Organização

Banda Salesiana Meninos e Meninas de Dom Bosco

Endereço
Rua Padre Aureliano, s/n – Bairro Bom Bosco  
Telefone
032 3371 7700  
Atividades/Serviços

Imagens da Banda Salesiana Meninos e Meninas de Dom Bosco

A banda desempenha as atividades religiosas, participando de todos os convites da Diocese, em procissões, além de atividades cívicas, como o Desfile de 07 de setembro, e atividades sociais, como nos eventos de comemoração do Natal. Dentro do sistema educativo salesiano, o objetivo da banda é incluir o adolescente no mundo das artes e da cultura, bem como socializar, disciplinar, educar e profissionalizar. O método de educação é o sistema preventivo salesiano: dar ao jovem uma ocupação terapêutica. A base dessa educação e formar um bom cristão e um honesto cidadão. Essa filosofia é aplicada independentemente da orientação religiosa dos músicos.

 
Passo a passo para o cidadão ter acesso às atividades ou serviços

O jovem que se interesse em participar da banda deve ter o interesse em fazer música e estar regularmente matriculado em uma instituição de ensino.

 
Parceiros

Atitude Cultural e Paróquia de Dom Bosco, que cede o espaço de ensaio da banda.

 
Data de início das atividades
31 de janeiro de 2001  
Histórico da entidade

A banda foi criada para proporcionar aos jovens uma educação musical e cidadã, com a preocupação de socializar, disciplinar, educar e profissionalizar. A Associação São-joanense de Assistência ao Menor (ASAM), que prepara os adolescentes para o mundo do trabalho, teve que realizar alterações legislativas para acompanhar as diretrizes governamentais. Com isso, a entidade mudou seu estatuto para que contemplasse, também, as atividades culturais e sociais de aprendizagem, dedicando-se à música e ao artesanato. Dessa forma, foi criada, dentro da ASAM, a Banda Salesiana Meninos e Meninas de Dom Bosco.

 
Número e perfil dos membros

A banda possui, hoje, 40 músicos, a faixa etária varia de 07 a 23 anos.

 
Principais problemas/dificuldades da área atuante

Rotatividade de músicos, que deixam a banda. Não há nenhum tipo de financiamento ou apoio permanente, seja público ou privado.

 
Publicações

“Coroinhas de Dom Bosco” celebra 40 anos

Associação busca patrocínio para gravar CDAAssociação de Coroinhas de Dom Bosco, ligada à Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, comemora 40 anos de existência em 2012 e quer marcar a data com o lançamento de um CD e a publicação de partituras de canto gregoriano. Isso porque, além das quatro décadas de ensino litúrgico e participação ativa de adolescentes nas celebrações católicas, o aniversário irá simbolizar a tradição de levar às ruas, durante a Semana Santa, um dos poucos corais com apresentação desse tipo de música fora dos mosteiros.

O projeto da iniciativa já foi aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, a Lei Rouanet, mas precisa de apoio do empresariado para ser colocado em prática. Idealizado pela musicista e cantora lírica Elisabete Mendonça Silva, a proposta prevê oferecer cursos de dicção, Gramática Latina e Liturgia Católica, além de técnicas vocais e instrumentais para os 70 coroinhas em atividade na paróquia. Tudo isso em um período de 11 meses. "Nesse tempo cada um dos cantores desenvolveria suas habilidades e se prepararia para a gravação do CD", explicou Elizabete.

Casada com Dimas Luiz doa desenvolver a ideia dois anos atrás. Embora residindo em São Paulo há mais de uma década, a musicista que já atuou nas Semanas Santas são-joanenses como Verônica queria fazer mais pela cultura do município. O objetivo, segundo a integrante da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, era tirar os coroinhas cantores do anonimato e dar visibilidade a um trabalho considerado inovador. "Com a divulgação do CD e das partituras, preservaremos a memória do grupo e poderemos apresentá-lo país afora. O canto gregoriano é coral de adolescentes. Esse é um. diferencial são-joanense que não pode ficar restrito à cidade", defendeu Elisabete.

Antes de ser avaliado pelo Ministério da Cultura, o projeto havia sido enviado para outros órgãos, sem receber aval positivo. "Foram meses de batalha até que ele fosse aprovado através da Lei Rouanet. Foi uma alegria imensa", disse a mentora da iniciativa. Mas o trabalho não termina por aí. "Precisamos do patrocínio de empresários ou interessados em apoiar  movimentos culturais para começarmos os cursos. Estamos correndo contra o tempo para iniciarmos os trabalhos efetivamente", comentou a musicista.

A Lei Rouanet foi assinada em 1991 e permite que pessoas físicas ou jurídicas apliquem parte do Imposto de Renda devido em patrocínio de ações culturais. Além de incentivar manifestações artísticas, a organização ganha em visibilidade junto ao público. Outras informações sobre o projeto pelo e-mail betecanto@bol.com.br ou pelo telefone (O**11) 3277-1564.

Fonte: Gazeta de São João del-Rei . 23 de Abril de 2012

 
Ações

Os projetos desenvolvidos visam a formação educacional e cultural. A banda possui uma escolinha de música que ensina 30 crianças. As aulas são ministradas todos os dias da semana, de manhã e a tarde. A intenção é preparar novos músicos para suprir a grande rotatividade que atinge a banda.

 
Responsável pelo órgão/cargo
Padre Raimundo Dilermando Afonso, conhecido como Padre Marreco.  
Público alvo para comunicação de atividades da entidade
Comunidade religiosa, músicos e sociedade civil em geral.  
Observações e dados importantes que não solicitados
 
Data da coleta dos dados
17 de novembro de 2011.  
Responsável pelas informações
Padre Raimundo Dilermando Afonso  

O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados