Ouvidoria

Cultura e Patrimônio / Violência Doméstica / Educação / Meio Ambiente / Saúde / Responsabilidade Sócio Cultural / Turismo / Campanhas / Diversos /

Empresa começa a administrar rodoviária de São João del-Rei . 2010

Após quatro meses de ter vencido a licitação para administrar o Terminal Octávio de Almeida Neves, a empresa Santarém Administração de Terminais Rodoviários Ltda., de Sete Lagoas, assumiu a direção da rodoviária de São João del-Rei. 
De acordo com o gerente da empresa, Cláudio Tosta Lanza, os trabalhos começaram no dia 18 deste mês e a demora para assumir a administração foi devido aos tramites burocráticos e o período de fim de ano. “Fazer uma mudança nos últimos meses do ano é mais complicado. Achamos melhor esperar o princípio de 2010. Além disso, o departamento jurídico fazia os últimos acertos com a prefeitura para assumir a administração do terminal”, justificou.
O gerente ressaltou ainda que neste primeiro momento os funcionários da Santarém estão fazendo um levantamento das necessidades da rodoviária. “Nossa prioridade é trazer o usuário até aqui. Estamos buscando um diferencial para essas pessoas. Vamos fazer obras de melhorias. Outro tópico que estamos atentos é a segurança. Pretendemos ampliá-la. São João del-Rei é uma cidade turística. É necessário oferecermos um serviço diferenciado com qualidade e segurança”, explicou.
Lanza afirmou também que na primeira semana foi realizada uma reunião com todos os lojistas do terminal para mostrar a forma de trabalho da Santarém. “Toda mudança é difícil. Mas estamos nos reunindo com os lojistas para vermos a melhor forma de trabalharmos. Inclusive, passamos para eles um documento solicitando que nos informassem as necessidades consideradas prioritárias para o local. Vamos criar uma comissão para tomar as decisões acertadas. Eles estão aqui há mais tempo e sabem as benfeitorias que devem ser feitas. Estamos abertos e vamos aprender com os são-joanenses”, explicou.
Outro ponto destacado pelo gerente é a abertura de vagas de emprego. Segundo Lanza, a empresa deve contratar em torno de 20 pessoas. “Fizemos um convênio com o Sistema Nacional de Empregos (SINE). Iremos priorizar pessoas da cidade para o cargo”, disse.
A taxa de embarque, por enquanto, não será alterada, de acordo com Lanza. “Faremos um levantamento para depois definirmos o que vamos fazer. Mas o usuário pode ficar tranquilo pois qualquer aumento será aplicado em forma de decreto da prefeitura ou do Departamento de Estradas de Rodagem de acordo com a lei”, finalizou.

Fonte: Gazeta de São João del-Rei . 30/01/2010

Para mais informações/imagens sobre este tema, utilize o SISTEMA DE BUSCA de nosso portal  
Colabore com este Portal compartilhando suas fotos, documentos e ação/projeto cultural.
Registraremos esta colaboração e todos os créditos.  Envie por favor para o nosso 
contato


www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto e coordenação: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados