Agenda Cultural - Evento

V Seminário Imigração Italiana em Minas Gerais

Data
26 Out 2009  
Cidade
Belo Horizonte  
Local
Escola de Arquitetura da UFMG  
Mais informações

V SEMINÁRIO IMIGRAÇÃO ITALIANA EM MINAS GERAIS
Museu da Imigração

PROGRAMAÇÃO
HISTÓRIA, MEMÓRIA E PATRIMÔNIO CULTURAL DE BELO HORIZONTE:
A CONTRIBUIÇÃO DOS IMIGRANTES ITALIANOS.

Dia 26 de outubro, segunda-feira
Abertura do Seminário
18h - Credenciamento
18h30 - Fala dos representantes das entidades promotoras e dos parceiros institucionais.
19h30 - Mesa: “Os locais da memória de Belo Horizonte e Minas Gerais”. Prof.ª
Dr.ª Thaís Velloso Cougo Pimentel, Graduada em História pela UFMG, Mestre em História pela Universidade Estadual de Campinas e Doutora em História Social pela USP.
Presidente da Fundação Municipal de Cultura – Prefeitura de Belo Horizonte
20h - Confraternização

Dia 27 de outubro, terça-feira
Os contornos da cidade e os trajetos da imigração: a contribuição dos imigrantes italianos na arquitetura, urbanismo e artes plásticas.
18h - Credenciamento.
18h30 - Palestra: "Arquitetura italiana em Belo Horizonte: racionalismo, tradição e modernidade". Prof. Dr. Leonardo Barci Castriota, Arquiteto-urbanista, Doutor em Filosofia pela UFMG e Pós-doutorado pelo Getty Conservation Institute (GCI) de Los Angeles. Professor Adjunto da Escola de Arquitetura da UFMG.
18h50 - Palestra: “Luiz Olivieri e o ecletismo nas primeiras décadas de Belo Horizonte”. Prof.ª Rita Lages Rodrigues, Mestre em História Social da Cultura pela UFMG, doutoranda do Departamento de História da UFMG, Professora Adjunta da Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC).
19h10 - Palestra: “A influência italiana na arquitetura de Belo Horizonte: um patrimônio ameaçado”. Prof. Marcel de Almeida Freitas, Antropólogo (UFMG), Mestre em Psicologia Social (UFMG), Professor de História da Arte, Psicologia e Antropologia da FEAD-MG.
19h30 - Debate
20h - Coffee Break
20h30 - Palestra: "Arte e artesanato: registros da presença italiana no conjunto arquitetônico do Cemitério do Bonfim em Belo Horizonte." Prof.ª Dr.ª Marcelina das Graças de Almeida, Mestre e Doutora em História pela Universidade Federal de Minas Gerais, Professora da Faculdade Estácio de Sá de Belo Horizonte e da Escola de Design da Universidade Estadual de Minas Gerais.
21h - Palestra: “Retrato de uma vida extraordinária: Amadeu Lorenzato”. Paulo Laborne, fotógrafo e cineasta mineiro, amigo de Amadeu Lorenzato. Depositário do acervo familiar e de imagens e depoimentos do próprio artista.
21h30 - Debate

Dia 28 de outubro, quarta-feira
Notas sobre a contribuição dos imigrantes italianos no comércio e indústria, esporte e educação de Minas Gerais.
18h – Credenciamento
18h30 - Palestra: "Imigração italiana e desenvolvimento em Minas Gerais". Prof.ª Dr.ª Lígia Maria Leite Pereira, Mestre em Ciências Políticas pela UFMG e Doutora pela Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales - Paris X. Professora aposentada da UFMG, sub-coordenadora do Programa de História Oral do Centro de Estudos Mineiros da UFMG.
18h50 - Palestra: “Imigrantes e educação em Minas Gerais nas primeiras décadas republicanas”. Prof.ª Dr.ª Maysa Gomes Rodrigues, Graduada em Ciências Sociais pela UFMG, Mestre em Ciências Sociais pela PUC-MG, Doutora em Educação pela UFMG e Professora da Universidade FUMEC.
19h10 - Palestra: “Participação imigrante nos primeiros anos do esporte em Belo Horizonte”. Raphael Rajão Ribeiro, Graduado e Mestre em História pela Universidade Federal de Minas Gerais. Trabalha no Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte.
19h30 - Debate
20h - Coffee Break
20h30 - Mesa redonda: “Acervos e patrimônio: compreender e rememorar a imigração italiana em Belo Horizonte e Minas Gerais". Palestrantes: Dr. Luiz Henrique Assis Garcia, Graduado, Mestre e Doutor em História pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FAFICH) da UFMG. Atualmente é Coordenador de Pesquisa do Museu Histórico Abílio Barreto (MHAB) em Belo Horizonte; Prof.ª Michele Abreu Arroyo, Graduada em Historia pela UFMG, Mestre e doutoranda em Ciências Sociais pela PUC-MG. Desde 1999 é Diretora de Patrimônio Cultural da Prefeitura de Belo Horizonte; Dr.ª Maria do Carmo Alvarenga de Andrade Gomes, Graduada em História, Mestre em Ciência da Informação e Doutora em História pela UFMG. Diretora do Arquivo Público da Cidade de Belo Horizonte; Prof. Pedro de Brito Soares, Graduado em História pela UFMG, Professor da Fundação João Pinheiro e da PUC-MG. Diretor de Conservação de Documentos do Arquivo Público Mineiro.
21h30 - Debate
Coordenador: Prof. Dr. Dimitri Fazito de Almeida Rezende (UFMG).

Dia 29 de outubro, quinta-feira
Retratos de uma identidade “emergente”: a fotografia, o cinema mineiro e o pioneirismo dos imigrantes italianos.
18h - Credenciamento
18h30 - Palestra: “A Fotografia em Belo Horizonte (1894-1939): um retrato da prática profissional de imigrantes italianos”. Luana Carla Martins Campos, Mestre em História (UFMG).
18h50 - Palestra: “Pioneiros do Cinema em Minas Gerais”. Paulo Augusto Gomes, cineasta, roteirista, crítico, Presidente da Associação Mineira de Cineastas, Professor de Cursos de Cinema na PUC-MG, UEMG e FAT.
19h30 - Debate
20h - Coffee Break
20h30 - Mesa redonda: “Minas Antiga: Memória Presente - Igino Bonfioli e o cinema em Minas Gerais”. Hélvia Telles de Almeida Vorcaro, Graduada em História com especialização em Museologia pela Superintendência de Museus da Secretaria do Estado da Cultura de Minas Gerais e coordenadora do projeto “Fundo Imagens de Minas”; Alexandre Pimenta Marques, Graduado em Comunicação Social pela PUC-MG e  Mestre em Artes Visuais pela UFMG, especializado em restauração e conservação de imagens e som pelo ICCROM.
Exibição do vídeo: O fazedor de fita (Brasil, 17 minutos. Direção: Maria Bicalho, Júnia Freire, Lúcia Corrêa, Rúbio Grazziano). História de Igino Bonfioli, fotógrafo e cineasta italiano nas décadas de 20 e 30 em Belo Horizonte.
21h30 - Debate
Coordenadora: Luana Carla Martins Campos, Mestre em História (UFMG).

Dia 30 de outubro, sexta feira
Associativismo, movimento operário e sindicatos na formação de Belo Horizonte: o papel dos imigrantes italianos em perspectiva.
Homenagem a Donato Donati.
18h - Credenciamento
18h30 - Palestra: “O movimento operário em Belo Horizonte no início do século XX: formação espacial, ideologias, imigração e classe na nascente Capital mineira”. Daniela Oliveira Ramos dos Passos, Graduada em História pelas Faculdades Integradas de Pedro Leopoldo. Mestranda na Universidade Federal de Ouro Preto.
19h - Palestra: "Olhando para o sol do porvir. Donato Donati, um militante socialista transnacional dos oitocentos aos novecentos". Prof. Dr. Luigi Biondi, Graduado em Letras pela Universidade de Roma La Sapienza e Doutor em História Social pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal de São Paulo.
19h30 - Debate
20h - Coffee Break
20h30 – Homenagem: Donato Donati e a Societá di Mutuo Soccorso de Belo Horizonte. Ideais de justiça e solidariedade.
Hugo Cânfora, neto de Donato Donati. Éder Aguiar Mendes de Oliveira, Graduado em História pelo Centro Universitário de Belo Horizonte e pós- graduado em História e Cultura Mineira pelas Faculdades Integradas de Pedro Leopoldo. Participação especial de Maurício Trindade, mediador cultural, músico e contador de estórias.
DONATO DONATI. Jornalista italiano nascido em 1866 em Florença, na Toscana, emigrou para o Brasil em 1890. Em São Paulo foi redator do jornal “Avanti” e em Belo Horizonte, participou da comissão redatora de “O Operário”, contribuindo como correspondente de várias publicações européias. Em 1897, em Belo Horizonte, promoveu a fundação da Societá de Mutuo Soccorso e, em seguida, presidiu a Liga Operária, tornando-se presidente do Centro Operário Sindical e da Federação do Trabalho do Estado de Minas Gerais. Em 1910, participou ativamente da campanha civilista em favor do candidato Rui Barbosa e em 1918 elaborou uma minuta para a regulamentação de leis trabalhistas, resultado de um trabalho com o então Vice-Presidente do Estado, Dr. Melo Viana. A minuta foi apresentada à Câmara dos Deputados da República no Rio de Janeiro com as seguintes propostas: jornada de oito horas e seis dias semanais; construção de casas operárias; indenização por acidente de trabalho; limitação da jornada do trabalho feminino e dos menores de 14 anos; valorização dos contratos coletivos; pensões para a velhice; fixação do salário mínimo e obrigatoriedade da instrução primária. Exímio humanista, Donati foi um apaixonado defensor de ideais de solidariedade, cidadania, educação e justiça social.

Dia 31 de outubro, sábado
DAS PESSOAS, MEMÓRIAS E RELAÇÕES QUE SE DESLOCAM DO PASSADO AO PRESENTE: AS MIGRAÇÕES ENTRE BRASIL (MINAS GERAIS) E ITÁLIA.
8h30 - Credenciamento
9h - Palestra: “Os usos da memória e os problemas abertos na história das migrações dos Novecentos: associativismo étnico e aculturação nacional entre Itália e Brasil”. Prof. Dr. Emilio Franzina, Professor Titular de História Contemporânea na Universidade de Verona (Itália), fundador e Diretor do Arquivo Histórico da Emigração Italiana, Presidente do Instituto Veronese de História da Resistência e de História Contemporânea.
9h45 - Palestra: “A Itália entre emigração e imigração. Os locais da memória e o papel do Museu Nacional da Emigração Italiana”. Prof. Lorenzo Prencipe, filósofo, teólogo e Mestre em Sociologia pela Sorbonne de Paris. Vice-Presidente do SIMI (Scalabrini International Migration Institute) de Roma e Presidente do CSER – Centro Studi Emigrazione di Roma. Integra o comitê cientifico do Museu Nacional da Emigração Italiana, com sede em Roma.
Coordenador: Prof. Dr. Dimitri Fazito de Almeida Rezende (UFMG).
10h30 - Coffee Break
11h - Palestra: “O sistema das migrações internacionais Brasil-Itália, ontem e hoje: um olhar demográfico”. Prof. Dr. Dimitri Fazito de Almeida Rezende, Doutor em Demografia pela Universidade Federal de Minas Gerais, Pós-Doutorado pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professor Adjunto do Departamento de Demografia CEDEPLAR/UFMG.
11h30 - Palestra: “Migrações, influências políticas e hibridismos culturais entre Brasil e Itália”. Dr. Giulio Mattiazzi, Graduado em Ciências Sociais - UFMG.
Pesquisador do Núcleo de Estudos Sobre Trabalho Humano da FAFICH-UFMG e colaborador de pesquisa do Departamento de Sociologia da Universidade de Padova (Itália).
12h - Debate
15h - Palestra: “O Fanfulla de São Paulo e a imprensa italiana no Brasil e em Minas Gerais: do nacionalismo ao fascismo”. Prof. Dr. Angelo Trento, professor aposentado (2008) de História da América Latina na Universitá L’Orientale di Napoli. Atua nos seguintes temas: história latino-americana do século XX , imigração italiana no Brasil, história da revolução cubana. Autor de uma centena de ensaios e livros entre os quais: Là dov’è la raccolta del caffè (1984), Do Outro Lado do Atlântico: Um Século de Imigração Italiana no Brasil (1989), Il Brasile. Una grande terra tra progresso e tradizione (1808-1990).
15h45 - Palestra: “Das Sociedades de Mutuo Soccorro ao Sindicato: a experiência migratória e “os italianos do Brasil”. Prof. Dr. Luigi Biondi graduado em Letras pela Universidade de Roma La Sapienza e Doutor em História Social pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de São Paulo.
16h15 – Coffee Break
16h45 - Palestra: “Imigrantes e operários de origem italiana em São Paulo e em Minas da Primeira República ao Estado Novo”. Prof.ª Dr.ª Edilene Teresinha Toledo, historiadora, Mestre e Doutora em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atualmente é docente de História do Brasil da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
17h30 – Debate
Coordenador: Prof. Dr. Emilio Franzina, Universidade de Verona.

Dia 01 de novembro, domingo
REFLEXÕES SOBRE AS RELAÇÕES BILATERAIS CONTEMPORÂNEAS BRASIL-ITÁLIA
8h30 - Credenciamento
9h - Palestra: “A imigração italiana em Minas Gerais: um projeto de pesquisa antropológica”. Prof. Dr. Alessandro Simonicca, Doutor em Antropologia, pesquisador e Professor de Antropologia Culturale no Dipartimento delle Scienze dei Segni, degli Spazi e delle Culture - Università di Roma La Sapienza. Coordenador da Missão Etnológica do Ministério Italiano do Exterior sobre a imigração italiana em Minas Gerais.
9h20 - Palestra: "Itália-Brasil: um destino comum? Relações políticas, comerciais e culturais frente aos desafios do novo milênio". Fabio Porta, Deputado italiano eleito no Brasil, Vice-presidente do Comitê Permanente para os Italianos no Exterior na Câmara dos Deputados da Itália.
9h40 - Palestra: “Emigração italiana e imigração na Itália”. Sergio Sinchetto, membro do Conselho de Presidência do Patronato INCA (Istituto Nazionale Confederale di Assistenza). O INCA é um instituto criado pela maior central sindical italiana, a CGIL (Central Geral Italiana dos Trabalhadores) e se ocupa da defesa dos direitos sociais dos trabalhadores e de suas famílias na Itália e no exterior.
Coordenadora: Joana Lima Silveira, Responsável Patronato INCA de Belo Horizonte.
10h - Debate
10h30 - Coffee break
11h - Mesa redonda com os representantes das associações e comunidades ítalodescendentes de Minas Gerais.
Coordenadora: Silvia Alciati, Presidente do COMITES – Comitê da Imigração Italiana em Minas Gerais, Tocantins e Goiás.
12h -Debate
13h - Encerramento

ATIVIDADES PARALELAS
MOSTRA FOTOGRÁFICA: REGISTRO DA CONTRIBUIÇÃO ITALIANA PARA A INDÚSTRIA DE BELO HORIZONTE - 1896-1976
Curadoria: Centro de Memória do Sistema FIEMG
Mostra de reproduções fotográficas que resgatam imagens e dados históricos de indústrias de Belo Horizonte, criadas desde a construção da cidade até o ano de 1976. Estão retratadas empresas de propriedade de imigrantes italianos, que contribuíram para o desenvolvimento e o crescimento econômico da capital mineira. A mostra é parte integrante da exposição “BH – 100 Anos de Indústria” realizada em comemoração ao centenário da cidade, em 1997.
Local: Saguão da Escola de Arquitetura UFMG
MOSTRA: PIONEIRO DO CINEMA MINEIRO
Exibição dos filmes: “Minas Antiga”, “Canção da Primavera” e “Tormenta” dirigidos por Igino Bonfioli.

Dias 27, 28 e 29 de outubro – terça, quarta e quinta-feira.
Horário: 16h – Entrada Franca.
Local: Auditório da Escola de Arquitetura UFMG.
MINI-CURSO DE METODOLOGIA DA HISTÓRIA ORAL
Ministrado pela Profª. Drª. Lígia Maria Leite Pereira
Vice-coordenadora do Programa de História Oral da Fafich/UFMG.

27, 28 e 29 de outubro – Horário: 10h às 12h
Local: Auditório da Escola de Arquitetura da UFMG.
Carga horária: 6 horas/aula
Público Alvo: Profissionais e técnicos de órgãos públicos, de arquivos, museus, bibliotecas, centros de memória, estudantes, professores e público em geral.
Taxa de inscrição: R$ 50,00

FICHA TÉCNICA
COORDENAÇÃO ACADÊMICA
Prof. Dr. Dimitri Fazito (Universidade Federal de Minas Gerais)
Prof. Dr. Emilio Franzina (Università di Verona)
COORDENAÇÃO GERAL
Giusi Zamana
PRODUÇÃO EXECUTIVA
Eduardo Henrique Siqueira Santos
COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO
Federico Vaccari
Raquel Mendes

RELAÇÕES INSTITUCIONAIS
Silvia Alciati
Joana Lima Silveira
Anísio Ciscotto
DESIGN GRÁFICO
Fernando Fabbrini
ENTIDADES PROMOTORAS
Ponte entre Culturas - MG
Universidade Federal de Minas Gerais
Universidade de Verona (Itália)
Associação de Cultura Ítalo-Brasileir de Minas Gerais – ACIBRA - MG
Comitê da Imigração Italiana - Comites MG,TO,GO
Patronato INCA CGIL
APOIO INSTITUCIONAL
Escola de Arquitetura e Urbanismo da UFM
Consulado da Itália em Belo Horizonte
Embaixada da Itália
INCENTIVO CULTURAL
Fundação Municipal de Cultura, Prefeitura de Belo Horizonte
Ministério da Cultura, Governo do Brasil
PATROCÍNIO
AlmavivA do Brasil
FIAT Automóveis
Edison – Ibiritermo
Streparava
FAPEMIG
APOIO
Gráfica HALT
Salumeria e Panetteria CHIARI
Fundação Torino
Segafredo
Hotel Boulevard Plaza
Casa dos Contos
BDMG Cultural – Governo de Minas
REALIZAÇÃO
PONTE ENTRE CULTURAS-MG

Inscrições gratuitas através do e-mail: seminario@ponteentreculturas.com.br
Informações: Tel. (31) 3227-9963 / (31) 9781-1938
www.ponteentreculturas.com.br
 

 

O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados