São João del Rei Transparente

Ouvidorias

Águas Gerais terá projeto de sustentabilidade ambiental

Descrição

Por enquanto um Parque Ecológico Municipal com lago ornamental. Em breve uma estação de tratamento 
e distribuição de água potável. Resultados de um projeto formulado originalmente há mais de 30 anos, as 
obras em andamento na região das Águas Gerais, aos pés da Serra do Lenheiros, culminarão na abertura de 
um espaço natural e um container aquático de 200m de extensão e 3m de profundidade, captando água de 
pelo menos três nascentes locais. "A princípio será um ambiente de preservação e lazer, mas até o próximo 
ano é provável que já possamos construir um ponto de tratamento e abastecimento das residências locais, 
bem como já, acontece no Pio XII e no Rio Acima", explicou o presidente do Departamento Autônomo 
Municipal de Água e Esgoto (Damae), Jorge Hannas.

Além da captação dos recursos aquáticos, o espaço tem como objetivo a preservação ecológica. Idealizado 
pelo ambientalista são-joanense Antônio Á vila, o projeto de construção do lago ornamental surgiu do medo 
da escassez de recursos naturais. "Certa vez, visitando as Águas Gerais, encontrei um filetezinho de água 
correndo em um espaço seco que, não muito tempo antes, era abundante. Foi daí que o projeto começou a 
ser desenhado com total apoio da comunidade local, dos órgãos ambientais e das associações de bairros", 
lembrou Ávila. Segundo ele, foram meses de trabalho e pesquisa junto a profissionais para formular relatórios de impacto ambiental, possíveis investimentos e benefícios para o município. "Foram tarefas árduas em nome de um ideal que, por um tempo, imaginei que não fosse se tomar real. Quando recebi a notícia de que o projeto havia sido colocado em prática, fiquei surpreso", disse.

Finalizações
A expectativa, segundo o presidente do Damae, é de que a primeira parte das obras, orçada em R$290 
mil, seja entregue ainda no próximo trimestre. "Trata-se da construção da barragem, da revitalização dos pontos de captação de água e bombeamento, além de outros detalhes importantes. Mais tarde haverá trabalhos de urbanização e arborização", comentou Hannas. Para a construção do sistema de tratamento e abastecimento de água potável deverão ser investidos mais R$400 mil.

Para Jorge Hannas, a criação desse espaço trará benefícios para toda a cidade. "Além de um local de 
visitação, entregaremos um ponto de abastecimento que facilitará a recepção de água potável no município e desafogará o sistema são-joanense", finalizou. 

Fonte: Gazeta de São João del-Rei . 14 de Maio de 2011

Compartilhar Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA DE SÃO JOÃO DEL-REI.
Contribua ajudando-nos a atualizar dados, ações, leis, agenda cultural etc. Todos os créditos serão registrados.