São João del Rei Transparente

Agenda Cultural

7ª Semana Criativa Tiradentes . Programação 21 de outubro . 2023

Data

21/10/2023

Cidade

Tiradentes

Descrição

                                             SÁBADO, 21 DE OUTUBRO

16h – PALESTRA
“Não repare a bagunça: a hospitalidade brasileira como diferencial”
com Néli Pereira
Local: Centro Cultural Yves Alves, auditório
Intérpretes de libras: Orita Alvarez e Valeria Amorim
17h – BATE-PAPO
“Design e afeto” com Alexandre Rousset e Lufe Gomes
Local: Casa Criativa
Oferecimento: Electrolux
18h – BATE-PAPO
“Pallas: Design colaborativo inspirado na carpintaria amazônica”
com Bel Lobo (Be.Bo/M.O.OC.), Fernanda Carvalho (Be.Bo/M.O.OC.), Gabriel Kogan,
JBoggo, Lola Belchi (Be.Bo/M.O.OC.), Luís Guedes (Guá Arquitetura), Mariana Travassos
(Be.Bo/M.O.OC.), Raphael Valença (Architects Office SP) e Pablo do Vale (Guá Arquitetura)
Local: Centro Cultural Yves Alves, auditório
Mediação: Alexandre Salles
SÁBADO, 21 DE OUTUBRO
11h – BATE-PAPO
“Arte, arte popular ou design?”
com Jorge Mendes, Kássia Borges Karajá e Pedro Nery
Local: Centro Cultural Yves Alves, auditório
Mediação: Alexandre Salles

SESSÕES DE AUTÓGRAFOS

15H – BATE-PAPO sobre o livro “Agulhas, ativar! Crochetando roupas com Anne Galante” com Anne Galante, seguido de sessão de autógrafos. Mediação: Otávio Nazareth (Editora Olhares)

Supercrocheteira, entre as mais amadas, descoladas e divertidas do Brasil, Anne Galante aprendeu fazendo. Ela sabe o valor de uma boa receita, mas sempre implicou com a limitação a copiar modelos. Com isso na cabeça, desenvolveu sua própria técnica, em que as escolhas de que peça crochetar podem ser feitas ao longo da produção, e um mesmo modelo se desdobra em infinitas possibilidades.

9 às 11h – Arranjo floral: procurar, colher e montar com Hosanan Conceição

10h30 ao meio-dia – Tear no papelão com Alexandre Heberte

14h às 15h30 – Impressão botânica sobre papel machê com Samir Zavitoski

14h às 15h30 – Carteira de couro com Bela Ladeira e Nôca (Aripuá)

16h às 17h30 – Flor de palha com Edna, Tatiane e Wellignton de Carvalho

16h às 17h30 – Tear na grade com Eliana Maia


SÁBADO, 21 DE OUTUBRO
14h45 – APRESENTAÇÃO DO CORAL “O CORO COME”
Onde: Câmara Municipal, varanda
18 às 20h – APRESENTAÇÃO DJ Rafael Carreiro
Onde: Espaço festivo, Villa Chafariz
20h às 22h – APRESENTAÇÃO DJ Nano
Onde: Espaço festivo, Villa Chafariz
22h a meia-noite – DISCOTECAGEM Zeca Camargo
Onde: Espaço Festivo SCT/Villa Chafariz


70 anos de Casa e Jardim: capas que marcaram época”

Oferecimento: Casa e Jardim

Casa e Jardim é a revista mais antiga em circulação no Brasil. Em junho, completou 70 anos. A história da arquitetura e do design pode ser contada não só por suas páginas, mas principal- mente por suas capas. A exposição traz uma seleção das últimas décadas, que certamente vão despertar lembranças em muita gente de como era a casa a tempos atrás

Onde: Quatro Cantos Espaço Cultural, rua Direita, 5

Abertura oficial: 19 de outubro, às 10h

Horário de funcionamento: quinta-feira a domingo, das 9 às 21h.


Arte dos Mestres – artes do povo, artes plurais”

Oferecimento: Artesol, Galeria Brasileirinho, Moitará Arte Indígena e Marco 500. A exposição exibida recentemente na capital paulista ganha uma versão na Semana Criativa de Tiradentes dos principais mestres artesãos brasileiros. A curadoria é da dupla Jô Masson, da Artesol, e Marco Aurélio Pulchério, da Marco 500, e teve o apoio da Galeria Brasileirinho e da Moitará Arte Indígena, sendo uma ótima oportunidade de adquirir obras de artesãos consagra-dos. A exposição invade o museu, que foi a casa do Padre Toledo e palco da primeira reunião dos Inconfidentes, e convive com o acervo da casa em cenografia bem demarcada pelo arquiteto Alex Rousset.

Cenografia: Alexandre Rousset

Onde: Museu Casa Padre Toledo, rua Padre Toledo, 190

Abertura oficial: 19 de outubro, às 10h

Horário de funcionamento: quinta, sexta e domingo, das 9 às 17h; sábado, das 10 às 19h.


Casa Criativa”

Um espaço de convívio, de encontro e de bate-papos, ambientado com móveis, objetos, eletro-domésticos, louças e metais assinados por grandes marcas, designers reconhecidos, artesãos e artistas locais.

Cenografia: Alexandre Rousset

Onde: Rua da Câmara, 58

Abertura oficial: 19 de outubro, às 14h

Horário de funcionamento: quinta-feira, das 14 às 19h; sexta-feira e sábado,

das 10 às 21h; domingo, das 10 às 18h.



Desdobramentos” por artesãos e designers veteranos

A exposição faz parte do projeto continuado realizado pela Semana Criativa de Tiradentes com artesãos e designers que já participaram das imersões em outros anos. O grupo deste ano reuniu mais de 20 pessoas com o objetivo de incrementar coleções que já haviam sido criados ou ajudar a colocar de pé projetos engavetados ou iniciados dos artesãos. Participam do grupo deste ano: os designers Alexandre Rousset, Ana Vaz, Fernando Jaeger, Gustavo Bittencourt, Maraí Valente e Yaskara Jaeger e os artesãos Bela Ladeira, Deise Reis, Edna Carvalho, Eliana Maia, Lilia Fonseca, Maria Conceição de Paula, Marlon Carvalho (com o apoio da esposa Kelly e dos filhos Esther e Lucas), Nôca, Rondinelly Santos, Tatiane Carvalho, Vânia Leôncio, Vasique Leôncio, Wagner Trindade e Wellington Carvalho.

Cenografia: Alexandre Rousset

Onde: Sobrado Ramalho (sede Iphan), rua da Câmara, 124

Abertura oficial: 19 de outubro, às 10h

Horário de funcionamento: quinta-feira, das 10 às 19h; sexta-feira e sábado, das 10 às 21h;

domingo, das 10 às 18h.


Design feito à mão” por artesãos e designers da SCT 2023

O projeto da Semana Criativa de Tiradentes ampliou um pouquinho mais as suas fronteiras e atingiu as cidades de Coronel Xavier Chaves, famosa pelos artistas que trabalham com pedras, e de Resende Costa, reconhecida pelo tear, além de Tiradentes, claro! A exposição traz o resul-tado dos encontros, onde se discutiu processos criativos com os designers Alexandre Heberte, Marcelo Alvarenga, Stephanie Ribeiro e Susana Bastos e o chef Rafael Pires, que entrou no grupo para dar suporte para a estreia de uma quituteira na Semana Criativa de Tiradentes:Rosana Nascimento, moradora da comunidade da Caixa D’ Água da Esperança, zona rural de Tiradentes. Além dela, participam Antonio Maia, Gilberto Resende Romero, o Beto, Claudinei Matias do Nascimento, o Prego, Lucimar Cristina da Silva e Silvânia Mendonça.

Cenografia: Alexandre Rousset

Onde: Centro Cultural Yves Alves, rua Direita, 168

Abertura oficial: 19 de outubro, às 10h

Horário de funcionamento: quinta-feira, das 10 às 19h; sexta-feira e sábado, das 10 às 21h;

domingo, das 10 às 18h.


E o que dizem as águas...”

Oferecimento: Fundação Renova e Associação de Cultura Gerais (ACG) O espaço exibe (e vende) a coleção de produtos artesanais, gastronômicos, de moda e biocos-méticos desenvolvidos por artesãos e produtores, que fazem parte da Associação de Arte e Gastronomia - Vila de Regência e da Associação de Artesanato de Povoação do Rio Doce, com curadoria do estilista Ronaldo Fraga, que resgatou saberes e fazeres tradicionais da região. Na foz do Rio Doce, as vilas de Regência Augusta e Povoação, em Linhares (ES), foram atingidas direta e indiretamente pelo rompimento da barragem em Mariana, em 2015. O rompimento afetou intensamente o cotidiano e as principais atividades econômicas dessas comunidades, como a pesca e o surf. Com o projeto, vislumbrou-se um recomeço e a possibilidade de trans- mutar e transcender as perdas em ações de criatividade, inovação e esperança. Na coleção, sereias, peixes voadores, barcos, lendas locais e outros elementos poéticos, que povoam o imaginário e iluminam as peças, que são bordadas, esculpidas, moldadas e criadas artesanal-mente com inspiração e carinho.

Cenografia: Alexandre Rousset

Onde: Casa Criativa, rua da Câmara, 58

Abertura oficial: 19 de outubro, às 14h

Horário de funcionamento: quinta-feira, das 14 às 19h; sexta e sábado, das 10 às 21h; domingo,

das 10 às 18h.


Fosse pedra” com Alva Design

Oferecimento: Bel Lar e Docol. Nesta exposição, o estúdio mineiro de design Alva expõe peças desenvolvidas em pedra-sabão, criadas ao longo dos seus dez anos de existência. Desde o início da trajetória do estúdio, a pedra é um material recorrente nos seus trabalhos. Usando o torno como ferramenta principal, em parceria com o artesão Mauro Antônio de Souza, os trabalhos expostos enalte- cem o potencial plástico do material, seja pela sua maleabilidade, suas texturas e tonalidades.

Cenografia: Marcelo Alvarenga

Onde: Museu Casa Padre Toledo (antiga senzala), rua Padre Toledo, 190

Abertura oficial: 19 de outubro, às 10h

Horário de funcionamento: quinta, sexta e domingo, das 9 às 17h; sábado, das 10 às 19h.


E o que dizem as águas...”“E o que dizem as águas...”

Janete Costa, uma designer brasileira”

Mais de 3 mil projetos no currículo, prêmios e curadora de diversas exposições dentro e fora do Brasil. Isso é apenas uma parte do legado deixado pela arquiteta pernambucana Janete Costa (1932 – 2008). Com olhar apurado e sem preconceitos, jogou luz no artesanato brasiliro colando-o em pé de igualdade com obras de artistas reconhecidos. Sua obra foi muito influen-ciada pelo artesanato, inclusive os móveis e objetos que chegou a desenvolver para os seus projetos de interiores. Os filhos Lúcia Santos, Mário Santos e Roberta Borsoi, junto com o designer alagoano Rodrigo Ambrosio, resgataram uma parte das criações da arquiteta e as estão relançando com pequenos ajustes, recursos que Janete não tinha na ocasião. “Janete, uma designer brasileira”, como o próprio tema diz, mostra o lado designer desta profissional.Uma mulher a frente do seu tempo.

Cenografia: Alexandre Rousset

Onde: Sobrado Aimorés, rua Direita, 159

Abertura oficial: 19 de outubro, às 10h

Horário de funcionamento: quinta-feira, das 10 às 19h; sexta-feira e sábado, das 10 às 21h;

domingo, das 10 às 18h.


Metamorfoses dos fios e das tramas – Mulheres (entre) linhas

com o grupo Matizes Dumont, homenageado da edição Telas bordadas com o trabalho autoral e exclusivo dos artistas mineiros Matizes Dumont, homenageados da edição. A mostra reúne bordados muito especiais, cujo tema central será a força do feminino. Registros poéticos-visuais que simbolizam a busca pelos valores humanos, sociais e ambientais e cumprem a função da arte de mobilizar a sensibilidade do visitante. Em muitas culturas, os ofícios de tecer, fiar, bordar e toda a cadeia de atividades que os envolve são atribuições do feminino. A exposição destaca o papel central da mulher tecelã, fiandeira e bordadeira, juntando essas duas artes complementares, a tapeçaria e o bordado, num gesto único. Nas tramas do tecido, entremearam-se as linhas do bordado para ser recontada a história de Aracne, invertendo a lição do mito. Não mais, a metamorfose da mulher reduzida a um animal, mas da aranha, animal que se fez mulher, Aracne, tecelã de mitos, tramas e destinos.

Cenografia: Alexandre Rousset

Onde: Centro Cultural Yves Alves, rua Direita, 168

Abertura oficial: 19 de outubro, às 10h

Horário de funcionamento: quinta-feira, das 10 às 19h; sexta-feira e sábado, das 10 às 21h; domingo, das 10 às 18h.


As oficinas são uma grande oportunidade experimentar a sensação de criar produtos com as próprias mãos e ter a certeza de que todos somos capazes de criar. Artesãos e artistas se reúnem aqui para passar conhecimentos básicos em diversas tipologias: pedra-sabão, tear, ourivesaria, madeira, papel machê etc. As oficinas acontecem no Espaço Raízes e são as únicas atividades pagas do festival. Se houver vagas, as mesmas poderão ser adquiridas até o momento da aula através do link de inscrição.


Programação completa disponível em https://saojoaodelreitransparente.com.br/events/view/11309


Esteja sempre atualizado do que acontece em São João del-Rei, Tiradentes e região. Registre gratuitamente a sua agenda cultural, seminário, evento, palestras, o seu trabalho, sua pesquisa, artigo etc | Contribua com fotos, dados, atualizações e acervo: todos os créditos e colaborações serão registrados.

Vídeo Atitude Cultural

Curta e compartilhe o nosso conteúdo!

Compartilhar Imprimir

ESSE PORTAL É UM PROJETO VOLUNTÁRIO. NÃO PERTENCE À PREFEITURA DE SÃO JOÃO DEL-REI.
Contribua ajudando-nos a atualizar dados, ações, leis, agenda cultural etc. Todos os créditos serão registrados.