São João del-Rei | Tiradentes | Ouro Preto
Transparentes

ser nobre é ter identidade

Agenda Cultural

4ª Primavera dos Museus tem como tema as redes sociais . 19 a 26 de setembro

Data

23/09/2010

Cidade

Belo Horizonte

Descrição



Primavera conectada aos museus de Minas Gerais

Programação da 4ª Primavera dos Museus tem como tema as redes sociais 

A nova estação é recebida com programação especial em museus de Minas Gerais. Até 26 de setembro, o Museu Casa Guimarães Rosa, em Cordisburgo, o Museu Casa Guignard, em Ouro Preto, e o Museu das Minas e do Metal - EBX, no Circuito Cultural Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, participam da 4ª Primavera dos Museus.
Durante a semana, serão oferecidas palestras, oficinas e visitas guiadas com o tema “Museus e Redes Sociais”. O objetivo é abordar novas conectividades, trocas, diálogos e interações com a sociedade.
Até esta quarta-feira (22), o Museu Casa Guimarães Rosa, em Cordisburgo, realizará uma oficina intitulada “Maquetes da Memória”, que tem como objetivo fazer a territorialização dos pontos culturais da cidade de Cordisburgo, a partir do Museu, por meio da produção de maquetes histórico-artísticas sob a orientação do artista plástico Wagner Cardoso.
No dia 24 de setembro, a partir das 18h, o Museu Casa Guignard, em Ouro Preto, abrirá as portas para visitação, seguida de uma palestra da empresa Era Virtual, responsável pelo projeto de visita interativa em 3D do Museu Casa Guignard. Logo após a apresentação da palestra será aberto um debate com os presentes para discutir o potencial e valorização dos museus brasileiros.
Em Belo Horizonte, o Museu das Minas e do Metal - EBX, que integra o Circuito Cultural Praça da Liberdade, preparou palestras e oficinas durante o período de 21 a 23 de setembro. As inscrições são limitadas e devem ser feitas pelo site do Museu: http://www.mmm.org.br. Outras informações pelo telefone (31) 3516-7200.

*Confira a programação e o endereço dos museus*

MUSEU CASA GUINARD
Palestra e lançamento do projeto de Visita ao Museu Casa Guignard.
Data: 24 de setembro
Horário: de 18 às 20 horas
Endereço: Museu Casa Guignard
Rua Conde de Bobadela, 110 (antiga rua direita)
Ouro Preto – Minas Gerais 

MUSEU CASA GUIMARÃES ROSA
Maquetes da Memória
Data: de 19 a 22 de setembro
Horário: de 14 às 18 horas
Endereço: Associação de Amigos do Museu Casa Guimarães Rosa
Rua Padre João, 749
Cordisburgo – Minas Gerais

MUSEU DAS MINAS E DO METAL
Terça 21/09
Abertura: O Museu das Minas e do Metal e sua Rede Social
Horário: 14h às 16h
Palestrantes: Helena Mourão (MMM), Cláudio Rodrigues (Voltz), Adriana Teixeira (Ludi Consultoria)
Visita Monitorada à exposição de longa duração
Horário: 16h às 18h
 Mesa Redonda “Redes Sociais: Cultura e Educação” com: César Piva (Fábrica do Futuro), Regina Mota (UFMG)
Horário: 19h às 21h
Quarta 22/09
Mesa Redonda: “Equipe MMM e as estratégias de comunicação digital com os visitantes”,com Ana Paula Gaspar, Arliê Ribeiro, Márcia Rodinia, Suely Monteiro, Luiza Macedo.
Horário: 14h às 16h
Visita Monitorada à exposição de longa duração
Horário: 16h às 18h
Apresentação de Relatos de professores e suas produções nas Redes Sociais com: Simone Villani e educadores (Escola Recreio), Marcus Bortolus (FAE-UFMG), Marlene Machado (MMX)
Quinta 23/09
Ação Educativa: “Oficina de usabilidade da Rede MMM”, Ana Paula Gaspar, Equipe Voltz
Horário: 14h às 15h
Local: Sala do Educativo
Ação Educativa: “Oficina de usabilidade da Rede MMM”, Ana Paula Gaspar, Equipe Voltz
Horário: 15h às 16h
Local: Sala do Educativo
Ação Educativa: “Oficina de usabilidade da Rede MMM”, Ana Paula Gaspar, Equipe Voltz.
Horário: 16h às 17h
Local: Sala do Educativo
Ação Educativa: “Oficina de usabilidade da Rede MMM”, Ana Paula Gaspar,Equipe Voltz.
Horário: 17h às 18h
Local: Sala do Educativo
Lançamento da Rede Social do Museu das Minas e do Metal Helena Mourão (MMM), Juliana Germann (EBX)
Horário: 19h às 21h

Endereço: Museu das Minas e Metal – Circuito Cultural Praça da Liberdade
Praça da Liberdade – s/n
Belo Horizonte – Minas Gerais

PRIMAVERA NO MUSEU 2010
Começava na primavera de 2007 um tempo de renovação para o MHNJB. Desde então, arte, cultura e ciência se tornaram as palavras principais para um Museu que se reinventa a cada estação do ano no Projeto Quatro Estações. Hoje, três anos depois, um aumento de quase 100% do número de visitantes (cerca de 40.000 em 2006 e 70.000 em 2009), evidencia o sucesso de uma proposta que já se tornou referência fora do MHNJB. É o que explica Fabrício Fernandino, diretor do Museu que já foi convidado para ministrar palestras sobre o MHNJB em diversos eventos e instituições. No dia 26 de setembro mais uma edição do Projeto Quatro estações se inicia, a Primavera no Museu, com atividades que se estenderão até dezembro.
Durante a abertura, ao toque das mãos, os deficientes visuais do Instituto São Rafael conhecerão o MHNJB em uma Caminhada na Trilha dos Sentidos e na Visita ao Jardim Sensorial. Conduzidos pelos monitores e pela bióloga do Museu, Flávia Faria, o imaginário do grupo será explorado pelos sons e cheiros da mata, que se completam no Jardim Sensorial, onde podem tocar, provar e cheirar plantas com texturas, sabores e aromas .
Duas oficinas estarão a disposição dos visitantes durante todo o dia: a Oficina de Cartão Ecológico, com a bióloga Alessandra Resende, na qual os participantes aprenderão a fazer cartões com papeis reciclados;e a Oficina de Pigmentos, que proporcionará ao público contato com as técnicas de produção das pinturas rupestres, empregando pigmentos minerais e vegetais. Além disso, os visitantes poderão materializar a sua percepção do Museu e da Natureza em intervenções no espaço do MHNJB na Oficina Linha e Cor, oferecida pelo escultor Carlos Drummond. Quem quiser, pode também se divertir com quebra-cabeças e jogo da memória na atividade Brincando com Mapas do Centro de referência em Cartografia Histórica do MHNJB.
Ainda no dia 26, o MHNJB receberá apresentações artísticas. Primeiro, os cantares do Coral Madrigal Mulheres das Gerais preenchem o Anfiteatro da Mata com um repertório de música popular brasileira. O grupo, que é da cidade de Pouso Alegre-MG, é regido por Ciça Amoroso e a apresentação integra também o encerramento do Festival Internacional de Corais –FIC.
Em seguida, o Grupo Folclórico “Gil Vicente”, do Centro da Comunidade Luso Brasileira, traz para o Museu danças, cantares e trajes que representam as várias regiões de Portugal. Fundado em 11 de agosto de 1968 por brasileiros e portugueses, o grupo composto por cerca de 40 integrantes, procura divulgar a riqueza da cultura de Portugal, por meio de um vasto repertório de folclore lusitano.
A abertura também inaugura uma nova exposição, a Biodiversidade do Museu, onde a Flora do MHNJB poderá ser conhecida por meio de fotos e plantas do Viveiro de Mudas, da Coleção de Orquídeas, da Coleção Carpológica, da Educação Ambiental e do Manejo Florestal.
Além disso, no domingo será lançado o Jornal Corre Cutia – Museu e Comunidade, informativo trimestral com a finalidade de aproximar Museu e a Comunidade de seu entorno e o Filme Outros Olhares, que apresenta o MHNJB ao visitante a partir do olhar de sua fauna. Essa é uma produção do Centro Especializado Arte e Educação Ambiental – “Espaço”.

Confira a programação completa:

ABERTURA - 26 de Setembro

Programação:
10:00 – Caminhada na Trilha dos sentidos e visita ao Jardim sensorial com grupo de deficientes visuais do Instituto São Rafael, conduzido pela bióloga Flávia Faria e monitores do Museu.
Local: Trilha dos sentidos e Jardim sensorial

Apresentações:
11:30 - Encerramento do Festival Internacional de Corais no Anfiteatro da Mata do MHNJB/UFMG, com apresentação do Coral Madrigal Mulheres das Gerais da cidade de Pouso Alegre-MG, sob a regência de Ciça Amoroso.
Local: Anfiteatro da Mata
12:30 - Grupo folclórico luso-brasileiro “Gil Vicente apresenta danças e cantares de Portugal”
Local: Praça de eventos do Museu.

Exposições:
10:00 - Biodiversidade do MHNJB/UFMG
Flora: Viveiro de Mudas, Coleção de Orquídeas, Coleção Carpológica, Educação Ambiental, Manejo Florestal
Local: Estufas do Museu

Oficinas:
10:00 - Cartão ecológico, com a bióloga Alessandra Resende do Projeto “Pontos em Cidadania”.
10:00 – Oficina de pigmentos, com os monitores do Museu.
10:30 – A oficina Linha e Cor, com o escultor Carlos Drummond. Realização de intervenções no espaço do museu na área de artes visuais com o objetivo de estimular os visitantes à materialização de sua própria percepção em relação ao Museu e à Natureza.

Local: Espaço Arte e Educação.

Lançamentos:
10:00 Jornal Corre Cutia - Museu e Comunidade. Informativo trimestral com a finalidade de aproximar Museu e a Comunidade de seu entorno.
10:00 Outros Olhares – Este filme leva o visitante a conhecer o Museu a partir do olhar de sua fauna, produção do Centro Especializado Arte e Educação Ambiental – “Espaço”
Local: Auditório Sete Cascas.

Jogos:
10:00 - Brincando com mapas (quebra- cabeça e jogo da memória) Atividade do Centro de Referência em Cartografia Histórica do MHNJB, conduzida por monitores do Museu.
Local: Espaço Arte e Educação.

Inaugurações:
10:00 - Placas de identificação dos auditórios do Museu: O auditório do prédio da administração passará a se chamar Pau-Brasil; o mini-auditório do Telecentro se chamará Pau Ferro, e o auditório do Centro de Visitantes se chamará Sete Cascas.
10:00 - Quadro Prof. Amilcar Viana Martins, designado pela portaria nº 13/68, de 17 de abril de 1968, presidente da Comissão que se encarregou da organização e implantação do Museu de História Natural da Universidade Federal de Minas Gerais.
Local: Auditório Pau Brasil

+ nos meses de outubro, novembro e dezembro
Oficina de Pigmentos - Todos os finais de semana de outubro, novembro e até o dia 19 de dezembro.
Curso de Aquecedor Solar – dias 09 de outubro e 13 de novembro de 2010
Aprenda a fabricar seu próprio aquecedor solar de baixo custo.

Apresentações:
Peça teatral À sombra do Anjo - teatro desagradável em 5 atos - grupo do Curso de Teatro da Escola de Belas Artes da UFMG coordenado pela Profª Bya Braga.
Local: Casa Azul
Datas: 26, 27 e 28 de novembro de 2010
Horário: 18:30
Público: 20 vagas

O PROJETO QUATRO ESTAÇÕES
O Projeto Quatro Estações busca desenvolver no MHNJB-UFMG uma série de atividades artísticas, culturais e científicas a cada nova estação do ano. Ele visa à renovação do espaço do Museu, um local que, no imaginário popular, é o abrigo de objetos antigos, mas que, na realidade do MHNJB, é um espaço vivo que acolhe uma rica produção artística, científica, cultural e educacional. O Projeto, criado na Primavera de 2007, completa nessa estação de primavera sua 13ª edição.

Mais informações: www.mhnjb.ufmg.br ou (31) 3409-7607.
Entrada: R$ 4,00 (menores de 5 e maiores de 60 não pagam)
Endereço: Rua Gustavo da Silveira, 1035, Santa Inês.
(próximo à estação Santa Inês)

DIRETOR DO MHNJB/UFMG:
Professor Fabrício Fernandino - (31) 9311-2070

ASSESSORIA DE IMPRENSA MHNJB/UFMG:
comunicaca@mhnjb.ufmg.br - (31) 3409-7607

Cadastre lideranças engajadas, sua ação sociocultural, seu projeto, produto, entidade, pesquisa, agenda cultural etc - contribua, complemente, ajude a atualizar, curta e compartilhe!

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Instagram Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA MUNICIPAL | CADASTRE GRATUITAMENTE A SUA AÇÃO SÓCIOCULTURAL