Melhores Práticas - Ação

1. Cultura e Artistas de São João del-Rei e região

Atelier de bordados Clareart

Texto
Grupos de mulheres das comunidades de Águas Santas e César de Pina do município de Tiradentes-MG, elaboram artesanatos finos de cerâmica e bordados manuais, visando o aumento da renda familiar, da comercialização dos produtos no sentido da autonomia e autogestão do grupo.
As Bordadeiras do Projeto Clareart, elaboram bordados manuais de forma representativa, a fim de recuperar os saberes populares materializados pelo viés dos bordados feitos por suas mães, avós e bisavós, buscando resgatar a historia das comunidades de Cesar de Pina e Aguas Santas.
O grupo vai expor seus trabalhos e ensinará bordado e flores de palha para meninas, meninos e adultos

Contato: (32) 8404-3041

Mais informações

Bordados de César de Pina fazem sucesso na TV

Quem acompanhou a novela Saramandaia, que terminou no dia 27 de setembro, pôde ver, além das personagens, um cenário fantástico em que decoração rica em detalhes também teve papel de destaque. Entre os objetos que compunham o ambiente, o altar da igreja era enfeitado por uma toalha bordada especialmente para a produção do folhetim. O que muitos não sabiam é que a peça foi feita por um grupo de bordadeiras de César de Pina, pertencentes ao Clareart.

Aparição em novelas, seriados e programas deu projeção ao trabalho manual do ateliê com mais de 20 integrantes - Foto: Divulgação

Aparição em novelas, seriados e programas deu projeção ao trabalho manual do ateliê com mais de 20 integrantes – Foto: Divulgação

O ateliê é formado por 21 pessoas e conta também com o trabalho de crocheteiras e costureiras, envolvendo um total de 38 profissionais na produção dos bordados. O grupo atua há 15 anos no mercado artesanal da região e, com o passar do tempo, o trabalho foi sendo reconhecido, levando as peças do Clareart para o cenário de diversas novelas. “Também aparecemos em programas como Estrelas e TV Xuxa, . É um meio de divulgação. As pessoas se identificam e acabam levando a peça para casa”, destacou o responsável pelo Clareart, Moisés Jordano da Silva.
O grupo já se prepara, agora, para participar de novos projetos, como na novela Joia Rara, para a qual foram escolhidas 35 peças do ateliê. Mas não é só de colocar o artesanato nas telinhas que o grupo vive. Os integrantes também desejam fazer parte do processo para fomentar o artesanato rico da região. “Queremos incentivar para que as pessoas não percam essas raízes, que fazem parte do Campo das Vertentes. A nossa grande dificuldade é encontrar gente habilidosa, que quer desenvolver trabalhos desse tipo. Procuramos capitar, levar oficinas para quem realmente deseja aprender a arte de bordar”, contou Silva.

Grupo
Há muitos anos produzindo peças artesanais, o grupo de bordadeiras nasceu de uma iniciativa social. “A raiz do nosso trabalho vem de tempos atrás, quando foi criado um projeto que contava com educação para jovens e adultos e uma creche para as crianças do distrito. Logo depois, foi criada uma associação de bordadeiras, já que muitas pessoas de César de Pina tinham essa habilidade. O projeto social acabou, mas a herança das bordadeiras prevaleceu e hoje tornamos isso um empreendimento”, finalizou o responsável pelo Clareart.

 

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto e coordenação: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados