Melhores Práticas - Ação

1. Cultura e Artistas de São João del-Rei e região

Oscar Araripe

Texto



Revolução em Pintura é pintar um novo jarro de flores.
A Pintura é uma arte extremamente difícil que se deve fazer com muita facilidade.
Pretensiosa pretensão. Desvairada arte.
São apenas jarros de flores, de flores apenas.
Síntese: Fazer de tudo, de tudo fazer, para depois só flores pintar.
Prefiro os jarros que não são flores, as flores de arte e a arte que cria as flores. Nada mais justo, nada melhor que uma “natureza morta”, bem vivida e pintada.
Falasse eu de flores. Mas não. Falo de borboletas. As flores não valem nada. Farfalhas, papalotes, papillons, mariposas, butterflies, borboletas são farfalas, papalotes, papillons, mariposas, butterflies. Nada mais.
Olhai, amados senhores, estas novas toalhas de mesa. Vejam este vermelho de fogo, este dourado digno da tenda de Saladino. Este preto de pó preto, que mal vejo, e que é feito de osso cremado. Azul. Azul é obra do amarelo, grande senhor do Sol, o melhor amigo de meus ombros. Balas de Laranja. Lembrança, sabor. Infância, rosa-de-meninice. Frutas, flores nos quintais dos gozos repostos. Receber com flores. Nada melhor.
Nada maior.

Oscar Araripe / março de 2009

A Revolution in Painting is painting a new bug of flowers. The Painting is an extremely difficult art that if must make with much easiness.
Pretension. Demented art.
Synthesis. To make of everything, everything to make, only stop to paint flowers.
I prefer jugs which are not flowers, flowers of art and art that creates flowers. Nothing can be fairer or better than a well painted “still life” full of movement and life.
They are only jugs of flowers, just flowers.
I should speak of flowers. But no. I speak of butterflies. Flowers are worth nothing. Farfalas, papalotes, papillons, mariposas, butterflies, borboletas are farfalas, papalotes, papillons, mariposas, butterflies. Nothing more.
Look, kind sirs, at these new tablecloths. See this fire-red, this gold worthy of Saladin’s tent. This charcoal black, which I scarcely see, and which is made of cremated bones. Blue. Blue is the creation of yellow, great lord of the Sun, the best friend my shoulders have. Orange sweets. Memory, taste. Childhood, baby-pink. Fruit, flowers in the gardens of restitutes joys.
Receive it with flowers. Nothing better.
Nothing bigger.

Oscar Araripe / march 2009 / Translated by Susan Casement.

Contato: 32 3355-1148
Oscar Araripe Site

Galeria Oscar Araripe


Mostra em Londres terá obra de Oscar Araripe


Uma obra de arte produzida em Tiradentes irá ganhar o mundo. Isso porque a tela Flowers Embrace the World, do pintor Oscar Araripe, integrará a exposição Olympic Fine Arts 2012, que acontecerá de 1º a 7 de agosto deste ano, no Museu de Londres, na Inglaterra.

O artista Oscar Araripe foi convidado para participar de exposição que acontecerá de 1º a 7 de agosto nas Olimpíadas de Londres, na capital inglesa - Foto: Divulgação
O artista Oscar Araripe foi convidado para participar de exposição que acontecerá de 1º a 7 de agosto nas Olimpíadas de Londres, na capital inglesa - Foto: Divulgação

O anúncio foi feito recentemente e indicou que, após a mostra, a obra ficará no memorial das Olimpíadas, Forever, que está sendo construído na capital inglesa. A exposição contará com representantes de 80 países e os artistas selecionados concorrem a uma medalha de ouro, além de receberem diplomas.

“A tela representa dois jarros de flores. O da esquerda tem o azul e retrata a Inglaterra. O da direita tem o vermelho e o dourado, representando a China”, contou o artista. Ele ainda comentou que o par de jarros simboliza a aproximação da arte com o esporte.

“São coisas que transcendem a mera questão comercial. A ideia do Comitê Olímpico com a exposição é justamente ligar essas duas áreas. O par de jarros é um tema clássico na pintura e também no simbolismo. Ele remete ao casal, à duplicidade, ao semelhante que não é igual. Temos diferenças tanto como país, como pessoa, como arte, mas somos semelhantes na ideia de abraçar pacificamente o mundo”, afirmou o artista.

A exposição é patrocinada e apoiada por cerca de 20 entidades internacionais da China e do Reino Unido e será convertida em um catálogo bilíngue, reunindo imagens das obras selecionadas e textos críticos e curriculares dos artistas participantes.

Convite
“Tive um convite espontâneo do Ministério da Cultura da China, através da embaixada chinesa em Brasília (DF), para participar da exposição. Eles me pediram para pintar uma tela com o tema “Rio Tâmisa e Muralha da China abraçam o mundo”, com a intenção de ligar a China, que fez a última Olimpíada, aos ingleses, que vão fazer a próxima”, disse Oscar Araripe.
Ele ressaltou que o processo de seleção para essa exposição teve uma característica muito democrática. “Ela estava aberta para quem quisesse participar e tinham os convites também”, afirmou.

Reconhecimento
“É uma grande honra para o lado cultural da região, um destaque para a cidade de Tiradentes, para a arte em Minas Gerais e uma honra para mim como artista e como carioca que sou, embora esteja em Minas há mais de 30 anos”, comentou.

Para ele, o convite para integrar a exposição, representando a arte brasileira e o país, é uma coroação de uma atividade, de uma carreira e de uma vida.

Patrocínio
Oscar Araripe está fazendo parte de um crossing founding, isto é, um patrocínio cultural coletivo através de um site chamado Sibite, para lançar seu artbook em Londres. “Este site é o primeiro a existir no país especializado nessa modalidade de patrocínio. É uma maneira de não ficarmos só na dependência dos investimentos oficiais. O crossing founding está dando certo em vários locais do mundo e aqui poucas pessoas conhecem”, comentou. Assim, quem quiser pode ajudar o artista, doando através dessa ferramenta qualquer valor, o que lhe dará o direito de ter o nome nos agradecimentos. Além disso, a pessoa poderá optar por um exemplar do livro ou um pôster, ambos com dedicatória, ou até obras originais do pintor a preços reduzidos.

Fonte: Gazeta de São João del-Rei . 09/06/2012  

www.saojoaodelreitransparente.com.br . Projeto e coordenação: Alzira Agostini Haddad . Todos os direitos reservados