Legislação

Informe novas leis

Internacional / Federal / Estadual / Municipal

Dia do Barroco Mineiro . Decreto 46.309/Lei 20.470/2012

Mais informações
Espírito barroco sobrevive na Procissão do Enterro e a perpetua . Edson Paz

***

Minas Gerais comemora nesta segunda-feira o Dia do Barroco Mineiro
Atividades culturais marcam a celebração da data, comemorada pela primeira vez no estado após decreto sancionado pelo governador Anastasia

Governo de Minas Gerais e a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) preparam uma série de atividades para celebrar o Dia do Barroco Mineiro, nesta segunda-feira (18). A data será comemorada pela primeira vez, depois que o decreto 46.309 do governador Antonio Anastasia sancionou a Lei 20.470/2012 que instituiu a celebração.
Na programação, está prevista uma Reunião Especial de Plenário da Assembleia, às 20 horas, quando acontece, também, a posse da comissão curadora, responsável pelas comemorações do bicentenário da morte de Aleijadinho, em 2014. O encontro também vai marcar o lançamento da edição póstuma do último número da Revista Barroco, criada pelo poeta e ensaísta mineiro Affonso Ávila, falecido em 2012.
Será lançado, ainda, um selo comemorativo pelo bicentenário da morte de Aleijadinho. Haverá também uma apresentação artística do músico Celso Adolfo, acompanhado pelo cravista Antônio Carlos Magalhães. Além disso, poderá ser vista na ALMG a exposição Barroco Mineiro – Fragmentos, com obras de Carlos Bracher, da coleção da Revista Barroco, e também peças de Aleijadinho que pertencem ao Museu Mineiro.
No dia 25 de novembro, acontece uma edição especial do programa Segunda Musical, com apresentação da Orquestra Minas Barroca. O espetáculo será no Teatro da Assembleia, a partir das 20 horas, e terá entrada franca.

Lei prevê atividades de divulgação do Barroco

A Lei 20.470 prevê que, anualmente, no dia 18 de novembro, sejam realizadas atividades com o objetivo de preservar, valorizar e divulgar o patrimônio histórico, artístico e cultural vinculado ao Barroco Mineiro, à obra de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e aos demais expoentes desse estilo.
Além disso, a legislação estabelece que 2014 é o Ano de Comemoração do Bicentenário da morte de Aleijadinho. As atividades comemorativas, que serão realizadas com o apoio das Secretarias de Estado de Cultura e de Turismo, incluem painéis e exposições, concursos e premiações, apresentações cênicas ou performáticas, excursões pedagógicas e debates.

Comissão vai organizar calendário comemorativo

Com o objetivo de planejar e acompanhar as atividades comemorativas do Dia do Barroco, a Lei 20.470 prevê a criação de uma comissão curadora, integrada por pessoas de notório saber nos campos artístico, cultural e turístico, designadas pelos Poderes Executivo e Legislativo, por órgãos afins e pela sociedade civil.
Os oito membros dessa comissão são a secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras (presidente); o secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho; a historiadora Cristina Ávila; o diretor do Instituto Cultural Amilcar Martins, Amilcar Vianna Martins Filho; a artista plástica Yara Tupynambá; a presidente do Instituto Cultural Flávio Gutierrez, Ângela Gutierrez; o coordenador da Promotoria Estadual de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico, Marcos Paulo de Souza Miranda; e o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Ângelo Owaldo.

Reverência a Aleijadinho

As comemorações para o bicentenário da morte de Aleijadinho já estão sendo programadas. O artista é considerado o maior expoente da cultura brasileira durante o período colonial. São atribuídas a ele obras de grande relevância histórica, seja como entalhador, escultor ou arquiteto. Os retábulos das Igrejas de São Francisco de Assis, em Ouro Preto e São João del Rei, entalhados em madeira, e o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, com os Doze Profetas esculpidos em pedra-sabão, em Congonhas, são apontadas como algumas das suas principais obras.
Para preservar a memória e a genialidade de Antônio Francisco Lisboa, a secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, articulou neste ano a restauração da Igreja Nossa Senhora da Conceição e do Museu de Aleijadinho, ambos em Ouro Preto. A secretária colocou à disposição a expertise da Fundação de Artes de Ouro Preto, vinculada à sua pasta.

Fonte: Agência Minas 11/2013


Voltar para Legislação.
Para sugerir novas leis, por favor acesse a seção Contato.


O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados