Melhores Práticas - Ação

1. Responsabilidade Sócio-cultural São João del-Rei e região

Projeto República Sustentável/reciclagem: estudantes da UFSJ-Universidade Federal de São João del-Rei

Texto
O Projeto República Sustetável consiste na conscientização dos republicanos quanto a importância da reciclagem do lixo e do racionamento de energia a partir de uma competição entre as repúblicas. Idealizando o desenvolvimento dos valores ambientais de cada universitário, a competição mostra a necessidade de mudança de postura destes quanto às atividades sustentáveis.
Com a possibilidade de enviar um menor volume de lixo aos lixões e aterros, ajudando associações e ONGs da cidade e concorrendo a prêmios, os estudantes já se mostram bastante dispostos a acolher a causa.

Equipe:
Marco Túlio Guimarães Freire
Ana Luísa Ferraz
Tiago Félix
Eduardo Lazzarini

***

Mídia:

República desenvolve ações sociais e ambientais

Falta pouco mais de um mês para o Natal, mas a República Sustentável de São João del-Rei, que busca unir ações ambientais a ações sociais, já começou a se mobilizar para levar um fim de ano melhor para os são-joanenses. Isso porque pela segunda vez a organização está recolhendo materiais recicláveis para confeccionar brinquedos que serão doados a creches do município. No ano passado, quase cem itens, além de uma árvore de Natal, foram entregues a duas instituições.

Bonecos e cavalos são alguns dos brinquedos que a República Sustentável irá doar a crianças carentes - Foto: Divulgação

Bonecos e cavalos são alguns dos brinquedos que a República Sustentável irá doar a crianças carentes – Foto: Divulgação

Para este ano, o idealizador do projeto, o aluno de Engenharia de Produção da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), Marco Túlio Guimarães Freire, espera que a organização das atividades seja melhor. “Agora já temos um pouco de experiência com essa prática e vamos trabalhar de maneira mais coordenada. Pretendo marcar um dia para passar recolhendo de carro os materiais nas casas ou repúblicas que nos procurarem”, explicou. De acordo com Freire, a confecção dos brinquedos deve começar na próxima semana.

O trabalho
Freire contou que serão fabricados bonecos, Vai-e-Vens, cavalinhos, centopeias, enfeites de Natal, tambores etc. Segundo ele, utensílhos como garrafas e tampinhas de PET, latas de achocolatado, embalagens de detergente, CDs velhos, embrulhos de presente entre outros, são materiais que podem ser muito bem reutilizados. “Dá pra aproveitar tudo isso e usar de forma que sirva e alegre as crianças”, disse, lembrando que uma das características mais importantes do projeto é mostrar para elas que a reciclagem pode ser feita de maneira divertida.

“Cerca de cem brinquedos deverão ser entregues a creches de São João del-Rei duas semanas antes do Natal. Porém ,ainda estamos decidindo quais instituições receberão os presentes”, disse o idealizador.

E completou: “A ideia surgiu porque na minha casa sempre temos o costume de ajudar as pessoas na época do Natal e achei interessante fazer isso de modo que possamos reutilizar esses materiais que seriam mandados para o lixo”, comentou.

Apoio
O organizador explicou que qualquer ajuda para o projeto será bem-vinda. “Temos que recolher os materiais e comprar itens como tinta, colas e papéis coloridos para enfeitar os trabalhos. Como esses custos acabam sendo altos, estamos buscando ajuda externa para arcar com eles e melhorar”, lembrou Freire, contando que a República Sustentável trabalha ainda com ações de recolhimento de pilhas e óleo, que podem ser entregues na empresa Ômega Júnior, no campus Santo Antônio da UFSJ.

Os interessados em contribuir com o trabalho podem entrar em contato pelo telefone (0**32) 8488-7575 ou através do perfil da organização no Facebook: www.facebook.com/republicasustentavel. O meio ambiente e as crianças agradecem.

Fonte: Gazeta de São João del-Rei . 24/11/12

***

Estudantes desenvolvem projetos para reciclagem
O Natal se aproxima e nesse período já é possível verificar atitudes sociais e de sustentabilidade em São João deI-Rei. Um exemplo é promovido pelo grupo República Sustentável, composto por quatro estudantes da Universidade Federal de São João deI-Rei (UFSJ), com um projeto de recolhimento de materiais recic1áveis para confecção de ornamentos e brinquedos. A meta é distribuí-los até o Natal em duas ou três creches do município, nos bairros Tijuco e Bonfim.
O coordenador do projeto, o estudante de Engenharia de Produção Marco Túlio Guimarães Freire, contou que a ideia é recolher garrafas pet, caixas de leite e de achocolatado para a produção de duas árvores de Natal que serão enfeitadas com CD’s velhos. Além disso, a estimativa inicial é a produção de 180 brinquedos coletivos variados, como boliche, vai-e-vem, bilboquê, futebol de prego, tiro ao alvo, perna-de-pau, cavalinhos e outros. Existe ainda a possibilidade da construção de um "boneco de neve" feito com garrafas usadas, mas o estudante explicou: "Esse é mais complicado e ainda não está confirmado, visto que seriam gastas 300 garrafas só para esse brinquedo. Então isso depende do que conseguirmos".

Coletas
Segundo Freire, o recolhimento e a produção dos materiais começaram nesta semana e seguirão até as vésperas do Natal. O grupo conta com a ajuda de colaboradores que totalizam, até o momento, uma equipe de quase 20 pessoas. O estudante explicou ainda que já recebeu apoio financeiro de dois estabelecimentos comerciais, mas que tem buscado mais patrocínios para conseguir alcançar ou superar as metas estipuladas.
Além da iniciativa para o Natal, a República Sustentável, que atua desde setembro, tem outros projetos em prática, como o recolhimento de óleo usado e a confecção de uma caixa feita de papel reciclado para coletar e descartar pilhas e baterias da maneira correta. Também existe a possibilidade de um programa para resgate de lixo de todas as repúblicas em São João. "Esse recolhimento, porém, requer financiamento e elaboração bem maiores. Por enquanto estamos realizando as práticas menores e mais acessíveis, mas que fazem  diferença na cidade", disse o coordenador do projeto.
Freire lembrou ainda que o grupo surgiu por meio de uma ideia dele em fabricar telhas a partir de material reciclado para pessoas carentes. O jovem  apresentou o projeto em uma assembleia aberta à organização Repúblicas Universitárias Associadas (RUA) e convidou  mais três amigos para entrarem  no grupo.
Desde então a equipe busca novos colaboradores e novas ações. "O grupo está sempre aberto para membros que também se preocupem com a questão da sustentabilidade", frisou.

Fonte: Gazeta de SJDR, 26 de Novembro de 2011

***

Mais informações  

O conteúdo desse portal pode ser reproduzido, desde que citadas as fontes e os créditos.

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto, pesquisa, organização e concepção: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados