Agenda Cultural - Evento

VI Seminário Patrimônio Cultural - Conservação e Restauração no século XXI - Políticas Públicas e Soluções Criativas . FAOP/Ouro Preto . 24 a 28/09

Data
24 Set 2012  
Cidade
Ouro Preto  
Mais informações
Participação de São João del-Rei com o projeto A cidade que sonhamos é a cidade que podemos construir: pelo empoderamento local/global. São João del-Rei Transparente
Ministrante: Alzira Agostini Haddad - Especialista em “Revitalização Urbana e Arquitetônica” pela UFMG, em “Conservação, Gestão e Valorização de Bens Culturais” pelo IILA – Instituto Ítalo Latinoamericano e em Desenvolvimento Local pelo Programa Delnet/OIT-Organização Internacional do Trabalho
Realização: 26 de setembro de 2012

***

Neste ano, o tema central do VI Seminário Patrimônio Cultural - Conservação e Restauração no século XXI é Políticas Públicas e Soluções Criativas. O evento é promovido pela Faop e acontece de 24 a 28 de setembro, em Ouro Preto. Para iniciar os debates, a doutora em Urbanismo pela USP Ana Carla Fonseca apresenta a Conferência de Abertura com o tema Criatividade. A palestra vai abordar assuntos como criatividade como fator de diferenciação da economia local, novos usos patrimoniais tendo por base a economia criativa, cidades criativas – conceitos e experiências em pequenas e médias cidades, espaços e clusters criativos, redes de cidades criativas, desafios e oportunidades.

O Seminário Patrimônio Cultural é voltado para profissionais, gestores culturais, professores, estudantes e demais interessados nos processos, desafios e possibilidades da conservação e restauração do patrimônio cultural. As mesas-redondas e as conferências serão transmitidas ao vivo pela internet, através de links divulgados no site (www.faop.mg.gov.br) e nas mídias sociais da Faop.

A programação inclui conferências, mesas de debate, minicursos, estudos de caso, exposições e muito mais. O objetivo é incentivar a preservação do patrimônio cultural abordando os principais aspectos que permeiam a conservação e a restauração no século XXI: o pensar, o ensinar, e o fazer – que formam as três mesas-redondas do evento. A iniciativa fomenta, ainda, a troca de experiências entre os participantes.

O seminário também integra a IV Bienal Brasileira de Design – Tempo de Design em Minas.
O evento conta com o apoio do Sebrae-MG e do Trem da Vale e o patrocínio da Furnas Eletrobrás.
Para saber mais sobre o VI Seminário Patrimônio Cultural, acesse também o blog do evento www.seminariopatrimoniocultural.blogspot.com.

PROGRAMAÇÃO

24 de setembro, segunda-feira | 2012
Credenciamento - 14h às 18h
Conferência de abertura

Economia Criativa e Turismo | Criatividade como fator de diferenciação da economia local, novos usos patrimoniais, espaços e clusters criativos, cidades criativas - conceitos e experiências em pequenas e médias cidades, redes de cidades criativas e desafios e oportunidades.
Local: Auditório Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças
Horário: 19h
 
Ana Carla Fonseca
Ana Carla Fonseca é administradora pública pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo; Economista, mestre cum laude em Administração de Empresas pela universidade de São Paulo; com MBA pela Fundação Dom Cabral e Doutora em urbanismo pela USP (tese sobre Cidades Criativas, com análise de São Paulo). Liderou projetos regionais e globais por 15 anos em marketing e gestão do conhecimento em multinacionais, na América Latina, em Londres e Milão. Desde 2004 é sócia-diretora da Garimpo de Soluções – empresa pioneira em economia, cultura e desenvolvimento. É consultora e conferencista internacional em cinco línguas, tendo palestrado sobre economia criativa, inovação e negócios, e cidades criativas em todos os estados brasileiros e em 22 países. Assessora em economia criativa para a ONU (UNCTAD e PNUD), curadora de congressos nacionais e internacionais.  

25 de setembro, terça-feira | 2012
Mesa O Pensar
Local: Auditório Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças
Horário: 14h

Luis Fernando de Almeida – Presidente do IPHAN 
Luiz Fernando de Almeida, arquiteto, formado pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, é também especialista em administração e planejamento de programas. Na área acadêmica, durante 16 anos, lecionou História da Arquitetura e do Urbanismo, História da Arte  e Projeto de Arquitetura na Universidade Católica de Santos, Fundação Armando Álvares Penteado e Universidade Paulista. Desde a década de 80 atua na área de desenvolvimento urbano e participa da reflexão sobre a preservação do patrimônio cultural brasileiro, tendo sido Coordenador do Programa Monumenta em São Paulo e, em 2003, convidado para a sua Coordenação Nacional. Desde 2006 é presidente do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Ana Pacheco - Presidente da FAOP

Desde 2005 é presidente da Fundação de Arte de Ouro Preto | FAOP, aumentando o número de parcerias com a iniciativa privada e o poder público na implantação de importantes projetos culturais em Ouro Preto e região. Possui vasta experiência nas atividades relacionadas ao planejamento e execução de projetos culturais como gestora cultural.
 
Fernando Cabral – Presidente do IEPHA 
Fernando Cabral tem trajetória profissional essencialmente voltada para o movimento sindical e a administração pública. Neste período, foi Secretário Municipal de Administração do governo Patrus, presidiu a Beneficência da PBH durante a gestão Célio de Castro e esteve à frente da Secretaria Regional Centro-Sul nas duas últimas gestões municipais; Pimentel e Lacerda.

Gabriel Simões Gobbi - Secretário Municipal de Patrimônio e Desenvolvimento Urbano
Natural de Ouro Preto, Minas Gerais, Gabriel Simões Gobbi tem 63 anos, é advogado, consultor e empresário. Formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais, Direito pela Faculdade Milton Campos e Técnico em Mineração pela Escola Técnica Federal de Ouro Preto, é pós-graduado em Administração Financeira pela UNA-CPRD/MG e em Avaliações e Perícias de Engenharia pelo IMAPE/PUC/MG. Atuou em instituições públicas e privadas na área de urbanismo. Desde 2006, ocupa o cargo de Secretário Municipal de Patrimônio e Desenvolvimento Urbano e de Presidente do Conselho Municipal de Política Urbana na Prefeitura Municipal de Ouro Preto - COMPURB. Exerce, ainda, as funções de Auditor no TJD da FMFS de Minas Gerais e de Vice Presidente Executivo do Villa Nova Atlético Clube de Nova Lima/MG.  Em 2011, recebeu do IPHAN o prêmio nacional “Rodrigo Melo Franco de Andrade” pelo projeto “Ouro Preto Um Novo Modelo de Gestão para Cidades Históricas”, pela Prefeitura de Ouro Preto, sendo agraciado no mesmo ano, pela Câmara Municipal de Ouro Preto, com a Medalha de Mérito “João Batista Ferreira Velloso”, pelos relevantes serviços prestados na preservação do patrimônio cultural e natural de Ouro Preto.

Mediador: Juca Vilaschi
Arquiteto e Urbanista, foi professor-pesquisador da UFRN e da UFMG, até se transferir para a UFOP em 2001. Especialista em Gestão Urbana pelo Institut Supérieur d’Architecture de I’État - La Cambre, Bruxelas e Mestre em Urbanismo pelo Institut d’Urbanisme de Paris, Université Paris Val-de-Marne, é doutorando em Geografia Humana na USP. Leciona e atua nas áreas de Evolução Urbana, de Patrimônio Cultural e de Planejamento Interpretativo do Patrimônio Ambiental Urbano. Desenvolve projetos de sinalização indicativa e interpretativa do patrimônio, a exemplo do Parque Estadual do Itacolomi, do “Museu Aberto – Cidade Viva” e do Patrimônio Histórico-Cultural de 22 cidades mineiras. É autor da metodologia de Percursos Sensoriais Interpretativos do programa “Sentidos Urbanos: patrimônio e cidadania”, executado em parceria com a Fundação de Arte de Ouro Preto e o IPHAN-OP.
 
26 de setembro, quarta-feira | 2012
Mesa O Ensinar
Local: Auditório Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças
Horário: 14h

Leandro Benedini Brusadin– UFOP
Bacharel em Turismo, Mestre em Hospitalidade e Doutor em História pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Autor do Livro Valor Patrimonial e Turismo: limiar entre história, território e poder. Professor Adjunto do Departamento de Turismo da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).
 
Josanne Guerra Simões - Programa de Educação Patrimonial Trem da Vale
Historiadora e mestre em História Social pela Universidade Federal de Minas Gerais. Na área de ensino, atuou, entre outros, como professora de História da Arte na Fundação de Arte de Ouro Preto e na Universidade Estadual de Montes Claros. Foi ainda orientadora titular do Programa de Desenvolvimento Profissional de Educadores da SEE-MG entre 2007 e 2010. Como pesquisadora, entre outros, foi da equipe de pesquisa da Superintendência de Museus do Estado de Minas Gerais, coordenadora do Museu Casa Alphonsus de Guimarães (Mariana) e pesquisadora do projeto “Belo Horizonte & o Comércio; 100 anos de História” (1995-1996). Na área de história oral, foi responsável pela coleta e processamento dos depoimentos do projeto “Mestre de Ofícios de Mariana” (IPHAN - 1990) e do projeto “Linguagem dos Sinos”, do qual resultou o vídeo “Entoados”, produzido pelo Santa Rosa Bureau Cultural. Tem publicado, entre outros, os livros “Sirênico Canto: Juscelino Kubistchek e a construção de uma imagem pública; 1930 – 1954” e “Imagens de Minas – cidades históricas – OURO PRETO” (em co-autoria com Affonso Ávila e Cristina Ávila), além de artigos, por exemplo, na Revista de História da UFMG e da Academia Mineira de Letras. Atualmente é assessora técnica do Núcleo de História Oral/Vale Registrar do Programa de Educação Patrimonial Trem da Vale e professora de Metodologia da Pesquisa na pós-graduação “Arte Sacra” da Faculdade Arquidiocesana de Mariana.

Jason Barroso Santa Rosa - Programa de Educação Patrimonial Trem da Vale
Graduou-se em Arquitetura e Urbanismo, é Pós-Graduado em Especialização em Urbanismo e possui Mestrado em Análise Crítica e Histórica da Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Arquitetura da UFMG. Arquiteto urbanista, consultor atuante na área de planejamento urbano e preservação do patrimônio cultural. Participou da idealização, coordenação e consultoria do Programa de Educação Patrimonial do Projeto “Trem da Vale”, elaborado, em equipe pelo Santa Rosa Bureau Cultural, para a Fundação Vale do Rio Doce; e que integrou a programação e as atividades de reativação e implantação do Trem Turístico-Cultural ligando as cidades de Ouro Preto e Mariana, de agosto/2003 a maio/2006 (inauguração). O Programa de Educação Patrimonial Trem da Vale recebeu o prêmio ABERJE 2007 - Região MG/Centro Oeste e Nacional, na categoria "Responsabilidade Histórica e Memória Empresarial". De junho/2006 a dezembro/2011, atuou como Supervisor do Subprograma Vale Registrar, do Programa de Educação Patrimonial – Trem da Vale, da Fundação Vale do Rio Doce, de documentação audiovisual sobre o patrimônio cultural das cidades de Ouro Preto e Mariana. O Vale Registrar foi finalista do Prêmio Cultura Viva 2007, do Ministério da Cultura; e recebeu o Prêmio ABERJE 2009 - Região MG/Centro Oeste e Nacional, na categoria "Responsabilidade Histórica e Memória Empresarial". Desde janeiro/2012, atua como Diretor do Núcleo de Audiovisual e Consultor do Subprograma Vale Registrar, do Programa de Educação Patrimonial – Trem da Vale.

Mediadora: Rachel Chaves | FAOP
Graduada em Pedagogia, com especialização em Supervisão Escolar. Atuou na rede pública (estadual e municipal) e particular de Ouro Preto - Minas Gerais. Hoje, exerce o cargo de Pedagoga no Núcleo de Conservação e Restauração da Escola de Arte Rodrigo Mello Franco de Andrade | FAOP.

 
27 de setembro, quinta-feira | 2012
Mesa O Fazer
Local: Auditório Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças  
Horário: 14h

Professor Doutor José Newton Coelho Meneses – UFMG
Graduado em História pela FAFICH/UFMG, mestre em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997) e doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (2003). É Professor Adjunto do Departamento de História da Universidade Federal de Minas Gerais e orientador pleno no Programa de Pós-Graduação em História, linha de pesquisa História Social da Cultura. Atualmente é coordenador do Programa de Pós-Graduação em História da FAFICH-UFMG. Líder de grupo de pesquisa UFMG/CNPq (Elementos Materiais da Cultura e Patrimônio). Pesquisador com ênfase em História de Minas Gerais nos séculos XVIII e XIX, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Alimentação, Economia e População, Manuais técnicos para o mundo rural, Ofícios mecânicos, elementos mater iais da cultura e interpretação do patrimônio cultural. Além de vários artigos em periódicos acadêmicos e de capítulos em livros, é autor dos livros O Continente Rústico. Abastecimento alimentar nas Minas stecentistas (Maria Fumaça Editora, 2000); História & Turismo Cultural (Autêntica, 2004); Uma história da Veterinária (Editora UFMG, 2012 - no prelo); Artes fabris  e serviços banais (Fino Traço, 2012 - no prelo). Autor do Dossiê Interpretativo dos Modos de Fazer Queijo Artesanal em Minas Gerais (IPHAN, 2008). Atualmente é membro dos conselhos municipal (Belo Horizonte) e estadual do patrimônio.
 
Mediadora: Carla Santana | FAOP

Graduada em Artes Plásticas, Licenciatura e Bacharel em Bidimensional, pela Universidade Federal de Uberlândia/MG. Técnica em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis pela Fundação de Arte de Ouro Preto | FAOP – Período (Fev 2002 / Julh 2003). Responsável por várias obras de restauração e conservação e é coordenadora do núcleo de Conservação e Restauração | FAOP.
 
 
28 de setembro, sexta-feira | 2012
Conferência de encerramento
"O Ato Responsável como nossa ação política" | Como e qual sujeito se constitui nas relações contemporâneas? O ato responsável é um ato a ser vivido a partir da vivência individual ou coletiva? Que decorrências se tira daí para nossa ação política hoje? 
Local: Auditório Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças  
Horário: 10h

Valdemir Miotello
Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul [Seminário Maior de Viamão] (1974), mestrado em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (1996) e doutorado em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (2001). É Professor Associado II da Universidade Federal de São Carlos, lotado no Departamento de Letras. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Estudos Bakhtinianos e Teoria e Análise de Linguagem, atuando principalmente nos seguintes temas: Estudos bakhtinianos; linguagem e sociedade; filosofia da linguagem; linguagem e ideologia. É lider do Grupo de Estudos dos Gêneros do Discurso - GEGE.
 
Exposições
Memória Impressa
Local: Galeria de Arte Nello Nuno | Casa Bernardo Guimarães
Rua Alvarenga, n° 794 - Cabeças
Horário: 12h às 18h
 
Daqui pra lá e de lá pra cá
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças
Horário: 8h às 18h
 
Prato Feito
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças 
Horário: 8h às 18h

Estudos de casos | Processos e Técnicas de Conservação e Restauração
 
VOTO e EX-VOTO - Identificação Histórica e Iconográfica
Ministrante: Thiago de Pinho Botelho - Mestrando em Conservação Preventiva (Artes) pela UFMG
Realização: 25 de setembro de 2012
Horários: 10h
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças
Aplicação de técnicas do curso de Artes na restauração das molduras da coleção de pinturas de cavalete do Museu Mariano Procópio 
Ministrante: Samara Danelon de Assis - Graduanda em Artes e Design Universidade Federal de Juiz de Fora
Realização: 25 de setembro de 2012
Horários: 18h30
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças
Caminhos para a conservação da Casa de Câmara e Cadeia de Sirinhaém – Pernambuco
Ministrante: Lydia Maria Dutra Santos -  Graduanda em Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal de Pernambuco
Realização: 25 de setembro de 2012
Horários: 20h
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeça

A cidade que sonhamos é a cidade que podemos construir: pelo empoderamento local/global. São João del-Rei Transparente
Ministrante: Alzira Agostini Haddad - Especialista em “Revitalização Urbana e Arquitetônica” pela UFMG, em “Conservação, Gestão e Valorização de Bens Culturais” pelo IILA – Instituto Ítalo Latinoamericano e em Desenvolvimento Local pelo Programa Delnet/OIT-Organização Internacional do Trabalho
Realização: 26 de setembro de 2012
Horários: 10h
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças
Proteção ao Patrimônio Cultural e Turismo Sustentável 
Ministrante: Kelly Juliane Dutra - Mestranda em Comunicação e Identidades da Universidade Federal de Juiz de Fora
Realização: 26 de setembro de 2012
Horários: 18h30 
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeça
Patrimônio Cultural e Formação Profissional: Um Estudo de Caso
Ministrantes: Jandilma Medeiros de França Pereira -  Conservação e Restauração de bens culturais com o Prof. Eduardo Ostergrem, e em Barcelona, na Escuela de Conservació i Restauració d'obres d'art
Realização: 26 de setembro de 2012
Horários: 20h 
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeça
Historiar: a pesquisa histórica como fonte e auxílio na preservação de sítios urbanos tombados 
Ministrante: Ana Carolina Neves Miranda - Mestranda em Preservação do Patrimônio Cultural - IPHAN
Realização: 27 de setembro de 2012
Horários: 10h
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças

Organização do acervo acondicionado em reserva técnica do Instituto Inhotim
Ministrante: Raquel França Garcia Augustin - Graduanda em Conservação Restauração de Bens Culturais Móveis na UFMG
Realização: 27 de setembro de 2012
Horários: 18h30 
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeças

Novas abordagens e conceitos clássicos: a restauração de uma imagem devocional em gesso 
Ministrante: Camilla Ayla Oliveira dos Anjos - Graduanda em Conservação Restauração de Bens Culturais Móveis na UFMG
Material do aluno: Espátulas variadas.
Realização: 27 de setembro de 2012
Horários: 20h
Local: Casa Bernardo Guimarães
Rua Irmãos Kennedy, n° 601 - Cabeça

 
Mini Cursos
Recursos Expressivos da Xilogravura e da Gravura em Metal 
(Inscrição encerrada) 
Ministrante: Annamelia Lopes

Resumo: Revisita a história da gravura, seus conceitos, técnicas, artistas, expressividade e usos, com enfoque especial na xilogravura e na gravura em metal. Apresentará as possibilidades expressivas de cada uma, a diversidade técnica e a exploração na obra de inúmeros artistas ao longo dos anos, desde a Idade Média até a atualidade. Os participantes terão a oportunidade de compreender melhor as características e os recursos expressivos, deste fazer a partir de práticas de desenho e monotipia que nos aproximam do raciocínio e do processo criativo da gravura em metal e da xilogravura.
Objetivos:Possibilitar uma visão geral da gravura em madeira (xilogravura) e em metal; Apresentar as possibilidades expressivas da xilogravura e do metal a partir de seus recursos técnicos; Valorizar a arte da gravura a partir da obra de diversos artistas; Aproximar o participante da linguagem gráfica.
Público-alvo: artistas, conservadores e restauradores, estudantes ou interessados nas áreas
Faixa etária: a partir de 15 anos.
Pré-requisitos dos alunos: interesse em artes-plásticas ou em conservação e restauração
Material do aluno: 01 lápis HB, 10 folhas de papel canson A4
Realização: 25 a 27 de setembro de 2012
Local: Núcleo de Arte | FAOP
Praça Antônio Dias, n° 80 - Antônio Dias
Horário: 9h às 12h
Vagas: 20
 
Restauração de Azulejos | Reconstituição da camada vitrificada em azulejos antigos
(Inscrição encerrada)
Ministrante:  Pérside Omena
Objetivos: Reconstituir a camada vitrificada de azulejos antigos em fase de restauração, fazendo uso de técnica a frio com resina Hxtal.
Público-alvo: estudantes e profissionais da área de conservação/restauração.
Faixa etária: acima de 18 anos.
Realização: 25 a 27 de setembro de 2012
Local: Núcleo de Ofícios | FAOP
Rua Dom Helvécio, n° 428 - Cabeças
Horário: 9h às 13h
Vagas: 19  ( Inscrições encerradas )
 
Empalhamento de Cadeiras  (Inscrição encerrada)
Ministrante: Celmar Ataídes, artesão autodidata.
Resumo: A arte de empalhar móveis é um ofício tradicional que consiste em entrelaçar fios de palha naturais ou sintéticos para formar assentos ou encostos.
Objetivos: Ensinar o ofício tradicional de empalhamento de móveis e resgatar esse saber.
Faixa etária: a partir de 15 anos.
Público-alvo: estudantes e profissionais da área de conservação/restauração interessados em aprender o ofício.
Realização: 25 a 27 de setembro de 2012
Local: Núcleo de Ofícios| FAOP
Rua Dom Helvécio, n° 428 - Cabeças 
Horário: 9h às 12h  
Vagas: 10
 
Tarde de vivência - Trem da Vale

A "tarde de vivência" no Trem da Vale, inclui a viagem guiada de trem de Ouro Preto a Mariana. É oferecida aos participantes atividades nos espaços culturais da estação.

Data: 28-09-2012
Horário: 14:00h

Informações úteis:

- Para todas as atividades é preciso fazer inscrição prévia.
- As inscrições serão confirmadas mediante o pagamento do boleto que será encaminhado por email.
Mais informações em: faop@faop.mg.gov.br - 31 . 3551.2014

Fonte: FAOP-Fundação de Arte de Ouro Preto
 

O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados