos de gestão e desenvolvimento de pessoas.

Educação à distância (NEAD): coger@nead.ufsj.edu.br
el:(32)3379.2613

FAUF: Presidente: Jucelio Luiz de Paula Sales - Telefones: 32-3379-2370 e 2371 FAX:32-3379-2575; Email: fauf@ufsj.edu.br
A Fundação de Apoio a Universidade Federal de São João del Rei (FAUF) é uma entidade educacional e cultural, sem fins lucrativaos e tem por finalidade prioritária a elaboração, execução, acompanhamento e gestão de programas e projetos de cultura, bem como de programas e projetos educacionais, inscrita na CNPJ sob o nº 05.418.239/0001-08, credenciada no Ministério da Educação e no Ministério da Ciência e Tecnologia.

Concursos para docentes (DIAPA):
Tel:(32)3379-2350

DICON Paulo César dos Santos Tel: (32) 3379 – 2349:
A Divisão de Biblioteca da Universidade Federal de São João Del – Rei é um órgão de prestação de serviços vinculada administrativamente à Pró -Reitoria de Pesquisa e Graduação e tem como finalidade promover a aquisição, organização, conservação e disseminação da informação à comunidade universitária, de forma a contribuir para o desenvolvimento dos programas de ensino, pesquisa e extensão e reunir, organizar, manter e divulgar a produção intelectual da Universidade.

COPEVE:
copeve@ufsj.edu.br
Tel:(32)3379.2505

Assessoria de comunicação (ASCOM): ascom@ufsj.edu.br
Tel:(32)3379.2530

Campus Santo Antônio (CSA):
Tel:(32)3379.2300

Campus Dom Bosco (CDB):
Tel:(32)3379.2400

Campus Tancredo Neves (CTAN):
Tel:(32)3379.2556

Solar da Baronesa (SDB):
Tel:(32)3379.2500

Campus Centro-Oeste Dona Lindu:
Tel:(37)3212.0304 e (37)3212.0320

Campus Alto Paraopeba:
Tel:(31)3741.3193

Campus Sete Lagoas:
Tel:(31)3771.3305

 

O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados