Organização

Albergue Santo Antônio

Endereço
Praça D. Helvécio 50  
Telefone
032 3371 8383 . 032 3371 9757  
Email
albergueantonio@bol.com.br  
Website
www.facebook.com/albergueantonio  
Atividades/Serviços
Imagens do Albergue Santo Antônio



O Albergue proporciona conforto, bem-estar, assistência permanente aos idosos residentes, oferecendo-lhes serviços nas áreas social, psicológica, médica e de fisioterapia. Todos os serviços podem ser solicitados por telefone e no próprio local. Os interessados receberão todas as informações pertinentes ao processo de acolhimento do idoso. A recepção funciona todos os dias, das 08 às 18h. O Albergue atende a cerca de 80 idosos, com capacidade máxima para 100. No local, há um bazar de roupas para levantar fundos para a entidade.


Mais informações

Albergue realiza campanha de doações
Por Gazeta de São João del-Rei em 10/08/2013

Há 101 anos o Albergue Santo Antônio (ASA) almeja levar dignidade e uma vida mais confortável para os idosos de São João del-Rei. Com a chegada do segundo semestre do ano o Albergue busca alternativas para se manter e conseguir pagar os encargos trabalhistas, como o décimo terceiro e férias, dos seus 53 funcionários.
De acordo com o Provedor do ASA, Antônio Carlos Galvão Del-Mônaco, o Albergue é uma entidade que está sempre precisando de doações devido ao alto custo das suas despesas. Del-Mônaco explicou que a instituição possui três receitas principais de renda. A primeira fonte de renda são os convênios com o Governo Municipal e Estadual. Já a segunda fonte de receita é a contribuição com o salário mínimo do próprio idoso. E para finalizar, a instituição conta com a benevolência de doações feitas por pessoas físicas e jurídicas. “Baseado nessas três fontes de receita nós sobrevivemos e procuramos dar aos nossos quase 80 idosos uma vida digna, com bem estar, com uma alimentação saudável, com toda a assistência médica, vivendo em ambiente limpo e bem arrumado”, contou o provedor.
Além das doações em forma de dinheiro, Del-Mônaco explicou que o ASA precisa de doações de gêneros alimentícios, principalmente os não perecíveis, como arroz, açúcar, feijão e macarrão. Outros itens muito importantes para a instituição são as fraldas geriátricas descartáveis e os materiais de limpeza e higienização, pois há um grande gasto com estes materiais.
Os gastos com alimentos, remédios, contas de luz e água, serviços gerais e com os encargos trabalhistas chegam a ultrapassar R$75 mil, mas segundo o provedor, esses gastos podem ultrapassar essa quantia dependendo da necessidade dos idosos. “Há vezes em que temos que comprar remédios mais caros para apenas um idoso que custam quase que o preço de todo o nosso orçamento mensal de farmácia”, ele contou. Médicos, farmacêuticos, enfermeiras, auxiliares de enfermagem, assistentes sociais e psicólogos compõem o quadro de funcionários da instituição e os seus salários equivalem a aproximadamente 80% da receita.
Os interessados em ajudar a casa podem doar através das contas bancárias (Banco do Brasil: Ag. 0162-7; CC. 3014-7 e Caixa Econômica Federal: Ag. 0151; CC. 501260-7) ou pessoalmente, na sede do ASA, que fica na Praça Dom Helvécio, nº 50, no Dom Bosco. O Albergue não autoriza ninguém a recolher dinheiro, alimento ou qualquer item nas casas. Maiores informações pelo telefone (32) 3371-8383.

Novas formas de doar
Uma moda que está começando a pegar são as doações através dos Trotes Solidários e de eventos que cobram alimentos não perecíveis como ingressos ou presentes. Del-Mônaco contou que os alunos do Instituto de Ensino Superior Presidente Tancredo de Almeida Neves (IPTAN) já vem, há algum tempo, arrecadando mantimentos e doando para a instituição como trote para os calouros. Além disso algumas pessoas na cidade estão comemorando aniversários, casamentos e ao invés de pedirem presentes pedem alimentos para poder doar.
Além dessas doações, o ASA é carente de um tipo de doação muito especial: doação de carinho. “O trabalho social e humanitário feito por voluntários é tão importante quanto os outros tipo de doações”, finalizou o provedor.

Festival de Vinhos e Queijos . Evento beneficiente para o Albergue Santo Antônio
Comemoração do Centenário do Albergue Santo Antônio . 01 a 08 de Setembro

 
Parceiros

Governos Municipal, Estadual e Federal; Universidade Federal de São João (UFSJ); SERVAS - Serviço Voluntário de Assistência Social. Procad; Doutores Por Um Triz e voluntariado.

Para contribuir com o Albergue Santo Antônio:
Banco do Brasil: Ag. 0162-7; CC. 3014-7
Caixa Econômica Federal : Ag. 0151; CC. 501260-7

As doações são feitas apenas pela conta. O Albergue não autoriza ninguém a recolher dinheiro, alimento ou qualquer item nas casas.  
Data de início das atividades
08 de setembro de 1912  
Histórico da entidade
O Albergue foi fundado em 08 de setembro de 1912, por iniciativa de Frei Cândido, OFM. Inicialmente, foi chamado de Asilo Santo Antônio para socorrer pobres e desvalidos, instalado em um galpão cedido pela Câmara Municipal. Por muito tempo, o Albergue foi dirigido por Frei Candido, com apoio da União Popular do Brasil. Somente em 1927, já com o nome de Albergue Santo Antônio, a direção da casa ficou sob responsabilidade das Irmãs Carmelitas da Divina Providencia, o que durou até 2010. Em 1977, as instalações do Albergue se encontravam em péssimas condições, colocando em risco a população albergada. Não havia renda para a manutenção da casa, já que o Albergue sobrevivia de recursos advindo de doações da comunidade.
No dia 22 de setembro de 1077, por iniciativa de uma comissão formada por Ormeu Gonçalves Fróes, Reginaldo Silva Neto e Julio Teixeira, foi elaborado o primeiro Estatuto, dando início a uma nova fase para a casa.

Frei Cândido . Fundador do Abrigo Santo Antônio

Frei Cândido Vrooman nasceu a 27 de outubro de 1868, em Haia, Holanda. Ingressou na Ordem dos Franciscanos Menores (OFM) em 1887 e foi ordenado sacerdote a 10 de março de 1894.
Em 1904, ele veio para o Brasil, fixando-os em São João del-Rei, MG, onde demonstrou rapidamente o seu dinamismo e a sua grande vocação às causas sociais.
Dentre  as suas inúmeras obras sociais desenvolvidas nesta cidade, destaca-se o Albergue Santo Antônio, inaugurado em 08 de setembro de 1912 e destinado a abrigar mendigos e desempregados pobres que, àquela época, perambulavam pelas ruas da cidade, sem ter onde morar.
Até 1927, Frei Cândido permaneceu à frente da Instituição, dedicando todo o seu esforço e o seu trabalho para consolidar o Albergue Santo Antônio como a Casa Asilar de São João del-Rei.
Em 1927, foi transferido para o Rio de Janeiro, passando o Albergue à responsabilidade da Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência, até hoje à frente da Instituição.
Frei Cândido faleceu no Rio de Janeiro, em 1937.
Ao longo de todos esses anos, a Instituição expandiu-se, modernizou-se e aumentou a sua capacidade de abrigar, tornando=se referência na Região das Vertentes. Tudo o que é hoje foi conquistado com esforço e dedicação de pessoas abnegadas da sociedade sanjoanense e do Poder Público Municipal, Estadual e Federal.
Dessa forma, no momento em que comemoramos os 100 anos do Albergue Santo Antônio, a sua Mesa Administrativa, em nome das Irmãs Carmelitas, dos seus funcionários e, especialmente, dos 80 idosos residentes, gostaria de agradecer a todos os colaboradores.  
Número e perfil dos membros
Provedor: Antônio Carlos Galvão Del Mônaco
Vice-provedor: Heraldo Neves Valle
1º Secretário: José Raimundo de Resende
2º Secretário: Adhemar Zerlotini Filho
1º Tesoureiro: José Joaquim Pinheiro
2º Tesoureiro: Jairo José Cardoso Vale  
Agenda Cultural
segue o calendário comemorativo municipal, realizando eventos em datas como: Carnaval, Semana Santa, Festa Junina, Dia dos Idosos, Aniversário do Albergue, Natal, Nossa Senhora do Carmo, Santo Antônio, além dos aniversários do mês  
Principais problemas/dificuldades da área atuante
Crise financeira  
Publicações
Albergue comemora 100 anos de superação . Gazeta de São João del-Rei - 21/01/2012  
Responsável pelo órgão/cargo
Antônio Carlos Galvão Del Mônaco  
Público alvo para comunicação de atividades da entidade
poder público, empresariado e sociedade civil em geral  
Observações e dados importantes que não solicitados
Tipo de Sustentabilidade financeira:

Contribuição dos idosos, ajuda voluntária da comunidade, parceria com o poder público e empresariado. Fundo Nacional de Assistência Social (em torno de R$ 4 mil reais mensais; Prefeitura (em torno de R$ 1,4 mil/mês) além de alguns funcionários e serviços.

Mais informações

Albergue continua com dificuldades financeiras
Por Gazeta de São João del-Rei em 22/03/2014

Com déficit mensal de cerca de R$10 mil e 80 internos necessitando de assistência, o Albergue Santo Antônio continua com dificuldades. A receita mensal, que deveria ser de cerca de R$90 mil para atender a todas as demandas internas, se aproxima de R$80 mil.

Albergue abriga, atualmente, cerca de 80 idosos.

Dessa renda, 50% vem do salário dos idosos, que contribuem com o mínimo integral ou 70% dessa quantia. No mais, a entidade recebe do Governo Federal apenas R$4,8 mil. O restante é financiado por doações. “Para arrecadarmos donativos, contamos com o apoio da comunidade. As doações nos auxiliam a proporcionar aos idosos a dignidade que eles merecem como filhos de Deus”, afirmou a vice-provedora da entidade, a irmã carmelita Nair Cristina Rocha.

De acordo com Leonardo Souza, auxiliar administrativo da instituição, apenas com medicamentos, o Albergue gasta entre R$8 mil e R$10 mil. As folhas de pagamento ficam entre R$55 mil e R$60 mil. Em contrapartida, membros da direção afirmaram que a verba fixa que a entidade recebe do Governo Federal é de apenas R$4,08 mil.

Desse valor, R$3,4 mil é aplicado pelo Executivo nacional. O restante, R$680, vem de contrapartida da Prefeitura, ambas comumente com atraso.

A diretoria do Albergue diz, no entanto, que compreende a situação. “Isso se deve a trâmites normais, já que o valor depende de aprovações como a do Conselho de Assistência Social. Em janeiro, recebemos os repasses referentes a outubro e novembro”, explicou Souza.

Em nota, o Executivo afirmou que o atraso do repasse ocorreu devido à demora da prestação de contas que deve ser feita pelo abrigo. A Prefeitura alega que só no dia 19 de março deste ano foi protocolada pela entidade a prestação dos meses de outubro e novembro de 2013.
Souza contrapôs a afirmação: “Só podemos entregar a prestação de contas depois de recebermos e utilizarmos toda a verba”, explicou.

Necessidades
Segundo Irmã Cristina, todas as doações que o Albergue Santo Antônio recebe são destinadas à aquisição de itens de higiene pessoal dos idosos, como xampu, desodorante e barbeador; além de produtos alimentícios, já que os internos fazem seis refeições por dia. A sede do Albergue também necessita de melhorias estruturais.

“O espaço precisa de reformas, pintura. Até o calçamento do estacionamento está precário, com buracos. Precisamos otimizar espaços. Os idosos e São João del-Rei merecem isso”, finalizou.

 
Data da coleta dos dados
05 de setembro de 2011  
Responsável pelas informações
Antônio Carlos Galvão Del Mônaco  

O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados