São João del-Rei | Tiradentes | Ouro Preto
Transparentes

ser nobre é ter identidade

OGs e ONGs

Memorial Tancredo Neves

Título

Memorial Tancredo Neves

Data de início das atividades

08 de dezembro de 1990.

Responsável pelo órgão/cargo

Laís Medeiros Garcia de Lima, professora aposentada, é Diretora do Memorial desde a sua fundação.

Representante para contatos

Dr. Trancredo Augusto Tolentino Neves, vice-presidente da Fundação.

Endereço

Rua Padre José Maria Xavier 07

Telefone

032 3371 7836

Email

mtn@mgconecta.com.br

Website

http://www.memorialtancredoneves.com.br/

Atividades/Serviços

Manter viva a memória de Tancredo Neves, importante personalidade são-joanense que simboliza o próprio ideal democrático.

Horário de funcionamento:
Terça: 13h às 17h30
Quarta, quinta e sexta: 9h às 17h30
Sábados e feriados: 9h às 17h30

Público alvo para comunicação de atividades da entidade

Nosso auditório está sempre aberto para reuniões, palestras, cursos, lançamento de livros, seminários etc., seja para estudantes, médicos, advogados, professores, toda a comunidade.

Agenda

O memorial está aberto para visitas às Sextas-feiras, Sábados, Domingos e Feriados, sendo que nas férias de verão e de julho abre de Quarta a Domingo.

Publicações

Memorial Tancredo Neves para o mundo: integra acervo do site Era Virtual (Gazeta de SJDR)

Temos um folder com a planta baixa do Memorial, com palavras de D. Risoleta, do prefeito Rômulo Viegas (em exercício na inauguração), do presidente da Souza Cruz e explicações sobre cada sala, com a relação de todo o pessoal que aqui trabalhou e agradecimentos. A Fundação também publicou um livro contendo os principais discursos que o Presidente pronunciou em sua trajetória política.

Paisagens mineiras . Memorial Tancredo Neves – São João del-Rei
O Memorial Tancredo Neves, na histórica São João del-Rei, a 186 quilômetros de Belo Horizonte, retrata, há dez anos, a história de vida de um dos mais importantes políticos mineiros. Em nove salas, no segundo piso da construção, é possível conhecer a trajetória política de Tancredo de Almeida Neves, que começou a carreira como vereador, foi deputado federal durante a ditadura militar, tornou-se um símbolo na luta pelas eleições diretas e morreu antes de assumir a Presidência da República, em 1985.
A Sala oito é uma das mais emocionantes. Nela, o visitante pode ouvir o hino brasileiro cantado pela cantora Fafá de Belém e a música Coração de Estudante, de Milton Nascimento. A diretora do Memorial, Laís Medeiros Garcia de Lima, conta que a intenção era levar o túmulo de Tancredo para o local. Como a família não permitiu, a sepultura continua no cemitério da Igreja de São Francisco. No auditório do Memorial, que tem capacidade para 60 pessoas, são oferecidas ao público reportagens, cenas de viagens e da campanha das diretas.
O prédio, do século XIX, abrigou a primeira casa bancária de Minas Gerais e, posteriormente, o Banco Almeida Magalhães, também o primeiro do Estado. O imóvel serviu um tempo como residência de famílias tradicionais da cidade e, depois, foi ocupado pela prefeitura. Antes de começar sua restauração, em 1987, várias repartições do município funcionavam no local.
O Memorial é mantido pela Fundação Tancredo Neves, que tem sede em Belo Horizonte e é presidida pela viúva do político, Risoleta Neves. O primeiro andar do Memorial é reservado para exposições temporárias. Bordados do Centro Cultural Feminino, em São João del-Rei, estão expostos e os interessados podem adquiri-los.

Fonte: Jornal Estado de Minas

***

***

Casa de Custódio de Almeida Magalhães, atual Memorial Tancredo Neves - São João Del Rei. 

Por muito tempo procurava provas do endereço do meu bisavô, mas existiam apenas relatos orais. Na prefeitura da cidade constava que o imóvel pertencia a ele, mas também constava que aí funcionou a Casa Bancária Custódio de Almeida Magalhães, cuja primeira sede foi no prédio 44 (atual 279) da Rua Municipal. A prova surgiu com a descoberta de um caderno de anotações do meu bisavô, depositado no Museu do IPHAN. Desconhecia a existência deste caderno, que foi doado ao museu pelo primo Alberto José de Almeida Magalhães (Albertinho), filho do tio Siavo (Sylvio de Almeida Magalhães). Lá consta, escrito de próprio punho pelo Custódio, referindo-se à sua filha Eponina: "Faleceu na casa da Rua da Prata (atual Rua Padre José Maria), esquina de Voluntários (atual Av. Eduardo Magalhães) onde resido a 25-04-1883".

Foi nesse belo imóvel colonial que Custódio e Ambrosina criaram seus 18 filhos. Vale a pena uma visita ao Memorial.

Fonte: Gustavo Lemos/Facebook

Histórico

Pouco depois da morte do presidente Tancredo Neves foi criada, em Belo Horizonte, a Fundação Presidente Tancredo Neves, com o intuito de preservar a memória do grande estadista mineiro. Dai surgiu a idéia de construir, em sua terra natal, um Memorial. Logo o Prefeito Municipal, Dr. Cid de Castro Valério, prontificou-se a ceder o prédio do século IX, onde funcionavam algumas repartições da Prefeitura. Então D. Risoleta convidou a Cia Souza Cruz para realizar a obra e aquela empresa esmerou-se na restauração deste belo prédio colonial. Também realizou a montagem das salas de exposição, assessorando-se de renomados especialistas, contando com a ajuda da neta do Presidente, Andrea, que foi incansável na minuciosa escolha de fotos e documentos a serem expostos. Assim D Risoleta viu realizado o seu sonho de montar este Memorial que é, em suas palavras, "um exercício de reflexão e esperança"

Mais informações
Tancredo Neves . São João del-Rei celebra centenário
Memorial Tancredo Neves para o mundo: integra acervo do site Era Virtual

Propostas e sugestões para o desenvolvimento turístico da cidade

Que a Prefeitura possa ceder aos Museus, ao Memorial e Igrejas funcionários que possam nos ajudar a receber os turistas, principalmente nos sábados, domingos e feriados prolongados.

Info




Data da coleta dos dados

12 de setembro de 2002

Responsável pelas informações

Laís Medeiros Garcia de Lima
Cadastre lideranças engajadas, sua ação sociocultural, seu projeto, produto, entidade, pesquisa, agenda cultural etc - contribua, complemente, atualize, curta e compartilhe!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Instagram Compartilhar no Whatsapp Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA MUNICIPAL | CADASTRE GRATUITAMENTE A SUA AÇÃO SÓCIOCULTURAL