São João del Rei Transparente

Ouvidorias

. Disque-denúncia

Descrição

A eficiência obtida com o trabalho conjunto das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros no combate à criminalidade, verificada nos 34 municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) que desde novembro de 2007 contam com o sistema unificado 181 do Disque Denúncia, tem sido o principal motivo do empenho em expandir o serviço para todas as demais cidades de Minas Gerais.

Com a marca de dois milhões de chamadas e mais de 100 mil denúncias recebidas, o Disque Denúncia já foi implantando em Uberaba, Uberlândia, Montes Claros, Governador Valadares, Juiz de Fora, Divinópolis, Ipatinga, Barbacena, Curvelo, Unaí, Teófilo Otoni, Pouso Alegre e em Lavras.

Fonte: Agência Minas

***

O Disque Denúncia Unificado (DDU) 181
O sistema permite que a população denuncie ou forneça informações, anonimamente, sobre crimes e delitos contribuindo com o trabalho das polícias Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros.
Com atuação nos 34 municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte e nas cidades de Montes Claros, Uberaba, Uberlândia, Juiz de Fora, Divinópolis e Ipatinga, o 181 é uma parceria da Seds e do Instituto Minas Pela Paz. Será lançado às 14h no Hotel Master Plaza (Rua Francisco Figueiredo, 47, Centro).
Seminários regionais vêm sendo realizados desde abril nas sedes das 16 Risps do Estado.
Tais encontros têm como objetivo divulgar a metodologia da Integração da Gestão em Segurança Pública (Igesp) entre os órgãos do Sistema de Defesa Social e as políticas públicas a ele relacionadas.
Durante o seminário, são apresentados detalhes da metodologia de integração, que prevê melhor interlocução entre as polícias para estudos e estratégias que visem o combate à violência, um dos pilares da Política de Segurança Pública do Governo de Minas. Além disso, são apresentados os índices de criminalidade da cidade e exemplos de ações bem sucedidas envolvendo o trabalho conjunto de policiais militares e civis.
No primeiro dia de seminário, os representantes da 13ª Risp reúnem-se com os membros do Colegiado de Integração do Sistema de Defesa Social, que irão ao município para discutir estratégias e o cumprimento de metas relacionadas ao enfrentamento da violência. Participam da reunião representantes da Seds, das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Defensoria Pública, Tribunal de Justiça, Ministério Público e poderes Legislativo e Executivo locais.

Fonte: MInas on line
 

***

Disque Denúncia completa 4 anos com 26 mil pessoas presas, recapturadas ou apreendidas

Estatísticas expressivas de denúncias e credibilidade do serviço junto à população deram fôlego para criação de novo programa de recaptura de foragidos: o ‘Procura-se’

O secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada, apresentou, nesta terça-feira (04/10), um balanço dos quatro anos de atividade do Disque Denúncia Unificado (DDU – 181). Juntamente com o comandante da 1ª Região da Polícia Militar, coronel José Geraldo de Azevedo Lima, a chefe do 1º Departamento de Polícia Civil, delegada-geral Tania Darc, e o gerente de projetos do Instituto Minas Pela Paz, Maurílio Pedrosa, o secretário aproveitou a oportunidade para lançar um novo programa de captura de criminosos foragidos da Justiça, o ‘Procura-se’.
O 181 Disque Denúncia, serviço unificado das Polícias Militar, Civil, e do Corpo de Bombeiros no combate à violência, crimes e sinistros, completa quatro anos de atuação no mês de outubro com um balanço positivo. Foram 3,5 milhões de ligações recebidas e mais de 208 mil denúncias desde a sua implementação, resultando na condução de 26.949 pessoas. Quase três milhões de reais (R$ 2.937.700,00) foram recolhidos pelo desmantelamento do tráfico de entorpecentes e de jogos de azar via ligações ao 181. Outras 13 toneladas de drogas, entre papelotes de cocaína, buchas de maconha e pedras de crack, também foram apreendidas graças ao serviço.
Nestes quatro anos de 181, das 208,9 mil denúncias recebidas pelo Disque Denúncia, que já abrange todo o Estado de Minas Gerais, a maior parte veio do interior do Estado (47%), 28% de Belo Horizonte e 25% das cidades da Região Metropolitana. Em 2011, a média mensal foi de 5.800 denúncias recebidas, sendo que, somente em agosto deste ano, foram 7.068 denúncias, o recorde de denúncias em um único mês, dos quatro anos de atuação.
A grande maioria das denúncias recebidas por meio do DDU tem como natureza o tráfico de entorpecentes/drogas. No último ano, de um total de 67.871 denúncias, 66% eram desta tipificação. Em quatro anos foram apreendidos através do Disque Denúncia: 167.422 pedras de crack, 158.336 buchas de maconha, 48.705 papelotes de cocaína, 3.397 armas de fogo, 10.956 máquinas caça-níquel, 11.506 animais silvestres e 405.757 produtos pirateados, entre CDs e DVDs.

‘Procura-se’
A credibilidade do 181 Disque Denúncia deu fôlego para que a Secretaria de Defesa Social (Seds), em parceria com a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Instituto Minas pela Paz criasse o Projeto ‘Procura-se’. O projeto tem o objetivo de efetivar a prisão de criminosos, foragidos da Justiça, e inibir a sua circulação, por meio da participação da sociedade. Através do programa, a população é orientada sobre os procedimentos que devem ser feitos ao identificar ou localizar criminosos que tenham mandado de prisão em aberto e/ou que estejam foragidos, todos alvos prioritários para o Sistema de Defesa Social.
Para fornecer informações dos criminosos à Defesa Social, a sociedade utilizará o canal de comunicação 181 Disque Denúncia Unificado (DDU). Através dessa ferramenta, o cidadão poderá comunicar sobre a localização dos indivíduos procurados: onde atuam, carro ou ônibus que utilizam, quem são seus comparsas, quais são seus horários, onde foram vistos, dentre outras informações que vão qualificar a atuação das polícias nas buscas destes criminosos.
Nesta primeira fase, o ‘Procura-se’ começa pela Região Integrada de Segurança Pública – 1ª RISP – sendo que posteriormente se estenderá, progressivamente, para todo o Estado de Minas Gerais. Todos os meses serão escolhidos 12 alvos pela 1ª RISP em parceria com a Secretaria de Estado de Defesa Social para serem procurados.
A atuação do ‘Procura-se’ consistirá em espalhar cartazes pela cidade de Belo Horizonte e cidades pólos do interior de Minas com fotos dos criminosos procurados. Em um segundo momento, será feita a divulgação de um hotsite contendo fotos e informações dos principais criminosos foragidos e com mandado de prisão em aberto, lotado no site da Seds. Este hotsite vai potencializar a divulgação dos criminosos, para que a população passe as informações por meio do telefone 181, de modo a contribuir com a ação policial imediata de prisão ou de apuração e investigação dos casos.

Fonte: Agência Minas, 4 de outubro de 2011

***

Média mensal de ligações ao Disque Denúncia cresceu 147% desde sua criação

Parceria com a sociedade e investimentos em novas tecnologias são os elementos fundamentais da atuação de sucesso do Disque Denúncia (181) de Minas Gerais

Fruto de uma parceria do Instituto Minas Pela Paz (IMPP) com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), o Disque Denúncia (181) alcançou, nos últimos quatro anos, mais de 230 mil ligações, que contribuíram para solução de vários crimes no Estado. Desde o início de suas atividades, em 2007, houve um crescimento de 147% no número de denúncias recebidas mensalmente. Em março deste ano, o serviço também bateu o recorde, com mais de 8 mil denúncias encaminhadas para investigação.

O 181 auxilia os trabalhos das polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros no enfrentamento da violência e na prevenção de sinistros. “Conquistamos a confiança de grande parte da população, que já compreende a importância do serviço prestado pelo 181 e sua eficiência”, afirma o gestor do Instituto Minas pela Paz, Maurilio Pedrosa, que ainda destaca a certeza do anonimato como o grande trunfo para alcançar a credibilidade.

O crescimento dos resultados alcançados pelo serviço também demonstra a consolidação da parceria entre o Estado e a sociedade. Desde a sua fundação, as informações do Disque Denúncia propiciaram a prisão de 31.773 pessoas; a apreensão de cerca de 15 toneladas de drogas, entre cocaína, maconha e crack, e 11.506 animais silvestres; além de R$ 7 milhões em recursos, provenientes de tráfico de drogas, jogos de azar e multas aplicadas referentes a crimes ambientais. “O 181 é uma ferramenta muito importante de participação da sociedade, que auxilia o Estado no combate à criminalidade”, reforça o secretário-adjunto de Defesa Social, Robson Lucas da Silva.

No ano passado, mais um projeto lançado pela Seds comprovou a eficiência do 181. O Procura-se, ação que incentiva a captura de criminosos foragidos com mandado de prisão expedidos pela justiça, divulgou, em duas etapas, o nome de 18 alvos. Desde o início do projeto, as informações do Disque Denúncia levaram a polícia a captura de dez desses criminosos, sendo seis deles ainda na primeira etapa.

Apostando em novas soluções

A credibilidade alcançada pelo Disque Denúncia na sociedade e o crescente número de chamadas recebidas determinaram a busca por novas soluções que aprimoraram sua eficiência e contribuem para a consolidação de seus resultados. Em fevereiro deste ano, o IMPP, a convite do Consulado Americano, do Departamento de Estado dos Estados Unidos e da Seds, participou de uma missão técnica intitulada Crime Stoppers nas cidades de Nova York, Atlanta e Miami, com o objetivo de conhecer novos métodos e práticas utilizadas por instituições de ponta na pesquisa e no combate à criminalidade.

Outra aposta do IMPP e da Seds para intensificar a contribuição do Disque Denúncia para o trabalho das corporações é a criação de um armazém de dados para qualificar as informações recebidas da população mineira. Em fase de implantação, o programa fornecerá às corporações policiais e de bombeiros dados qualificados para o enfrentamento da criminalidade e da prevenção de sinistros. “A busca pelo constante aprimoramento é a tônica do IMPP e temos a convicção de que cresceremos ainda mais nas ações de defesa social nos próximos anos”, garante Maurílio Pedrosa.

Fonte: Agência Minas - Notícias do Governo do Estado de Minas Gerais . Em 10 de Abril de 2012

Mais informações
Disque-denúncia . wikipédia

Compartilhar Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA DE SÃO JOÃO DEL-REI.
Contribua ajudando-nos a atualizar dados, ações, leis, agenda cultural etc. Todos os créditos serão registrados.